Mobilidade

Mercedes: nova Sprinter fará entregas inteligentes de comida e "Uber Pool"

Ricardo Ribeiro

Colaboração para o UOL, em Stuttgart (Alemanha)

30/12/2017 04h00

Chamada de "Van do futuro", nova geração do modelo terá ar de três zonas para não estragar comida e vai oferecer viagens compartilhadas

Cada vez mais pessoas aprovam a comodidade de fazer compras pela internet e receber os produtos em casa. O número de entregas em todo o mundo passou de 44 bilhões em 2014 para 65 bilhões em 2016 -- em dois anos, aumento de 48%.

Mercados e supermercados são o próximo degrau dessa alta. Apenas 1% da população da Alemanha, por exemplo, faz compras online em supermercado. No Brasil, essas taxas são ainda menores, mas empresas do setor esperam crescimento na faixa dos 15% até 2020.

"O grande desafio de um veículo para este trabalho é conseguir manter a refrigeração em diferentes níveis de temperatura", ressalta Peter Schrörter, da área de Grocery Solutions da Mercedes-Benz.

Por exemplo, arroz, leite e lasanha: três produtos que precisam ficar em temperaturas diferentes -- respectivamente, ambiente, gelados e congelados.

Veja mais

Brasil promete "acordar" para carro elétrico em 2018"
Quer negociar hatches, sedãs e SUVs? Use a Tabela Fipe
Inscreva-se no canal de UOL Carros no Youtube
Instagram de UOL Carros
Siga UOL Carros no Twitter

Nova Sprinter vem para isso

Desenvolver sistemas para entregas de compras de supermercado é uma das soluções desenvolvidas pela Mercedes e que estreiam com a nova geração da Sprinter, no ano que vem. Sobre o tal lance da refrigeração, no entanto, a Mercedes promete muito, mas explica pouco.

"Estamos trabalhando com vários parceiros e só poderemos dar detalhes quando estiver tudo definido. Posso garantir que ela não vai utilizar gelo seco e os equipamentos de refrigeração serão independentes do sistema de propulsão, ou seja, não irá aumentar emissões dos modelos a combustão ou reduzir a autonomia das versões elétricas”, garante Schrörter.

Pelo que UOL Carros pode ver pessoalmente, rebaixamento de 80 mm, freio de estacionamento eletrônico no painel e alavanca de câmbio atrás do volante abrirão espaço para um conjunto de prateleiras inteligentes. O acesso é feito pela dianteira e as portas têm sensor, além de a van contar com gestão de rotas conforme o horário do pedido (veja no vídeo acima).

Divulgação
Alavanca de câmbio atrás do volante abre espaço para um conjunto de prateleiras inteligentes no painel Imagem: Divulgação

Jeito diferente de enxergar

Cidades engarrafadas e mudanças nos hábitos fazem fabricantes perceberem, cada vez mais, que vender veículos não pode ser o seu único negócio. Depois de apostar em compartilhamento de veículos (primeiro com o Car2Go em algumas regiões europeias e mais recentemente com uma nova geração do smart totalmente voltada ao carsharing), a Mercedes-Benz opta por mudar o jeito como seu público enxerga e usa vans e furgões com essa terceira e totalmente nova geração da Sprinter.

O modelo parece o ideal para as novas tarefas. Desde o seu surgimento, em 1995, foram vendidas 3,3 milhões de unidades em 130 países. Dado curioso é que 22% são usadas para transporte de pessoas

Uber Pool

Outra função da nova Sprinter será oferecer caronas compartilhadas como um Uber Pool. A marca alemã fez uma joint-venture com a start-up "Via", dos EUA, para oferecer na Europa um serviço de "ride sharing on demand" (viagem compartilhada sob demanda, em inglês).

"A Mercedes vair oferecer veículos já preparados para o compartilhamento e irá agregar valor e a confiabilidade da sua imagem ao serviço", aposta Anja Schick, gerente de projeto na área de Transportes do Futuro da Mercedes.

Na prática, as pessoas vão solicitar caronas pelo celular e um programa de computador que controla a frota atribuirá outros passageiros próximos da rota durante o percurso, como já faz a Uber na categoria Pool. Só que o sistema da Mercedes promete algumas vantagens: além de bancos mais ergonômicos, mudanças no painel e motorização, toda a conectividade da nova Sprinter (como wi-fi e outros serviços a bordo) também será aplicadas.

"Sensores nos veículos vão captar as condições do tempo e redirecionar os motoristas para áreas onde a demanda seja maior. Nas versões elétricas, ao identificar baixo nível da bateria, o sistema automaticamente vai impedir o veículo de aceitar novas viagens e ainda indicar um local para recarga", explica Anja.

Divulgação
Sketch mostra como será o desenho da terceira e totalmente nova geração da van Sprinter Imagem: Divulgação

Com sede em Amsterdã (Holanda), a Via já atua nos EUA, em cidades como Nova York, Chicago e Washington, onde já acumula 1 milhão de viagens.

O serviço começa em Londres e depois será estendido para outras capitais europeias. "Estamos bem avançados e apenas aguardando a licença”, garante Anja. UOL Carros reitera que a conquista da Mercedes não é algo simples, uma vez que a própria Uber enfrenta problemas em diversas cidades, inclusive em Londres, onde a prefeitura não renovou sua licença.

A Mercedes, novamente como no caso das vans de delivery, não divulga detalhes, incluindo custos ou como será a relação com os motoristas, fator criticado na Uber. No Car2Go, o próprio cliente dirige um carro alugado por curta duração.

A marca ainda prevê que, assim como os novos sistemas da Sprinter foram trabalhados para o serviço que será oferecido com a Via, os recursos poderão ser adaptados para transporte escolar e também em aeroportos.

Divulgação
UOL Carros esteve na apresentação das novas soluções de mobilidade da Mercedes-Benz Sprinter 2018 Imagem: Divulgação

Drones

As soluções integradas das novas versões da Sprinter são derivadas do conceito Vision Van, apresentado pela Mercedes no final de 2016. No entanto, os chamativos drones do protótipo não chegarão tão cedo.

"Vai demorar alguns anos. Por enquanto, não veremos drones voando. Mas mostramos que essa entrega multimodal é possível. É o futuro", garante Volker Mornhinweg, chefe da Mercedes-Bens Vans. "Para isso ainda temos que discutir as condições prévias e a legislação em cada país", completa o executivo.

ID: {{comments.info.id}}
URL: {{comments.info.url}}

Ocorreu um erro ao carregar os comentários.

Por favor, tente novamente mais tarde.

{{comments.total}} Comentário

{{comments.total}} Comentários

Seja o primeiro a comentar

{{subtitle}}

Essa discussão está encerrada

Não é possivel enviar novos comentários.

{{ user.alternativeText }}
Avaliar:
 

* Ao comentar você concorda com os termos de uso. Os comentários não representam a opinião do portal, a responsabilidade é do autor da mensagem. Leia os termos de uso

Escolha do editor

{{ user.alternativeText }}
Escolha do editor

Mais Mobilidade

Topo