Topo

Seu Automóvel

Abaixo-assinado quer carro antigo fora da inspeção veicular; veja história

Divulgação
Qualquer carro "velho" ou "antigo", em qualquer estado, merece ser isento de inspeção? Ou só "clássicos"? Imagem: Divulgação

Rodrigo Mora

Colaboração para o UOL, em São Paulo (SP)

13/12/2017 15h24Atualizada em 13/12/2017 18h11

Defensores de "veículos antigos" capitaneados pelo "Tiozão do Fuscão" querem derrubar inspeção nacional; autoclubes criticam mobilização e falam em desinformação

Um abaixo-assinado corre em grupos de Whatsapp nesta semana: hospedado na plataforma "Change.org", contesta a Resolução nº 716 (de 30/11/2017), que determina que Detrans estaduais executem o Programa de Inspeção Técnica Veicular até 2020, como UOL Carros noticiou na última semana. Contrário à resolução, defende que carros antigos em geral fiquem isentos antecipadamente de um programa de verificação, que sequer começou.

"Ocorreu uma grande indignação por parte proprietários de veículos antigos com mais de 20 anos, pois estes em sua grande maioria, são utilizados nos finais de semana em eventos e encontros de veículos antigos, entendemos não ser o objetivo principal desta resolução, visto que, tratar-se de veículos de uso esporádico e não contínuo, assim como, de objeto de elevado valor sentimental familiar, muitas vezes passado de pai para filho", diz o texto do abaixo-assinado.

Ele é assinado por Carlos Celso Murbach, que se autodenomina, nas redes sociais, como "Tiozão do Fusca". 

Veja mais

+ Brasil terá 13 novos equipamentos obrigatórios
O que é a placa preta automotiva e para que ela serve
Brasil terá inspeção veicular até 2020; até customizados estão na mira
Vai viajar e dirigir em países de mão inglesa? Veja dicas para não errar

Quer negociar hatches, sedãs e SUVs? Use a Tabela Fipe
Inscreva-se no canal de UOL Carros no Youtube
Instagram de UOL Carros
Siga UOL Carros no Twitter

Até esta quarta-feira (13), o abaixo-assinado somava mais de 3.700 assinaturas. Parte dos apoiadores parece desnorteada, porém. "Veículos antigos nada tem haver [SIC] com carros velhos. Preservar veículos antigos é garantir que parte da nossa história seja compreendida e respeitada", diz um deles, distinguindo bem o que é "carro velho" e "carro antigo", mas esquecendo que esses últimos estão fora do programa.

"Carro com mais de 30 anos deveria ser isento da vistoria e pagar só o licenciamento", diz outro apoiador, também esquecendo que o procedimento já existe.

De acordo com a regulamentação do Contran, a nova inspeção veicular estadual deverá verificar o estado geral de: todos os veículos de até sete passageiros a partir de três anos de uso; de veículos de passageiros com tempo de vida menor, mas que tenham sofrido acidente "com danos de média ou grande monta".

Detalhes maiores, processos e prazos para a inspeção ainda serão determinados pelo Contran e pelos Detrans estaduais.

Murbach critica o Contran: "Como você vai confiar num órgão que cria kits de primeiros socorros e faz todo mundo gastar e depois acaba com isso. O que me diz de um órgão que lança uma resolução de extintor, faz o povo gastar, e depois tira a própria obrigatoriedade?"

Murilo Góes/UOL - 24.8.2013
Kombi Luxo 1968 com placa preta: veículos "clássicos" já estão isentos de inspeções Imagem: Murilo Góes/UOL - 24.8.2013

Mas carro antigo já não é isento?

Sim, veículos "clássicos", aqueles com mínimo de 30 anos de existência e registro de carro de coleção (a famosa placa preta) já estão contemplados pelo programa. Com isso, estarão isentos da inspeção veicular estadual, quando ela vigorar. É o que explicam representantes e organizações ligadas ao antigomobilismo.

"Mesmo aqueles que estão na fila para se tornarem clássicos, com 20, 25 anos, por exemplo, e estiverem em boas condições, em tese serão aprovados na hora da inspeção", afirma Roberto Suga, presidente da FBVA (Federação Brasileira de Veículos Antigos).

"Se estiverem em condições precárias, aí sim serão barrados. Afinal, a inspeção serve para isso", complementa Suga. Ou seja, o próprio processo de certificação de um modelo clássico já serve de atestado de dispensa da inspeção. Se não passar como clássico, então é carro comum e deve ser submetido normalmente à verificação, aponta a FBVA.

Para Murbach, porém, automóveis de placa preta pouco rodam, portanto seriam pouco ou nada afetados pela inspeção. "Meu apelo é para os veículos antigos que rodam, cujos proprietários participam de encontros, sobretudo os de Fusca e derivados. Não têm o carro como bibelô", afirma.

"Questão de tecnologia"

Murbach também cita eventuais equívocos da Controlar, empresa que foi responsável pela inspeção veicular paulistana -- implantada pelo prefeito Gilberto Kassab, em 2010, e encerrada pelo sucessor Fernando Haddad em 2013 -- como justificativa para sua demanda. 

"Na época, meu Fusca era perfeito. E ainda assim tive que passar quatro vezes pela vistoria, sendo que na última levei até um mecânico comigo. A dificuldade é muito grande, pois a tecnologia de antes não é a mesma da de hoje no que se refere à questão ambiental", argumenta o autor do abaixo-assinado.

"Eles te entregam um laudo e você pergunta o que deu errado. Mas nada é explicado, é uma coisa arbitrária. Outra coisa: o equipamento que mede meu carro pode ter passado por outro carro, antes do meu, que foi reprovado. Como o equipamento é sensível, pode estar contaminado e reprovar outro veículo de tabela".

Essa rixa entre donos de carros antigos e poder público não é nova, nem exclusiva do Brasil. Franceses também estão em "guerra" com a Prefeitura de Paris, que desde 2016 divulgou planos de barrar a circulação de carros com mais de 20 anos pela capital da França. Espera-se que o projeto esteja operacional até 2020.

De volta ao Brasil, UOL Carros ouviu outro colecionador que preferiu não de identificar, mas que apoia a inspeção e critica o abaixo-assinado. "Quem assina isso assina também o atestado de desinformado. Ou o de mal-intencionado", dispara.

E você, o que acha tanto da determinação para que a inspeção veicular saia do papel até 2020, quanto do abaixo-assinado contra a resolução? Deixa sua opinião no campo de comentários!

Mais Seu Automóvel