Topo

Carros elétricos

Porsche estuda elétrico Taycan no Brasil e mais híbrido no lugar do diesel

Eugênio Augusto Brito

Do UOL, em São Paulo (SP)

11/06/2018 11h56

Modelo 100% elétrico da marca será lançado globalmente em 2019

Qual a chance de termos o modelo 100% elétrico da Porsche, agora com nome definitivo de Taycan, no Brasil? De acordo com o presidente da filial brasileira, Andreas Marquardt, há estudo para a importação do modelo, mas nada de data definida.

De fato, como a Porsche lida com o nicho dos modelos de luxo de alta performance e vendas consistentes, mas relativamente baixas, quase por encomenda, é possível ter o modelo no país se alguém se dispuser a assinar o cheque, simples assim. Globalmente, o Porsche Taycan será lançado em meados de 2019.

De fato, a Porsche do Brasil se gaba de ter sido, nas palavras de seus executivos, "a primeira marca do segmento de luxo no Brasil a apostar na eletrificação, trazendo o primeiro Cayenne híbrido ainda em 2010 e mantendo a oferta constante". Para a empresa, esse tipo de movimento fez a concorrência ter de "correr atrás" e isso "não vai deixar de acontecer no caso dos elétricos". 

Veja mais

Panamera Hybrid mostra como anda um híbrido esportivo
Quer negociar hatches, sedãs e SUVs? Use a Tabela Fipe
Inscreva-se no canal de UOL Carros no Youtube
Instagram oficial de UOL Carros
Siga UOL Carros no Twitter

Caminho sem volta

Não é a primeira vez, nem será a última em que empresas como a Porsche têm de enfrentar nariz torcido dentro da própria base de fãs, como no caso da apresentação de um modelo 100% elétrico, sem qualquer motor a combustão impulsionando as rodas, nem ronco feito, nada de cheiro de gasolina no ar.

Mas os executivos da empresa se mostram confiantes com a própria trajetória da marca: "Falaram isso de praticamente todas as nossas novidades, falaram isso do 911, falaram isso do Cayenne e depois todo mundo teve de correr atrás, falaram isso do Panamera, do Macan, do híbrido [918 Spyder]...".

Para Andreas Marquadt, a eletrificação "é um caminho sem volta" no mundo e a Porsche como um todo acredita que a chave, mesmo no Brasil, está na massificação de híbridos, inclusive como opção para SUVs a diesel. 

"A Porsche lembra que híbrido elétrico é saída para Brasil inclusive como opção para SUVs, já que o diesel  está minguando. É a alternativa viável para o país, embora ainda precise ser um pouco mais estudada", concluiu.

Com este raciocínio, mais o empurrão da Europa, não tardará a termos oferta maior de modelos híbridos (plug-in) no país, a exemplo de Cayenne e Panamera Hybrid. 

Qual é a do Taycan

Voltando ao modelo 100% elétrico, o Taycan terá produção em série a partir de 2019. Antes chamado de Mission E Concept, parece uma mistura de Panamera com Carrera  GT, Além do modelo principal, haverá uma variante mais aventureira e familiar, atualmente representada pelo conceito Mission E Cross Turismo. 

De acordo com a Porsche, o nome Taycan significa "cavalo jovem e cheio de vida" -- ou "potro" -- em alusão ao cavalo negro presente no brasão da empresa de Stuttgart.

Seu lançamento está previsto para o fim de 2019 na Europa, onde custará entre 90 mil e 100 mil euros.

O Taycan é movido por dois motores síncronos que geram mais de 600 cv. Dados informados pela Porsche indicam aceleração de 0 a 100 km/h em 3,5 segundos, precisando de menos de 12 segundos para acelerar de 0 a 200 km/h. A fabricante afirma que a autonomia do novo modelo pode passar dos 500 quilômetros, sendo que uma carga de apenas 15 minutos é suficiente para recarregar o suficiente para andar 380 km. 

A Porsche pretende investir mais de 6 bilhões de euros -- mais de R$ 25 bilhões -- no desenvolvimento de futuros veículos elétricos. Este volume é o dobro do aporte estimado inicialmente pela própria empresa. Dos 3 bilhões de euros adicionais, 500 milhões de euros serão aplicados no desenvolvimento do Taycan e derivados.

Mais Carros elétricos