Seu Automóvel

Empresas de autopeças são acusadas de combinar preço e prejudicar comprador

iStock/Getty Images
Federal Mogul, Mahle Metal Leve e KSPG Automotive Brazil são as empresas investigadas por formação de cartel Imagem: iStock/Getty Images

Alessandro Reis

Do UOL, em São Paulo (SP)

05/12/2017 04h00

O Cade (Conselho Administrativo de Defesa Econômica), autarquia federal vinculada ao Ministério da Justiça, abriu nesta semana um processo administrativo para investigar possível formação de cartel praticada por três empresas do ramo de reposição de peças: Federal Mogul, Mahle Metal Leve e KSPG Automotive Brazil.

As três atuam tanto no mercado independente de reposição quanto no de peças automotivas originais. O processo envolve a comercialização de pistões de motor, bronzinas, camisas, pinos, bielas, porta-anéis, anéis e juntas de vedação e anéis de pistões de moto.

Veja mais

Veja quais os maiores recalls de 2017
Quer negociar hatches, sedãs e SUVs? Use a Tabela Fipe
Inscreva-se no canal de UOL Carros no Youtube
Instagram de UOL Carros
Siga UOL Carros no Twitter

De acordo com o órgão regulador, "há evidências" de que as empresas acordaram entre elas preços e condições comerciais para vendas tanto no mercado de componentes originais quanto no chamado "aftermarket", de reparação independente. Segundo a denúncia, foram combinados percentuais e datas de reajustes, além de divisão de clientes entre elas.

Além disso, o Cade diz ter indícios de que o trio compartilhou informações de mercado, proporcionando concorrência desleal em relação a outras fabricantes de autopeças. Os acordos teriam se dado por meio de reuniões presenciais, telefonemas e troca de e-mails entre 2004 e 2012, com envolvimento de 26 pessoas.

O Cade ainda vai notificar as companhias para que apresentem sua defesa. O julgamento será feito pelo Tribunal Administrativo do conselho.

Procurada por UOL Carros, a assessoria da Mahle prometeu enviar um comunicado oficial sobre o assunto, algo ainda não efetuado até a publicação desta reportagem. A KSPG confirmou ter sido notificada pelo órgão, mas disse que não iria se manifestar a respeito. Já os representantes da Federal Mogul não foram localizados.

ID: {{comments.info.id}}
URL: {{comments.info.url}}

Ocorreu um erro ao carregar os comentários.

Por favor, tente novamente mais tarde.

{{comments.total}} Comentário

{{comments.total}} Comentários

Seja o primeiro a comentar

{{subtitle}}

Essa discussão está encerrada

Não é possivel enviar novos comentários.

{{ user.alternativeText }}
Avaliar:
 

* Ao comentar você concorda com os termos de uso. Os comentários não representam a opinião do portal, a responsabilidade é do autor da mensagem. Leia os termos de uso

Escolha do editor

{{ user.alternativeText }}
Escolha do editor

Mais Seu Automóvel

Topo