Topo

Segredos automotivos

Chefão da FCA dá aval e Brasil terá novos Uno e Strada e "mini-SUV" da Jeep

CarWale
Projetistas do CarWale, um dos maiores sites automotivos da Índia, já esboçaram em sketches como seria o "baby-Renegade" Imagem: CarWale

Leonardo Felix<br>André Deliberato

Do UOL, em São Paulo (SP)

26/01/2018 14h03

Três modelos inéditos devem chegar ao Brasil entre 2020 e 2021

Dezembro de 2017. Após muita expectativa por parte dos executivos brasileiros -- afinal, os tempos são de vacas magras e há incertezas sobre o poder financeiro do grupo para investir --, a matriz do grupo FCA (Fiat Chrysler Automobiles) enfim deu o aviso pelo qual todos ansiavam: o diretor-executivo do grupo, Sergio Marchionne, aprovou o desenvolvimento de uma série de novos projetos para o Brasil.

Por razões óbvias, o cronograma de futuros produtos vem sendo guardado a sete chaves pela fabricante, mas UOL Carros conseguiu apurar junto a fontes ligadas à marca três dos projetos presentes na lista.

AFP PHOTO / Marco BERTORELLO
Sergio Marchionne, chefão mundial da FCA, teria aprovado novos projetos para o Brasil Imagem: AFP PHOTO / Marco BERTORELLO

Mini Jeep

O primeiro, e talvez mais importante, é um crossover (ou "mini-SUV") a ser lançado entre 2021 e 2022. Havia dúvidas sobre se ele levaria na carroceria a insígnia Fiat ou Jeep, mas fontes consultadas por nossa reportagem garantem que o grupo decidiu manter o posicionamento estratégico de lançar todos os utilitários esportivos sob o guarda-chuva da Jeep.

Produção pode acontecer em Goiana (PE), onde já são fabricados os outros dois SUVs brasileiros da marca "lameira" -- Renegade e Compass --, além da picape Fiat Toro; ou mesmo em Betim (MG), de onde sai o Argo.

Plataforma, aliás, será uma derivação da base MP1 do hatch, sendo que esta, na verdade, é uma atualização da matriz SCCS do Punto, e que também serve de base para os três modelos feitos em Pernambuco. Ou seja: compartilhamento de componentes não será problema.

Espera-se que o "mini Jeep" também seja lançado no mercado europeu, a partir da plataforma do Fiat Panda -- outra derivação da matriz do velho Punto. No Brasil, motorização deve contar com a futura família de motores FireFly turbo (com variantes de 1 e 1,3 litro), para brigar a contento com Honda WR-V e o futuro crossover de mesmo porte que a Volkswagen desenvolve a partir da matriz MQB do Polo para lançar até 2021.

Veja mais:

Cronos será parecido, mas não igual ao Argo
Quer negociar hatches, sedãs e SUVs? Use a Tabela Fipe

Inscreva-se no canal de UOL Carros no Youtube
Instagram oficial de UOL Carros
Siga UOL Carros no Twitter

Nova Strada

Também recebeu aval de Marchionne a segunda geração da Strada, que vinha sendo "guardada na geladeira" desde o fim de 2015. Conhecido internamente como X6P, o projeto deve utilizar dianteira semelhante à do Argo e, mais uma vez, fará marcação cerrada sobre a Volkswagen -- montadora alemã já prepara uma picape a partir da plataforma MQB do Polo (que se receber o nome "Saveiro" será tratada como quarta geração do modelo), que terá dimensões maiores que a atual, que é baseada no Gol.

Desenvolvimento terá de ser apressado, pois a "nova Saveiro" chega no fim de 2019 e, além disso, Brasil vai proibir o lançamento de projetos desprovidos de controle eletrônico de estabilidade a partir de 2020. Ou seja: "esticar" a vida da já veterana Strada atual, baseada no Palio dos anos 1990, será inviável. Nossa reportagem aposta em lançamento no primeiro semestre de 2020.

Produção será em Betim (MG) e conjuntos mecânicos devem ser formados pelos motores 1.3 FireFly aspirado (com câmbio manual ou automatizado GSR, ambos de cinco marchas) e 1.8 E-torq (manual de cinco ou automático convencional de seis velocidades). Ainda não está confirmado se o modelo manterá o nome "Strada", mas o mais provável é que sim.

Novo Uno

Este projeto, na verdade, já havia sido aprovado antes de dezembro: trata-se da terceira geração do Uno, também utilizando a plataforma MP1 do Argo e sendo montado no complexo de Minas Gerais.

Segundo o site Autos Segredos, do "segredeiro" Marlos Ney Vidal, Uno 3 será lançado no fim de 2020, com estreia oficial no Salão de São Paulo daquele ano, sendo reposicionado de forma mais clara entre o Mobi e o Argo. Seria ele o modelo responsável por estrear a derivação sobrealimentada dos motores FireFly, com a configuração 1.0 turbinada de 115 cv. Motores 1.0 e 1.3 FireFly aspirados também devem ser usados na gama.

Mande flagras por e-mail ou no nosso novo WhatsApp

Se você fotografar ou filmar um carro diferente e/ou camuflado, envie para UOL Carros, com seu nome completo, RG e/ou CPF, telefone, cidade de residência e local do flagra. A critério da Redação, elas podem ser publicadas, sempre com o devido crédito ao autor. Não há remuneração.

UOL Carros também usa o WhatsApp como forma de receber suas imagens: basta adicionar o +55 11 9-7670-4028. Segue válida a forma por e-mail uolcarros@uol.com.br.

Mais Segredos automotivos