Mobilidade

Carro elétrico poderá ir de SP ao Rio sem sufoco; veja quando

Eduardo Anizelli/Folhapress
BMW fechará 2017 com 70 pontos de recarga em SP, Rio, BH e Brasília; nenhum em estradas Imagem: Eduardo Anizelli/Folhapress

Leonardo Felix

Do UOL, em São Paulo (SP)

22/12/2017 04h00

Projeto liderado pela BMW vai espalhar seis postos pela Rodovia Presidente Dutra no primeiro trimestre do ano que vem

A Rodovia Presidente Dutra (BR-116), famosa por ser o principal eixo rodoviário entre as duas maiores cidades do Brasil, São Paulo e Rio de Janeiro, vai ganhar pontos de recarga para carros elétricos no primeiro trimestre do ano que vem. A expectativa é que a estrutura seja inaugurada em março.

É mais um sinal de que o país finalmente está "se ligando" para a questão dos veículos eletrificados, cada vez mais importantes no mercado automotivo global. Por aqui até é possível encontrar (poucos) pontos de recarga em metrópoles como São Paulo, Rio de Janeiro, Brasília e Belo Horizonte, mas o item ainda é quase inexistente em rodovias interestaduais. Infelizmente, porém, trata-se de mais uma iniciativa privada, sem qualquer incentivo de esferas federal, estadual ou municipal do governo. 

Veja mais

+ Brasil promete "acordar" para carro elétrico em 2018"
+
 Quem comprou carro elétrico em SP fica sem devolução de IPVA 
Elétrico, Renault Twizy aguenta o trânsito selvagem de SP?
Caoa Chery promete fazer carro elétrico nacional até 2022
Chinesa BYD quer ser pioneira com elétrico de R$ 230 mil
VW corre atrás de rivais e promete Golf elétrico e híbrido
Quer negociar hatches, sedãs e SUVs? Use a Tabela Fipe
Inscreva-se no canal de UOL Carros no Youtube
Instagram de UOL Carros
Siga UOL Carros no Twitter

Corredor elétrico

O projeto é capitaneado pela BMW em parceria com a EDP (multinacional do setor de energia) e terá um custo total de R$ 1 milhão. O projeto foi mencionado pelo presidente da BMW no Brasil, Helder Boavida, em artigo publicado nesta semana por UOL Carros sobre a necessidade urgente de aprovação do Rota 2030 (o programa automotivo que deveria substituir o Inovar-Auto a partir de 2018) para evitar que a indústria automobilística brasileira seja sucateada -- o esboço do programa, aliás, esquece completamente da eletrificação e repassa todo e qualquer planejamento para órgãos técnicos como o Contran.

Voltando a falar dos postos de recarga: o "corredor elétrico", como é chamado pela fabricante, vai contar com seis pontos distribuídos pelo trajeto de 430 quilômetros da Dutra, sendo três em cada sentido. A marca ainda não divulgou a localização exata deles, mas garante que todos serão instalados próximos a retornos, permitindo que quem viaje no sentido contrário também tenha a opção de utilizar o serviço sem dificuldades.

Os pontos ficarão dentro de postos de serviço e, segundo a BMW, contarão com vários tipos de bocais para atender a modelos elétricos e híbridos plug-in de diferentes marcas, não apenas da BMW. Lado negativo: nesta primeira fase de projeto cada ponto terá vaga para apenas um veículo por vez.

Ainda de acordo com a montadora, o ponto de recarga será de altíssima velocidade: será possível realizar uma recarga rápida de até 80% das baterias do carro em 25 minutos, "tempo suficiente para aproveitar e tomar um cafezinho ou fazer uma refeição rápida".

Atualmente a BMW comercializa dois modelos eletrificados no Brasil: o hatch i3, que a marca diz ser 100% elétrico, mas que conta com versão tecnicamente híbrida (com motor 1.5 a gasolina acoplado, chamado de Rex, ou extensor de autonomia), além do cupê esportivo i8, um híbrido de fato. Do primeiro foram comercializadas 170 unidades em 2017, enquanto o segundo foi responsável por cerca de 30 emplacamentos.

O carro eletrificado mais vendido do Brasil neste ano, por enquanto, é o Toyota Prius, com 2.200 exemplares comercializados entre janeiro e novembro. Este, contudo, é um híbrido simples, ou seja, não precisa ser recarregado externamente.

2018 também é o ano em que o Contran (Conselho Nacional de Trânsito) promete enfim regulamentar o carro elétrico no Brasil.

 

ID: {{comments.info.id}}
URL: {{comments.info.url}}

Ocorreu um erro ao carregar os comentários.

Por favor, tente novamente mais tarde.

{{comments.total}} Comentário

{{comments.total}} Comentários

Seja o primeiro a comentar

{{subtitle}}

Essa discussão está encerrada

Não é possivel enviar novos comentários.

{{ user.alternativeText }}
Avaliar:
 

* Ao comentar você concorda com os termos de uso. Os comentários não representam a opinião do portal, a responsabilidade é do autor da mensagem. Leia os termos de uso

Escolha do editor

{{ user.alternativeText }}
Escolha do editor

Mais Mobilidade

Topo