Topo

Cultura do carro

Chefão de design da Jeep usa um... Jeep e vira herói após acidente nos EUA

Mario Tama/Getty Images/AFP
Ralph Gilles: criador do Viper 2, do 300C, do atual Cherokee e Grand Cherokee... e herói nas horas vagas Imagem: Mario Tama/Getty Images/AFP

Rodrigo Mora

Colaboração para o UOL, em São Paulo (SP)

26/02/2018 16h29

Executivo usou guincho do utilitário e livrou vítimas de colisão

Um Ford Fiesta numa mão, na outra um Ford Edge fora de controle. Essa cena ocorreu no último dia 18, em Addison Township, a cerca de uma hora de Detroit, nos EUA. Bêbado, o motorista do Edge invadiu a pista contrária, acertou o Fiesta e os dois se espalharam na estrada. Na sequência, uma mulher guiando um Buick LeSabre, que avistou o acidente em cima da hora, abalroou o Edge, que começou a pegar fogo.

Um quarto motorista, que presenciara o evento de alguma distância, encostou para ajudar os feridos. Os ocupantes do Fiesta estavam presos nas ferragens; ao lado, o Edge pegava fogo. O tal motorista, que viajava junto com  a mulher, não teve dúvida: "Tenho um Jeep, que tem um reboque no para-choque. Acho que consigo fazer isso", relembrou Ralph Gilles ao jornal local "Oxford Leader" na edição deste final de semana.

Não passaria de um relato de acidente qualquer não fosse o dono do Jeep ninguém menos que o chefe de design da FCA (Fiat-Chrysler), aliança dona da...Jeep! Resumindo: Ralph Gilles, chefão de estilo também da Jeep, usou um Jeep Wrangler para salvar duas pessoas, enquanto sua mulher ligava para o 911. 

Com isso se transformou (outra vez) numa espécie de herói para a imprensa americana -- dezenas de veículos reproduziram a história durante todo o final de semana e ainda nesta segunda. Nós mesmos estamos recontando o feito neste momento. Detalhe extra: a mulher de Gilles também filmou parte da ação, que foi postada na conta pessoal do designer no Instagram (que reproduzimos acima); o vídeo tem mais de 16 mil visualizações até o momento.

Veja mais

Fiat Cronos "completaço" custa R$ 82.330
Quer negociar hatches, sedãs e SUVs? Use a Tabela Fipe

Inscreva-se no canal de UOL Carros no Youtube
Instagram oficial de UOL Carros
Siga UOL Carros no Twitter

"Tudo no que eu poderia pensar era naquelas duas pessoas dentro do Fiesta. Felizmente, tínhamos um Jeep naquela noite. Acionei a tração 4x4 e tudo funcionou perfeitamente", afirmou Gilles em outro trecho da reportagem.

"O cara fez uma coisa bem heroica. Poderia ter sido pior", respondeu o chefe do Corpo de Bombeiros ao jornal norte-americano. De acordo com a polícia local, o motorista do Edge estava sob efeito de álcool e responderá à acusação pela morte de Misty Considine, 57, que era passageira do Fiesta e não resistiu aos ferimentos do acidente. 

"É importante parar [sempre que há um acidente]. É meio que você deveria fazer", aconselhou Gilles. "Toda vez que vejo algo assim, sempre pelo menos pergunto se eles precisam de ajuda", concluiu.

Reprodução
Vídeo publicado no Instagram de Ralph Gilles mostra local do acidente Imagem: Reprodução

A primeira vez

Gilles já havia sido tratado como herói pela imprensa norte-americana em abril de 2012 -- na ocasião, pelos especialistas em carros: seu primeiro feito havia sido trazer de volta à vida o supercarro Viper, naquele que talvez seja sua maior ação à frente do centro de estilo da gigante automotiva. O sucesso feito pelo segundo Viper foi tamanho, que Gilles acabou sendo nomeado presidente da divisão esportiva da Chrysler, a SRT... ainda que o projeto tenha durado apenas alguns anos.

Funcionário da Chrysler desde 1998, onde chegou após enviar um croqui para atualização de um dos SUVs da marca, Gilles acabou tendo como primeiro grande feito criar o sedã grande Chrysler 300C. Uma coisa parece certa: Ralph Gilles parece entender mesmo dos produtos da FCA, sobretudo os da porção americana (Chrysler, Jeep, Dodge, Ram e SRT). 

NÓS ANDAMOS COM O NOVO JEEP DE RALPH GILLES

UOL Carros

Mais Cultura do carro