Topo

Testes e lançamentos

FCA quer liderar mercado este ano e recolocar marca Fiat no topo em 2020

Divulgação
Antônio Filosa, novo presidente da FCA do Brasil, confirmou que os planos do Grupo serão revelados na segunda metade de junho Imagem: Divulgação

André Deliberato

Do UOL, em São Paulo (SP)

11/05/2018 14h40

Com novo CEO, fabricante vai anunciar novo planejamento estratégico em junho; UOL Carros adianta algumas novidades

O Grupo FCA do Brasil (Fiat Crysler Automobiles) trocou de comando. Stefan Ketter, brasileiro que estava na liderança da empresa para a América Latina desde 2015, deixou em março o posto que agora passa a ser ocupado pelo engenheiro italiano Antonio Filosa, 44.

Nesta quinta-feira (10), o novo chefão se encontrou com jornalistas para um bate-papo no escritório da empresa em São Paulo. Revelou que planos globais da FCA serão divulgados na segunda metade de junho, durante o último discurso do CEO global da marca, Sergio Marchionne (que se aposenta no final deste ano), e que entre esses planos há novidades para nosso mercado.

Além disso, Filosa disse que entre suas metas está a liderança de mercado nacional em 2018 envolvendo toda a marca FCA (aliança que envolve as marcas Fiat, Jeep, Chrysler, RAM, Dodge e Mopar no Brasil) e retomada da liderança nacional de produtos da Fiat em 2020.

O executivo ainda explicou que seu planejamento como CEO para o Brasil está diretamente ligado ao programa Rota 2030 -- que deve ser revelado nos próximos dias --, mas que detalhes e especificações, por questões de confiabilidade, só poderão ser divulgados após o discurso de Marchionne.

Veja mais

+Volks abre "pacotão" de novidades até 2020
+Quer negociar hatches, sedãs e SUVs? Use a Tabela Fipe

+Inscreva-se no canal de UOL Carros no Youtube
+Instagram oficial de UOL Carros
+Siga UOL Carros no Twitter

Mas quais são essas novidades?

A primeira delas envolve o Uno, carro que atualmente ocupa a categoria logo acima do segmento de entrada, onde está o Mobi. Segundo Filosa, "o Uno tem espaço para continuar sendo vendido".

Dessa forma, é de se esperar que o nome seja mantido no modelo que a marca prepara para o ano que vem.

Sim, o Uno deve receber uma nova geração em 2019 (possivelmente já como modelo 2020), que deverá utilizar a plataforma MP1 do Argo e ser equipada com motores mais modernos da linha Firefly (1.0 e 1.3), com turbo. O site alemão motor-talk foi uma das mídias a revelar a novidade nesta semana.

Dessa forma, essa atualização e completaria a nova gama de produtos da Fiat sem considerar comerciais leves (picapes e SUVs), com Mobi, Argo e Cronos ao seu lado. Para se ter ideia, esse trio seria diretamente rival à tríade up!, Gol e Polo, da Volkswagen.

Além disso, o Argo pode ganhar uma derivação aventureira, tal qual Chevrolet Onix Activ e Renault Sandero Stepway, que está nos planos para surgir no Salão do Automóvel de São Paulo, em novembro.

Uma nova geração para a pequena Strada também é estudada, conforme já relatado por UOL Carros, feita sobre a base do Argo em Betim (MG).

Divulgação
Fiat Uno deve mudar em 2019 e, como linha 2020, estrear família de motores Firefly turbo Imagem: Divulgação

Tem mais

Filosa também fez questão de destacar os resultados da Jeep no Brasil. Atualmente, o Compass lidera o segmento de SUVs médios, enquanto o Renegade briga pelo pódio uma categoria abaixo, entre SUVs compactos.

Justamente por isso, o executivo confirmou que enxerga espaço para que novos modelos podem ser lançados por aqui, confirmando reportagem de UOL Carros que fala sobre o "mini-SUV" da Jeep, a ser lançado entre 2021 e 2022.

A picape RAM 1500 é outra que faz parte do plano que será anunciado em junho, embora esta não tenha pressa para desenvolvimento no Brasil. Ela pode ser feita em Goiana (de onde também saem Jeep Renegade e Compass, além da picape Toro) e ajudaria a fabricante a atingir a capacidade máxima de 250 mil unidades ao ano.

Fontes apontam que se trata de um modelo de porte parecido com o de Chevrolet S10, Toyota Hilux, Nissan Frontier e Renault Alaskan, entre outras. Motorização pode contar com uma opção flex -- o 2.4 TigerShark cumpriria bem a função, desde que recalibrado para ser mais forte -- e outra a diesel.

Divulgação
Mini-SUV da Jeep seria posicionado "entre Argo aventureiro e Renegade" para disputar clientes com Honda WR-V e outros crossovers dessa categoria que serão lançados nos próximos anos Imagem: Divulgação

Mais Testes e lançamentos