Seu Automóvel

Nissan Kicks tem 4 estrelas em teste, mas precisa proteger melhor motorista

Alessandro Reis

Colaboração para o UOL, em São Paulo (SP)

12/12/2017 13h42

Latin NCAP fez último teste de colisão e segurança do ano; SUV permite impacto no peito de adultos

Fabricado no Brasil desde o começo do ano e quinto SUV mais vendido no ano (29.751 unidades), o Nissan Kicks obteve quatro estrelas na proteção para adultos e outras quatro no teste de proteção infantil na última rodada de testes de impacto de 2017 do Latin NCAP. Ainda assim, houve um "puxão de orelha" por conta da possibilidade de impacto no peito de adultos, bem como de baixa proteção na região dos pés, em caso de colisão.

No teste feito pelo órgão que avalia a segurança de veículos vendidos na América Latina, Caribe e Brasil, o Kicks foi testado na versão de entrada S, equipada com os dois airbags frontais obrigatórios no Brasil (controles de tração e estabilidade, são opcionais nesta versão, assim como assistente de partida em rampa).

Veja mais

+ Brasil terá 13 novos itens obrigatórios de segurança
+
 Carro recém-lançado em recall: há risco de comprar?
+ Onix zerou no Latin NCAP: retrocesso
+ Novo Polo tira nota máxima no Latin NCAP
+ Novo Corolla foi perfeito no Latin NCAP
+ Chora: Kicks para EUA é mais equipado
+ Nissan Kicks S e S para PCD: veja os preços

Quer negociar hatches, sedãs e SUVs? Use a Tabela Fipe
Inscreva-se no canal de UOL Carros no Youtube
Instagram de UOL Carros
Siga UOL Carros no Twitter

Proteção "débil" para motorista

Apesar do resultado satisfatório, o Latin NCAP apontou que o SUV da Nissan -- que foi apresentado recentemente com mais equipamentos para o mercado da América do Norte -- apresentou estrutura "instável" na avaliação de colisão frontal, tanto na região dos pés, como na área frontal da cabine, com pressão contra o peito do motorista, cuja proteção foi considerada "débil" -- a segunda pior na escala utilizada pelo órgão.

Quanto ao impacto lateral, Alejandro Furas, secretário-geral do órgão, classificou o carro como tendo "boa proteção biomecânica para os ocupantes, tanto adultos quanto crianças".

Em relação aos passageiros infantis, pesou a favor do Kicks a oferta de ganchos Isofix para fixação de cadeirinhas infantis e cintos de segurança de três pontos em todas as posições, inclusive no assento central traseiro. Porém, o utilitário esportivo compacto perdeu pontos por não ter interruptor para desligar o airbag dianteiro do passageiro, a fim de permitir a instalação de assento infantil naquele assento, e também por não trazer sinalização do Isofix dentro dos padrões propostos.

Quanto à performance do controle de estabilidade, realizada por pilotos profissionais que realizam o famoso "teste do alce", o Kicks também teve desempenho satisfatório.

Outros modelos

O instituto também testou outros dois modelos que não são vendidos no Brasil: o SUV médio Murano, também da Nissan e fabricado nos Estados Unidos, e o Chevrolet Aveo, feito no México (é a geração antiga do Sonic, que já teve comercialização aqui entre 2012 e 2014).

O Murano, que já tinha sido testado em dezembro de 2016, melhorou a nota na proteção para adultos: dessa vez, ficou com cinco estrelas, a melhor avaliação possível, contra apenas duas registradas há um ano. Quanto à proteção para crianças, foram só três estrelas.

Por último, o Chevrolet Aveo zerou novamente a nota de proteção para adultos registrada em 2015, apresentando estrutura dianteira "instável" e proteção "pobre" para peito, pés e coxa direita do condutor, mesmo com a adição de airbag duplo frontal. Em relação às crianças, o Aveo obteve três estrelas.

"O Latin NCAP demonstrou, mais uma vez, que o fato de incorporar airbags não garante que um veículo seja seguro quando a estrutura é instável. Solicitamos à GM que proporcione à América Latina e ao Caribe os mesmos níveis de segurança oferecidos, de forma padrão, em outros mercados", avaliou Furas, em relação à performance do Aveo.

ID: {{comments.info.id}}
URL: {{comments.info.url}}

Ocorreu um erro ao carregar os comentários.

Por favor, tente novamente mais tarde.

{{comments.total}} Comentário

{{comments.total}} Comentários

Seja o primeiro a comentar

{{subtitle}}

Essa discussão está encerrada

Não é possivel enviar novos comentários.

{{ user.alternativeText }}
Avaliar:
 

* Ao comentar você concorda com os termos de uso. Os comentários não representam a opinião do portal, a responsabilidade é do autor da mensagem. Leia os termos de uso

Escolha do editor

{{ user.alternativeText }}
Escolha do editor

Mais Seu Automóvel

Topo