Mobilidade

Tesla apresenta Semi, caminhão elétrico que anda igual carro esportivo

Do UOL, em São Paulo (SP)

17/11/2017 13h11

Modelo foi lançado, mas será entregue?

A Tesla continua a intrigar concorrentes e especialistas da indústria automotiva com estratégias cada vez mais ousadas -- para não dizer polêmicas. Na noite de quinta-feira (16) a marca comandada por Elon Musk anunciou que começará a vender em 2019 um caminhão com desempenho de carro esportivo e autonomia de fazer inveja a qualquer veículo movido a diesel.

Semi, como foi batizado -- por ser considerado um semirreboque --, terá capacidade de carga de 36 toneladas (o máximo permitido pela legislação americana) e será capaz de rodar até 800 quilômetros sem precisar recarregar as baterias.

Veja mais

Especial: Como é feito um carro
Quer negociar hatches, sedãs e SUVs? Use a Tabela Fipe
Inscreva-se no canal de UOL Carros no Youtube
Instagram de UOL Carros

Ainda de acordo com a fabricante, o pesado terá força para ir de 0 a 100 km/h em apenas cinco segundos quando vazio, número similar ao de carros esportivos, sendo 20 segundos com capacidade máxima de carga. São dados impressionantes, visto que veículos convencionais a diesel levam, geralmente, um minuto para alcançar tal velocidade quando dotados de tanta carga.

Outras especificações interessantes: o motorista fica posicionado ao centro da cabine, anulando a influência das vias com mão francesa ou inglesa); recarga rápida de 80% da bateria em meia hora (provendo uma autonomia de até 640 km); freios regenerativos que recuperam 98% da energia cinética dissipada nas frenagens; força para encarar uma subida com 5% de inclinação a 104 km/h. 

Veja detalhes no álbum.

Também haverá, como nos carros de passeio da Tesla, funções semi-autônomas, tais quais assistentes de frenagem emergencial e de manutenção em faixa. A confiança da marca no sucesso do produto é tamanha que ela já iniciou um programa de reservas, a partir de um sinal de US$ 5 mil (aproximadamente R$ 16,4 mil) por caminhão.

E já há interessados: segundo a agência Reuters, uma companhia de transportes americana chamada JB Hunt anunciou ter reservado "múltiplas" unidades do Semi.

Pessoas ligadas ao setor de transporte rodoviário dos EUA se mostraram um tanto céticas quanto às reais capacidades do caminhão da Tesla. "O apreço de Elon [Musk] pelo espetáculo continua intacto, mesmo com a paciência dos clientes [em fila de espera] pelo Model 3 caindo", analisou Karl Brauer, executivo especialista em marketing automotivo, à Reuters.

"As especificações deste caminhão o colocariam no topo do segmento, mas isso se ele puder ser produzido e vendido como um plano sustentável de negócio. Por enquanto tudo isso parece nada mais que um conceito de "como queremos que seja" por parte da marca", acrescentou.

Já Allen Schaeffer, diretor executivo do Fórum de Tecnologias do Diesel nos EUA, declarou ao site da emissora BBC que o caso precisa ser "avaliado dentro de um contexto de realidade".

Tesla/Handout via Reuters
Tesla Roadster: esportivo conversível, totalmente elétrico e... acessível para poucos Imagem: Tesla/Handout via Reuters

Roadster

Além do Semi, a Tesla também apresentou o conversível Roadster, anunciado pela montadora como "o esportivo produzido em série mais rápido do mundo": vai de 0 a 100 km/h em apenas 1,9 segundo e alcança 400 km/h de máxima. Tudo isso com autonomia estimada de 1.000 quilômetros.

O problema é o preço: as primeiras mil unidades do Roadster serão vendidas a US$ 250 mil (R$ 820 mil), com posterior redução da etiqueta a "módicos" US$ 200 mil (R$ 650 mil).

ID: {{comments.info.id}}
URL: {{comments.info.url}}

Ocorreu um erro ao carregar os comentários.

Por favor, tente novamente mais tarde.

{{comments.total}} Comentário

{{comments.total}} Comentários

Seja o primeiro a comentar

{{subtitle}}

Essa discussão está encerrada

Não é possivel enviar novos comentários.

{{ user.alternativeText }}
Avaliar:
 

* Ao comentar você concorda com os termos de uso. Os comentários não representam a opinião do portal, a responsabilidade é do autor da mensagem. Leia os termos de uso

Escolha do editor

{{ user.alternativeText }}
Escolha do editor

Mais Mobilidade

Topo