Cultura do carro

Por que a Kombi é tão importante no Brasil?

Murilo Góes/UOL
Imagem: Murilo Góes/UOL

Eduardo Gedrait

Presidente do Sampa Kombi Clube

02/09/2017 08h00

Entre as décadas de 1950 e 1970, a Kombi era praticamente o único meio de transporte racional para as pessoas. Ela foi importante porque ajudou a construir o Brasil numa época de pleno desenvolvimento, construção de Brasília etc. A Kombi tem essa função gravada na sua história e completa, neste sábado (2), 60 anos do início de sua fabricação nacional, vendendo muito (no mercado de usados) e sendo item de exportação (no aquecido segmento de clássicos), mesmo após a aposentadoria. 

Tudo isso sendo um veículo muito simples. Por ser derivada do Fusca, basicamente construída sobre a mesma plataforma, era um carro de manutenção muito barata. O motor a ar não fervia na estrada e a mecânica, qualquer chave de fenda e arame fazia funcionar. Essa característica foi apreciada por bastante tempo.

Aliás, muita gente se surpreende quando você fala que ela é quase do tamanho de um Fusca, né?

[Ambos têm o mesmo entre-eixos, de 2,40 m, mas a Kombi é 30 cm mais comprida, chegando a 4,32 m. Claro, é mais larga e alta.]

Por que a Kombi fez tanto sucesso

A grande sacada, que inclusive a Volkswagen explorou bastante, era que a Kombi era um veículo de trabalho que se tornava um carro de passeio só colocando os bancos. Essa versatilidade é uma das marcas registradas dela.

Além disso, a Kombi foi o ganha-pão de muitas famílias: foi táxi, carro funerário, entregadora de pão, de ovo, de água... , carro de passageiro, de polícia, de bombeiro.

Foi várias coisas na vida das pessoas e teve vários usos diferentes. Muita gente só tinha a Kombi como veículo para trabalho, mas depois para passear nos fins de semana.

A simplicidade também ajudou a fazer as pessoas se apaixonarem. Ela tem aquela carinha simpática dela, aquele jeitão de "quadradinho sobre rodas" que não é nada nada aerodinâmico. Quem já dirigiu sabe que ela não é um veículo comum, tem um comportamento totalmente diferente de suspensões, o motorista vai sentado sobre o eixo [dianteiro].

De qual Kombi os fãs mais gostam?

Com certeza as pessoas têm mais carinho por aquela Kombi split (Corujinha), com vidro dividido, feita até 1975. A Kombi luxo, que tem duas cores, é unanimidade. Todo mundo que quer comprar uma Kombi procura pela split de duas cores. E as que foram produzidas até 1963 tinham um charme especial, porque as janelas de trás eram fechadas, então essas Kombi hoje são cultuadas como objeto de desejo entre colecionadores.

Falando da Clipper [segunda geração e com visual que durou até o fim da produção no Brasil], que é a que veio depois, quase todo mundo prefere a que tem motor a ar, produzida até 2006.

É curioso, porque a Kombi com radiador na frente, aquela com motor 1.4 do Fox, tem uma força e um conforto inigualáveis. Quem dirige as antigas e as mais recentes sente essa evolução importante em conforto. Mas por questão de charme todo mundo quer a Kombi com motor a ar.

Marcos (e legados) da Kombi

Um dos marcos foi ter atingido 1,5 milhão de unidades vendidas. Outro foi ter sido o veículo que ficou mais tempo em produção no Brasil, e talvez no mundo.

A Kombi também foi um carro que conseguiu atravessar décadas sem passar muitas alterações e preservando suas características, então para mim esse é o seu maior legado. E foi justamente por isso que nós criamos o clube: para preservar sua memória.

Como era um carro voltado para o trabalho, muita gente usou até não dar mais, sem muita preocupação em preservar, e aí encostou no ferro-velho. Então o clube nasceu exatamente para não deixar a Kombi sair da memória das pessoas.

Não podemos deixar de falar que, quando falaram que a Kombi ia sair de linha, o mundo se mobilizou. Foi o único veículo do mundo que teve uma campanha de "deslançamento" e foi uma comoção geral.

Eu achei até que o movimento em torno dela ia diminuir, mas não, né? O interesse só cresceu.

SIGA UOL CARROS NO YOUTUBE

+ Inscreva-se no canal: https://goo.gl/B4mHyi

+ Instagram: https://www.instagram.com/uolcarros/

ID: {{comments.info.id}}
URL: {{comments.info.url}}

Ocorreu um erro ao carregar os comentários.

Por favor, tente novamente mais tarde.

{{comments.total}} Comentário

{{comments.total}} Comentários

Seja o primeiro a comentar

{{subtitle}}

Essa discussão está encerrada

Não é possivel enviar novos comentários.

{{ user.alternativeText }}
Avaliar:
 

* Ao comentar você concorda com os termos de uso. Os comentários não representam a opinião do portal, a responsabilidade é do autor da mensagem. Leia os termos de uso

Escolha do editor

{{ user.alternativeText }}
Escolha do editor

Mais Cultura do carro

Topo