Cultura do carro

Ele doma supercarros na TV, mas defende os 1.0 brasileiros: "São ideais"

Divulgação
Chris Harris posa dentro de uma Ferrari 488 GTB, mas gosta de dirigir qualquer tipo de veículo: "Todos os carros me interessam. Dirigir tem a ver com a experiência que você tem ao volante e como você sente o carro", diz Imagem: Divulgação

Karina Craveiro

Colaboração para o UOL, em São Paulo (SP)

12/07/2017 04h00

Em entrevista exclusiva a UOL Carros, apresentador do Top Gear Chris Harris elege até o seu "milzinho" favorito: o Fiat Palio

Ele fez drifts com uma Ferrari FXX K (Duvida? Clique aqui e veja) e andou em um Bugatti Chiron, mas diz que o carro mais divertido que já dirigiu na vida foi um Citroën 2CV. Defende carros com motores pequenos para grandes cidades e confessa que todos os automóveis lhe interessam.

Quem é Chris Harris? “Escreve sobre carros e faz vídeos de baixo custo sobre carros. Também faz vídeos de baixíssimo custo sobre carros para o ‘Top Gear’”.

Divulgação
Chris Harris ao lado de Matt LeBlanc e Rory Reid no pôster oficial da 24ª temporada de Top Gear Imagem: Divulgação
A descrição de seu perfil no Instagram não poderia ser mais adequada. Se você não o conhece, eis um currículo resumido: o jornalista inglês de 42 anos tem uma longa carreira dedicada aos automóveis (avaliou carros nas revistas Autocar e Evo, e no site Jalopinik), é piloto e tem muito, muito bom humor.

Some isso à repercussão de seu canal no YouTube (“Chris Harris on Cars”, transformado posteriormente em “Chris Harris Drives”), e pronto: Harris foi um dos escolhidos para a nova safra do ‘Top Gear’, da BBC.

Sua missão, ao lado de Matt LeBlanc (ele mesmo, o ator de Friends) e Rory Reid, não é nada simples: substituir o trio mais famoso da história do programa, formado desde 2003 por Jeremy Clarkson, James May e Richard Hammond, e que saiu em 2015.

Chris comemora sua segunda temporada na atração, que estreia no Brasil em sua 24ª temporada pelo canal pago Discovery, na próxima sexta-feira (14), às 22h20. Em entrevista exclusiva a UOL Carros, ele falou sobre a nova temporada do programa, sua paixão por Ayrton Senna e até sobre o... Fiat Palio.

Para a nova temporada vocês gravaram na Alemanha, em Montenegro, em Cuba, no Cazaquistão... Acha que seria bacana se fizessem algo no Brasil um dia?

Eu adoraria gravar no Brasil. Sei que vocês têm locações lindas e aquelas estradas incrivelmente longas. Eu fui criança entre as décadas de 1970 e 1980, então Ayrton Senna era o meu herói, era meu piloto favorito. Lembro da multidão enquanto ele corria em Interlagos. Era algo muito especial, tinha muita energia ali. Eu adoraria voltar no tempo, e também adoraria ver mais coisas do país do Senna. Seria incrível.

Pensaria em gravar algo em Interlagos mesmo ou em outro local?

Eu não conheço o Brasil suficientemente bem para especificar uma locação, mas sei que existem vários locais. Eu tenho encontrado com alguns brasileiros nos últimos tempos e eles me contaram coisas muito interessantes sobre a cultura de carro que vocês têm e dos lugares incríveis que preciso conhecer. O Top Gear tem um time maravilhoso que pesquisa histórias e locais, pessoas muito talentosas que descobrem coisas sobre tudo. Tenho certeza que eles estão procurando algo no Brasil. Eu acho que não iremos na próxima temporada, mas seria fantástico se rolasse algo para os próximos anos.

Então nós ainda temos chance?

Com toda a certeza.

Você já deve ter ouvido falar sobre nossos carros compactos equipados com motor 1.0. Gostaria de estar ao volante de um deles?

Claro! Olha, todos os carros me interessam. Dirigir tem a ver com o que você faz com as mãos e com os pés, com a experiência que você tem ao volante e como você sente o carro. Pode ser a bordo de uma Ferrari ou de qualquer outra coisa. Eu me lembro de um carro brasileiro, o Fiat Palio, eu me lembro dele! Eu acho que ainda deve ser um modelo bem divertido. A palavra é diversão, e carros têm a ver com um contexto. Se você quer viver algo em uma cidade estrangeira, em uma cultura diferente, um jeito bom de fazer isso é dirigindo os carros locais. E eu tenho certeza que em uma cidade como São Paulo, um carro com motor 1.0 é o ideal para se dirigir. Acho que seria o carro perfeito para a situação.

Divulgação
Será que o Palio que Chris Harris dirigiu foi o primeirão, dos anos 90? Imagem: Divulgação

E você sabe que há uma leva de modelos 1.0 3-cilindros…

Bem, é o mesmo que acontece na Europa. Estamos caminhando para uma era de carros 1.0 3-cilindros. Todo mundo que conhecemos fala sobre o quanto a tecnologia é boa, e ainda tem o 1.0 turbo também (...) Motores 3-cilindros são como meio sofá: vão te fazer economizar uma pequena fortuna em couro, ou em combustível (risos).

Uma vez você disse que o Citroën 2CV tinha sido o carro mais divertido que você já dirigiu na vida. Ainda tem a mesma opinião?

Claro! É um carro muito especial. Eu sempre curti muito estar ao volante de um desses. A questão é ter poucos cavalos, mas você sabe, não é preciso ter tanta potência o tempo todo. E é um lindo pequeno pedaço de engenharia (risos). Logo será seu aniversário de 70 anos. Então, eu farei o meu melhor para tentar convencer alguém a me deixar dirigir um de novo.

Moacyr Lopes Junior/Folhapress
Ferrari? Lamborghini? Porsche? Que nada: carro preferido do apresentador do Top Gear é um Citroën 2CV Imagem: Moacyr Lopes Junior/Folhapress

Você já tinha experiência em vídeo por causa do seu canal no YouTube. Apresentar o Top Gear era algo que você sonhava?

Eu acho que sim e que não. Um entusiasta como eu sempre quer estar no melhor lugar que puder, e o Top Gear é a maior mídia automotiva do mundo. Então sim. Eu provavelmente já sonhei em estar à frente disso. Entretanto, substituir os três últimos apresentadores (Clarkson, Hammond e May), e eles são os melhores nesse negócio, foi realmente amedrontador. Eu estaria mentindo se dissesse que não é difícil. Mas eu acho que tomei a decisão certa. Eu estou muito orgulhoso desta temporada, vocês vão ver. Fizemos matérias com carros muito, muito bons.

Vocês escolhem os carros que vão ser mostrados a cada temporada ou a equipe de produção os sugere?

Eu acho que nós damos razões para que eles estejam lá. Os carros se escolhem sozinhos, sabe? Quando se tem modelos como Ferrari FXX K e Bugatti Chiron, você tem obrigação de falar sobre eles, porque as pessoas querem saber sobre eles.

Algumas mudanças aconteceram recentemente no programa, como a saída do Chris Evans. Acha que, a partir de agora, vocês três serão imbatíveis?

Acho que temos a chance de vencer algumas críticas. Se você quer ver pessoas se divertindo com carros, fazendo aventuras com eles e aprender sobre eles, então você estará no lugar certo, o programa é fantástico. Sabe, o programa é muito maior que qualquer pessoa e é maior até que três pessoas colocadas juntas, porque o assunto é carro. A indústria automotiva continua fazendo produtos muito interessantes e isso é o que vale. Estamos em uma ótima fase para filmarmos coisas bacanas sobre carros, porque eles são excitantes, interessantes... Nessa temporada dirigimos o novo Bugatti Chiron, a Ferrari FXX K… é impossível fazer algo desinteressante quando temos matérias com carros como esses. Eu acho que temos vários desafios para superar, mas estamos no caminho certo.

Serviço:
+Top Gear, 24ª temporada
+Estreia dia 14 de julho, às 22h20, no Discovery

ID: {{comments.info.id}}
URL: {{comments.info.url}}

Ocorreu um erro ao carregar os comentários.

Por favor, tente novamente mais tarde.

{{comments.total}} Comentário

{{comments.total}} Comentários

Seja o primeiro a comentar

{{subtitle}}

Essa discussão está encerrada

Não é possivel enviar novos comentários.

{{ user.alternativeText }}
Avaliar:
 

* Ao comentar você concorda com os termos de uso. Os comentários não representam a opinião do portal, a responsabilidade é do autor da mensagem. Leia os termos de uso

Escolha do editor

{{ user.alternativeText }}
Escolha do editor

Mais Cultura do carro

Topo