Topo

Testes e lançamentos

GM planeja SUV abaixo do Tracker no ABC; Montana terá substituta

Divulgação
Menor SUV da Chevrolet, Tracker ganhará companhia em breve Imagem: Divulgação

Vitor Matsubara e Leonardo Felix

Do UOL, em São Paulo (SP)

27/02/2018 04h00

Baseado em nova plataforma global, carro será lançado entre 2020 e 2021

Um inédito SUV compacto, posicionado abaixo do Tracker, deve ser o primeiro modelo fabricado pela General Motors em São Caetano do Sul (SP) a partir de uma nova plataforma global para compactos da marca, denominada GEM (de Global Emerging Markets, ou Mercados Emergentes Globais).

A fábrica recebeu um investimento de R$ 1,2 bilhão para ampliação e modernização do complexo, aumentando a capacidade produtiva do local dos atuais 250 mil unidades por ano para 330 mil veículos anuais.

UOL Carros entende que o utilitário compacto será o primeiro modelo a ser produzidos na região do ABC Paulista quando a matriz, enfim, chegar ao mercado brasileiro, pouco antes de um sedã compacto-médio que substituirá o Cobalt. Lançamentos devem ocorrer entre 2020 e 2021.

Marcos Munhoz, vice-presidente da GM do Brasil, afirmou que a nova base ajudará a montadora a "ampliar o portfólio de produtos atuais em diversos segmentos, principalmente o de SUVs". Por isso é possível inferir que o novo "suvinho" conviverá com o Tracker e será posicionado numa faixa de preços inferior.

Isso porque o Tracker foi recentemente atualizado -- no primeiro semestre de 2017 -- e utiliza atualmente apenas motorização turbo, partindo de R$ 87.590. Há, portanto, boa margem para posicionar um crossover menos refinado e com propulsão naturalmente aspirada entre a faixa de R$ 70 mil e R$ 90 mil.

Veja mais

+ Avaliação: andar no elétrico Bolt é conhecer o melhor carro da GM
Inscreva-se no canal de UOL Carros no Youtube

Instagram de UOL Carros
Siga UOL Carros no Twitter
Quer negociar hatches, sedãs e SUVs? Use a Tabela Fipe

Vai ter picape, mas não agora

Nossa reportagem também pode afirmar, conforme apuração de abril de 2017, que uma picape de porte compacto faz parte da lista de produtos a serem desenvolvidos sobre a base GEM, a fim de substituir a Montana.

Entretanto, o vice-presidente da GM do Brasil descartou o lançamento do modelo em curto prazo. Pode-se depreender, assim, que este modelo ficará para a segunda fase de lançamentos, provavelmente entre 2022 e 23.

Até lá a atual Montana segue normalmente em linha, muito provavelmente sem receber atualizações. Lançada em 2010, a segunda geração deriva do finado Agile e até agora não foi remodelada. O executivo justifica que o produto é oferecido "em um nicho de trabalho, onde qualquer atualização implica em aumento de preço".

Ou seja: mudança mesmo, só com a chegada da terceira geração, cujo caminho mais lógico seria torná-la derivada de Onix e Prisma II -- ou, quem sabe, torná-la "irmã" do próprio "suvinho", seguindo o mesmo caminho da Duster Oroch.

Munhoz negou ainda qualquer possibilidade de a GM produzir uma terceira picape, com porte de Fiat Toro e posicionada entre Montana e S10.

Divulgação
Lançada em 2010, a veterana Montana não mudará tão cedo... Imagem: Divulgação

Subcompacto? Não, obrigado

O vice-presidente também afirmou que a fabricante não tem planos de criar um subcompacto nos moldes de Fiat Mobi e Renault Kwid. O segmento seria pouco atrativo, pois a marca considera "difícil ter sucesso em uma categoria abaixo do Onix".

Uma das alternativas, então, seria manter o Onix antigo em produção, sendo vendido como modelo de entrada da marca.

Mande flagras por e-mail ou no nosso novo WhatsApp

Se você fotografar ou filmar um carro diferente e/ou camuflado, envie para UOL Carros, com seu nome completo, RG e/ou CPF, telefone, cidade de residência e local do flagra. A critério da Redação, elas podem ser publicadas, sempre com o devido crédito ao autor. Não há remuneração.

UOL Carros também usa o WhatsApp como forma de receber suas imagens: basta adicionar o +55 11 9-7670-4028. Segue válida a forma por e-mail uolcarros@uol.com.br.

Mais Testes e lançamentos