Topo

Testes e lançamentos

Primeiro carro 100% elétrico da história da Porsche já tem nome: Taycan

Divulgação
Mission E (ou melhor, Taycan) chegará às ruas europeias no final de 2019 Imagem: Divulgação

Vitor Matsubara

Do UOL, em São Paulo (SP)

11/06/2018 04h00

Versão de produção do Mission E será um crossover previsto para chegar em 2019

Taycan será o nome do primeiro modelo totalmente elétrico produzido em série pela Porsche. Anteriormente conhecido como Mission E, o carro fez diversas aparições em eventos pelo mundo e chegou até a ser pilotado por celebridades, como o ex-piloto de Fórmula 1 Mark Webber e Adam Levine -- sim, o vocalista da banda pop Maroon 5, que é fã confesso da marca alemã.

De acordo com a Porsche, o nome significa "cavalo jovem e cheio de vida" -- ou "potro", para facilitar nossa vida. A escolha faz alusão ao cavalo negro presente no brasão da empresa de Stuttgart e teria "raízes linguísticas no Leste", sem especificar exatamente a origem.

Veja mais

+ Panamera Hybrid mostra como anda um híbrido esportivo
Quer negociar hatches, sedãs e SUVs? Use a Tabela Fipe
Inscreva-se no canal de UOL Carros no Youtube
Instagram oficial de UOL Carros
Siga UOL Carros no Twitter

Ao contrário do Mission E, um sedã com características esportivas muito parecido com o Panamera, o Taycan será um pouco mais alto, com características de crossover. Seu lançamento está previsto para o fim de 2019 na Europa, onde custará entre 90 mil e 100 mil euros.

O Taycan é movido por dois motores síncronos que geram mais de 600 cv. Dados informados pela Porsche indicam aceleração de 0 a 100 km/h em 3,5 segundos, precisando de menos de 12 segundos para acelerar de 0 a 200 km/h. A fabricante afirma que a autonomia do novo modelo pode passar dos 500 quilômetros, sendo que uma carga de apenas 15 minutos é suficiente para rodar até 380 km. 

A Porsche pretende investir mais de seis bilhões de euros no desenvolvimento de futuros veículos elétricos. Este volume é o dobro do aporte estimado inicialmente pela própria empresa. Dos três bilhões de euros adicionais, 500 milhões de euros serão aplicados no desenvolvimento do Taycan e de projetos derivados.

Mais Testes e lançamentos