Topo

Testes e lançamentos

Range Rover ganha equipamentos de Velar e até versão híbrida; veja preços

André Deliberato

Do UOL, em Porto Feliz

20/04/2018 11h00

Range Rover Sport parte de R$ 440 mil; Range Rover, dos R$ 615 mil

Nova grade em formato de colmeia, faróis, para-choque e novas saídas de ar no capô na dianteira. Atrás, lanternas com LED, mudança na parte de baixo do para-choque e spoiler inédito. Lateralmente, novas rodas de 21 polegadas. Essas são as mudanças externas da família Range Rover (o padrão, nas versões Vogue e Autobiography; e o Sport).

Por dentro, o carro ganha tela tátil no console (formando um painel com duas telas, sendo uma na parte superior e outra logo acima da alavanca de câmbio), conexão para telefones via Bluetooth (porém sem AndroidAuto e/ou Apple Carplay), quadro de instrumentos digital personalizável, geladeira no compartimento central entre os bancos dianteiros, teto solar comandado por gestos, som Meridian de última geração e novos bancos, além de outros equipamentos.

Veja mais

Avaliação: BMW X2 é bonito, espaçoso e bom de guiar; mas e daí?
Quer negociar hatches, sedãs e SUVs? Use a Tabela Fipe

Inscreva-se no canal de UOL Carros no Youtube
Instagram oficial de UOL Carros
Siga UOL Carros no Twitter

Os preços

Na prática, as mudanças apenas servem para rejuvenescer o visual do modelo mais nobre da família Range Rover, alinhando-o ao restante da linha. Todas são inspiradas nas linhas do Velar, a nova referência de design para a Land Rover. É a famosa re-estilização de meia vida, como costumamos dizer, que a Land Rover estreia nesta sexta-feira (20) no Brasil. Estes são os valores: 

+ Range Rover Sport SDV6 SE Turbodiesel: R$ 440.211
+ Range Rover Sport SDV6  HSE Turbodiesel: R$ 488.229
+ Range Rover Sport V8  SVR  Supercharged gasolina: R$ 739.600

+ Range Rover Vogue 3.0 Turbodiesel: R$ 614.819
+ Range Rover Vogue 4.4 SE Turbodiesel: R$ 718.614
+ Range Rover Autobiography 4.4 Turbodiesel: R$ 757.114
+ Range Rover Autobiography 5.0 V8 gasolina: R$ 790.114

Essas sete versões são as configurações de base. Como ocorre com o Velar e com o Jaguar E-Pace, é possível configurar uma unidade da maneira que quiser no configurador do site. O novo Range Rover começa a ser faturado agora, em abril, e tem as primeiras entregas programadas para o início de maio -- apenas nas versões a diesel; as configurações com motor a gasolina chegam somente no segundo semestre.

A linha de motores V6 turbodiesel pode ter três calibrações diferentes -- 258 cavalos (3 litros), 306 cv e 339 cv (4,4 litros). Já os motores V8 a gasolina podem ter 525 cv e 575 cavalos (este último, da configuração SVR Sport, ganhou 25 cv se comparado ao modelo anterior).

O câmbio, em qualquer configuração, é sempre automático de oito marchas, bem como o sistema de tração 4x4 Terrain Response 2, de última geração.

Nick Dimbleby/Divulgação
Percebeu as mudanças? Grosso das alterações está no nível interno de equipamentos Imagem: Nick Dimbleby/Divulgação

Vai ter híbrido

Além disso, a marca também passará a oferecer uma versão híbrida plug-In (baterias podem ser carregadas na tomada), com motor quatro-cilindros 2.0 Ingenium de 300 cv aliado a um motor elétrico de 104 cv para qualquer uma das carrocerias. Trata-se da primeira configuração híbrida da Land Rover no Brasil, capaz de rodar até 51 quilômetros no modo puramente elétrico.

Preço ainda não está definido, mas segundo Vinícius Frata, gerente de produtos da empresa, o plano é colocar a variante eletrificada no mercado brasileiro antes do Salão do Automóvel de São Paulo, que acontece em novembro.

Será preciso, porém, "estimular" o comprador. A ideia da fabricante é começar a introduzir desde já na cabeça dos clientes da marca, com eventos ao longo do ano, os planos sobre eletrificação da empresa, a fim de explicar aos consumidores como funciona e o quão confiável é a tecnologia.

UOL Carros guia o novo Range Rover nos próximos dias e traz suas impressões ao dirigir e fotos exclusivas oportunamente.

Mais Testes e lançamentos