Topo

Segredos automotivos

Chevrolet Spin 2019 aparece com camuflagem leve e lanternas de Cobalt

Vitor Matsubara/UOL
Faróis e lanternas terão formato mais horizontal Imagem: Vitor Matsubara/UOL

Vitor Matsubara

Do UOL, em São Paulo (SP)

01/03/2018 04h00

Monovolume estreia em maio com design inspirado nos modelos mais recentes da marca

Enquanto não inicia a produção de novos modelos em São Caetano do Sul (frutos de um investimento de R$ 1,2 bilhão para ampliação e modernização da fábrica paulista), a Chevrolet se prepara para lançar o novo Spin em maio.

Conforme antecipado por nossa reportagem na semana passada, o monovolume terá como grande destaque a estreia de uma tecnologia "tricombustível" no motor 1.8 SPE/4, que permitirá a utilização de gasolina brasileira, gasolina argentina e etanol sem adaptações.

UOL Carros flagrou uma unidade em testes no ABC Paulista, região metropolitana onde fica a fábrica da GM. O carro já roda com uma leve camuflagem estilo "xadrez", dispensando o pesado disfarce da fase inicial de testes.

Vitor Matsubara/UOL
Espaço para placa saiu do para-choque para a tampa traseira Imagem: Vitor Matsubara/UOL
Esta será a primeira reestilização desde o lançamento da minivan, em 2012. Mudam faróis, grade frontal, para-choques e lanternas.

Na frente, o conjunto óptico terá uma grade mais larga, adotada nos modelos mais recentes da marca, como os novos Onix e Prisma e o repaginado Cobalt. Deste último, aliás, virá também a inspiração para o desenho das lanternas, embora as peças pareçam ainda mais horizontais. O espaço para a placa subirá do para-choque para a tampa do porta-malas.

Veja mais

+ GM planeja SUV abaixo do Tracker; Montana terá substituta
Inscreva-se no canal de UOL Carros no Youtube

Instagram de UOL Carros
Siga UOL Carros no Twitter
Quer negociar hatches, sedãs e SUVs? Use a Tabela Fipe

Igual lá como cá

O Spin será o primeiro modelo Chevrolet idêntico para os mercados de Brasil e Argentina. Motor será o velho conhecido 1.8 SPE/4 Eco (antigamente chamado de EconoFlex), mas sua central eletrônica agora funcionará com qualquer gasolina ou mistura de gasolina e etanol oficiais, seja no Brasil ou em qualquer país do Mercosul -- notadamente a Argentina, destino prioritário em termos de exportação.

Por trás da padronização do modelo está a redução de custos de produção e a possibilidade de ampliar a demanda na Argentina, fatores essenciais para a Chevrolet manter a liderança nos dois maiores mercados da América do Sul.

Vitor Matsubara/UOL
Modelo será rigorosamente idêntico no Brasil e Argentina Imagem: Vitor Matsubara/UOL

Mande flagras por e-mail ou no nosso novo WhatsApp

Se você fotografar ou filmar um carro diferente e/ou camuflado, envie para UOL Carros, com seu nome completo, RG e/ou CPF, telefone, cidade de residência e local do flagra. A critério da Redação, elas podem ser publicadas, sempre com o devido crédito ao autor. Não há remuneração.

UOL Carros também usa o WhatsApp como forma de receber suas imagens: basta adicionar o +55 11 9-7670-4028. Segue válida a forma por e-mail uolcarros@uol.com.br.

Mais Segredos automotivos