Topo

Segredos automotivos

Fiat Cronos será bem parecido, mas não igual ao Argo; veja diferenças

Murilo Góes/Divulgação/Arte UOL
Fiat Argo (à esquerda) e Cronos (à direita): cara é quase a mesma, mas grade, para-choque e rodas são diferentes Imagem: Murilo Góes/Divulgação/Arte UOL

Leonardo Felix

Do UOL, em São Paulo (SP)

05/01/2018 04h00

Veja detalhes sobre como ficará o sedã que a marca italiana lançará no Brasil em fevereiro, entre R$ 58 mil e R$ 80 mil

Pressionada pelo furor que o futuro rival Virtus causou no final do ano passado -- a Volkswagen não quis esconder nada e apresentou o sedã derivado do Polo por inteiro em novembro -- a Fiat vai aos poucos revelando como ficará o Cronos, sedã compacto-médio que nascerá da costela do Argo e será vendido no Brasil a partir de fevereiro, importado da Argentina.

Se, também em novembro -- mais precisamente uma semana após a world première do Virtus. Coincidência, não? --, a marca divulgou as primeiras imagens oficiais do exterior do modelo, no fim de dezembro foi a vez de soltar fotografias da cabine.

Com essas amostras, mais informações apuradas junto a fontes, UOL Carros preparou um pequeno dossiê em cinco tópicos apontando as diferenças que o substituto do Grand Siena terá para o Argo (além do nome, é claro). Confira:

Veja mais

+ Rival Virtus chega em janeiro. Veja como ele será
+ Argo 1.3 Drive GSR é bom, mas o câmbio... 
+ Argo 1.8 Precision é versão com melhor custo-benefício
+ Relembre trajetória do Palio, que está para aposentar

Fique de olho: 150 mil Argo, Uno e Mobi estão em recall
Quer negociar hatches, sedãs e SUVs? Use a Tabela Fipe
Inscreva-se no canal de UOL Carros no Youtube
Instagram oficial de UOL Carros
Siga UOL Carros no Twitter

1. Carroceria

Assim como o Virtus em relação ao Polo, o Cronos terá entre-eixos alongado no comparativo com o Argo. Só que, no caso da Fiat, a diferença deve ser mais comedida que os 9 cm que separam os modelos da Volkswagen. Segundo o site Autos Segredos, a medida do Cronos será próxima a 2,57 metros, portanto 5 cm acima do Argo e 8 cm abaixo do Virtus.

Com isso, o novo três-volumes da Fiat terá diversas distinções ante o hatch da coluna B para trás: portas laterais traseiras esticadas e projetadas para oferecer ângulo de abertura mais generoso; caimento fluido do teto, seguindo a tendência de “sedãs acupezados” que vem se espalhando pelo mercado; existência de um terceiro volume (óbvio), a fim de oferecer um generoso porta-malas com cerca de 530 litros.

Divulgação/Murilo Góes/Arte UOL
Na parte traseira há mais diferenças além do óbvio acréscimo de "bumbum" Imagem: Divulgação/Murilo Góes/Arte UOL

2. Estilo

Diferentemente do Virtus, que replicará a mesmíssima face do Polo, o Cronos terá visual levemente modificado para se descolar do Argo e apresentar um ar mais “elegante”. Na parte dianteira a grade ostenta um friso cromado que reparte a peça horizontalmente em duas, deixando as divisórias (em forma de ondas, e não de colmeias, como no hatch) em segundo plano. Já o para-choque utiliza tomada de ar mais afilada e também acompanhada por filete cromado, reposicionando os faróis de neblina alguns centímetros para cima.

Chegando ao terceiro volume o sedã trará vincos mais bem delineados nos paralamas, ressaltando as lanternas. Estas não escondem a referência a sedãs alemães da própria Volkswagen e da Audi, apesar de também receberem uma pitada de Ford e de Alfa Romeo. Tampa do porta-malas e para-choque traseiro usam bastantes degraus e traços horizontais, a fim de aumentar a sensação de largura. Nas imagens reveladas as rodas também têm desenho distinto (e mais conservador) que as do Argo.

3. Acabamento interno

As fotos da cabine revelam um padrão de acabamento praticamente idêntico ao do Argo, mas é possível perceber que existirão pequenas diferenças. No painel da versão mostrada (provavelmente a de topo Precision), o Cronos traz uma faixa em tom vinho bastante discreto, enquanto o Argo usa os mais chamativos prata fosco (Drive e Precision) e vermelho (HGT). Maçanetas recebem tratamento em cromo acetinado, enquanto revestimentos dos bancos, seja em tecido ou couro, terão estilização própria.

Divulgação/Murilo Góes/Arte UOL
Acima o painel do Cronos. Abaixom o do Argo. Consegue notar o que muda entre eles? Imagem: Divulgação/Murilo Góes/Arte UOL

4. Mecânica

Tal qual o Virtus, o Cronos vai rejeitar o motor “milzinho” aspirado do Argo de entrada e será oferecido apenas em duas configurações de motor: 1.3 Firefly 4-cilindros flex (101/109 cv e 13,7/14,2 kgfm com gasolina/etanol, sendo duas válvulas por cilindro), gerenciado por câmbio manual ou GSR (automatizado monoembragem), ambos de cinco marchas; ou 1.8 eTorq (135/139 cv e 18,8/19,3 kgfm, sendo 16V), acoplado a caixa manual de cinco ou automática (com conversor de torque) de seis velocidades.

Suspensões possuirão a mesma arquitetura do Argo – McPherson no eixo dianteiro e eixo de torção no traseiro --, porém recalibradas para entregar um rodar mais macio e confortável que o do dois-volumes. De resto, as soluções serão as mesmas, incluindo direção eletricamente assista e sistema de freios com tambores nas rodas traseiras. Peso deve ficar entre 1.200 e 1.300 kg a depender da versão.

5. Posicionamento e faixa de preço

A Fiat deve replicar o mesmo pacote de equipamentos do Argo 1.3 Drive e 1.8 Precision na gama do Cronos, com preços que devem ficar entre R$ 58 mil e R$ 75 mil, chegando perto de R$ 80 mil se aplicados todos os opcionais.

 

ID: {{comments.info.id}}
URL: {{comments.info.url}}

Ocorreu um erro ao carregar os comentários.

Por favor, tente novamente mais tarde.

{{comments.total}} Comentário

{{comments.total}} Comentários

Seja o primeiro a comentar

{{subtitle}}

Essa discussão está encerrada

Não é possivel enviar novos comentários.

{{user.alternativeText}}
Avaliar:
 

* Ao comentar você concorda com os termos de uso. Os comentários não representam a opinião do portal, a responsabilidade é do autor da mensagem. Leia os termos de uso

Escolha do editor

{{ user.alternativeText }}
Escolha do editor

Mais Segredos automotivos