Topo

Segredos automotivos

Toyota revela Yaris hatch e sedã juntos no Brasil em junho; motor será 1.5

Fernando Calmon e Leonardo Felix

Do UOL, em São Paulo (SP)

02/05/2018 14h41Atualizada em 02/05/2018 18h58

Marca ainda "esconde" chegada do três-volumes para não afetar vendas do Corolla; preços serão próximos a Polo e Virtus

A família Yaris -- baseada no projeto asiático, e não no modelo homônimo oferecido nos Estados Unidos e na Europa -- está muito perto de aportar no Brasil. Conforme UOL Carros revelou em janeiro deste ano, apresentação ao mercado brasileiro ocorrerá em junho.

Produção em Sorocaba (SP) já começou. A fábrica recebeu investimento de R$ 1 bilhão para criar a linha de montagem do modelo e, nesta semana, anunciou a contratação de 740 funcionários para iniciar um terceiro turno de operações. Volume produtivo será ampliado de 108 mil para 160 mil veículos/ano.

Até aí tudo parece dentro do cronograma já divulgado pela marca. O que a fabricante não contou é que o Yaris sedã, antes apontado para aparecer só no fim do ano, será apresentado junto com o hatch.

Veja mais

Novo Corolla já é real; veja o que hatch entrega do sedã
Quer negociar hatches, sedãs e SUVs? Use a Tabela Fipe
Inscreva-se no canal de UOL Carros no Youtube
Instagram oficial de UOL Carros
Siga UOL Carros no Twitter

Estratégia igual em todo o mundo

Nossa reportagem apurou que a divisão brasileira manterá a política sugerida pela matriz de revelar de uma só vez as diferentes derivações de uma mesma família. Chegada efetiva às lojas será, esta sim, separada. Enquanto o hatch começará a ser vendido em julho, o três-volumes deve estar efetivamente nas concessionárias cerca de 30 dias depois.

Mas por que a Toyota fez de tudo para mostrar só o hatch e "esconder" o sedã? Para não afetar as vendas do Corolla, segundo informaram fontes a UOL Carros. O temor é que clientes do sedã médio, principalmente das versões mais baratas, deixassem de comprá-lo a fim de esperar o primo menor (em sua versão de topo).

Enquanto os dois Yaris não chegam, flagras de protótipos das duas configurações pintam quase que diariamente e praticamente sem camuflagem. Duas unidades foram fotografadas pelos leitores Wilson Diogo Junior e Juares  Bianco. A primeira imagem, logo abaixo, mostra um hatch andando justamente em Sorocaba, pertinho da fábrica da empresa. A segunda, registrada perto de Jundiaí, é do sedã.

Wilson Diogo Junior/UOL
Toyota Yaris aparece quase "nu" neste flagra feito por Wilson Diogo Junior em Sorocaba Imagem: Wilson Diogo Junior/UOL

Preços: Polo e Virtus são os exemplos

Volkswagen Polo e Virtus são os modelos usados como referência pela Toyota para posicionar a dupla Yaris no mercado brasileiro. A marca japonesa quer provocar o mesmo "frisson" que a concorrente alemã obteve com seus novos compactos de dois e três-volumes.

Por isso a faixa de preços será bastante similar: entre R$ 55 mil e R$ 75 mil para a carroceria hatchback -- se desconsiderarmos a configuração 1.0 MPI do Polo, já que o Yaris não contará com motor dessa mesma capacidade cúbica -- e entre R$ 60 mil e R$ 85 mil para o sedã.

Com isso, o Yaris sedã ocupará a lacuna deixada pelo extinto Corolla GLi Tecido, versão destinada a clientes PCD descontinuada há alguns meses.

Juares Bianco/UOL
Flagra do Toyota Yaris sedã feita pelo leitor Juares Bianco na rodovia dos Bandeirantes Imagem: Juares Bianco/UOL

Especificações: mais para Argo e Cronos 

A fabricante se dará o luxo de alcançar tais etiquetas mais pela excelente reputação que possui do que por qualquer outra coisa, visto que na verdade o Yaris não é um projeto tão sofisticado quanto Polo e Virtus -- construídos a partir da matriz modular MQB.

Plataforma, denominada "B", ocupa espaço intermediário entre as bases do Etios e de nosso atual Corolla. Tecnologicamente poderia ser mais corretamente relacionada àquilo que a Fiat praticou com a dupla Argo e Cronos, uma forte atualização da base do Punto.

Nossa reportagem obteve de fontes a informação de que o motor utilizado será o 1.5 flex do Etios, porém com calibração diferente para atingir índices superiores de potência e torque -- assim, o duo ficará diretamente equiparado aos Honda Fit e City nesse quesito.

Tanto que outros 130 funcionários foram contratados para trabalhar na fábrica de motores de Porto Feliz (SP), onde a unidade 4-cilindros de 1,5 litro é montada. Já o propulsor 1.8 do Corolla, importado, não deve pintar na gama, até porque tende a ser retirado do portfólio do próprio sedã médio quando este trocar de geração, entre 2020 e 21.

Câmbio será manual de seis marchas ou automático. A grande dúvida é: vão usar o velho AT4 do Etios ou o CVT (continuamente variável) do atual Corolla? Se tivéssemos de apostar nossas fichas, seria na segunda opção, já que há planos de padronizar o uso de uma mesma caixa automática em toda a gama em um futuro não tão distante.

A Toyota também guarda segredo quanto às dimensões do Yaris, mas UOL Carros pode afirmar que a divisão brasileira seguirá à risca o projeto tailandês. Ou seja, tanto hatch quanto sedã terão 2,55 metros de entre-eixos, diferentemente do que ocorre com o Etios (em que derivação com bumbum possui 9 cm extras nesse quesito).

São 3 cm a mais do que Argo e Cronos, 2 cm acima de Fit e apenas 1 cm a menos que o Polo. Só que o sedã ficará devendo 5 cm ao City e 10 cm ao Virtus.

Na Ásia o volume declarado de porta-malas é de 280 ou 476 litros, a depender da carroceria, números que não empolgam tanto em relação ao que a concorrência oferece no Brasil. O próprio Etios Sedan, por exemplo, possui 562 litros.

Por outro lado, pacote de equipamentos conta com a notável presença de sete airbags (dois frontais, dois laterais, dois de cortina e um de joelhos para o motorista) como itens de série.

Mande flagras por e-mail ou no nosso novo WhatsApp

Se você fotografar ou filmar um carro diferente e/ou camuflado, envie para UOL Carros, com seu nome completo, RG e/ou CPF, telefone, cidade de residência e local do flagra. A critério da Redação, elas podem ser publicadas, sempre com o devido crédito ao autor. Não há remuneração.

UOL Carros também usa o WhatsApp como forma de receber suas imagens: basta adicionar o +55 11 9-7670-4028. Segue válida a forma por e-mail uolcarros@uol.com.br.

Mais Segredos automotivos