Segredos automotivos

GM anuncia investimento de R$ 1,4 bilhão para fazer próximo Onix no RS

Murilo Góes/UOL
Carro mais vendido do Brasil, Onix já tem cronograma para ganhar uma segunda geração (ou um substituto) Imagem: Murilo Góes/UOL

Leonardo Felix
Alessandro Reis

Do UOL, em São Paulo (SP)

04/08/2017 11h02

Aporte faz parte de um plano de R$ 6,5 bilhões para ter no Brasil uma plataforma modular que dará origem a seis modelos

A General Motors anunciou nesta semana um investimento de R$ 1,4 bilhão para a produção de novos veículos na fábrica de Gravataí (RS). Trata-se da instalação de uma linha de montagem para a nova plataforma modular da marca que dará vida a uma família inteira de compactos, confirmando a informação revelada em primeira mão por UOL Carros em abril deste ano.

O aporte integra um total de R$ 6,5 bilhões a serem gastos pela companhia para trazer a nova base ao mercado sul-americano, além de renovar a gama de motores. Ao todo, seis novos modelos serão derivados deste plano de reformulação.

Conforme antecipado por nossa reportagem, entre os veículos planejados estão os substitutos de Onix e Prisma, atualmente a família de automóveis mais vendida do Brasil (e que podem ou não manter os nomes). Os dois são produzidos justamente em Gravataí.

Também fazem parte do projeto um SUV (em substituição ao Tracker), uma picapinha para o lugar da Montana, um sedã compacto-médio que substuirá o Cobalt e um misterioso produto que matará a Spin (e não necessariamente será uma minivan, podendo na verdade ser um segundo utilitário esportivo).

Durante o anúncio, a GM confirmou que vai lançar o primeiro veículo derivado desta nova base, desenvolvida nos Estados Unidos e, especialmente, na China, entre o fim de 2019 e princípio de 2020.

Ainda não está claro qual será ele: se Montana e Cobalt serão os modelos mais "velhos" da Chevrolet até lá (a considerar que a Spin passará por facelift em 2018), a dupla Onix e Prisma estará passando justamente pelo período de "troca de bastão", já que passou em 2016 por reestilização de meia-vida, e pode ganhar prioridade.

Uma coisa é certa: esses quatro carros têm tudo para ser os primeiros a ganhar a nova plataforma, até o primeiro semestre de 2021. O SUV e o "sexto elemento" devem ficar para 2021/22.

Além de Gravataí, a GM também irá implantar uma linha para a plataforma modular em São Caetano do Sul (SP) e, muito possivelmente, em Rosário (Argentina). Também faz parte do cronograma o desenvolvimento de um motor 1.0 3-cilindros e a nacionalização do 1.4 Ecotec turbo de Cruze e Tracker, com consequente criação de derivado naturalmente aspirado de 1,4 litro.

Mande flagras por e-mail ou nosso novo WhatsApp

Se você fotografar ou filmar um carro diferente e/ou camuflado, envie para UOL Carros, com seu nome completo, RG e/ou CPF, telefone, cidade de residência e local do flagra. A critério da Redação, elas podem ser publicadas, sempre com o devido crédito ao autor. Não há remuneração.

UOL Carros também usa o WhatsApp como forma de receber suas imagens, agora com um novo número: basta adicionar o +55 11 9-7670-4028. Segue válida a forma anterior, pelo e-mail uolcarros@uol.com.br.

ID: {{comments.info.id}}
URL: {{comments.info.url}}

Ocorreu um erro ao carregar os comentários.

Por favor, tente novamente mais tarde.

{{comments.total}} Comentário

{{comments.total}} Comentários

Seja o primeiro a comentar

{{subtitle}}

Essa discussão está encerrada

Não é possivel enviar novos comentários.

{{ user.alternativeText }}
Avaliar:
 

* Ao comentar você concorda com os termos de uso. Os comentários não representam a opinião do portal, a responsabilidade é do autor da mensagem. Leia os termos de uso

Escolha do editor

{{ user.alternativeText }}
Escolha do editor

Mais Segredos automotivos

Topo