Salão de Buenos Aires

VW Golf muda (pouco) em Buenos Aires e chega ao Brasil no fim do ano

André Deliberato

Do UOL, em Buenos Aires (Argentina)

15/06/2017 04h00

Enquanto muitos esperavam pela primeira aparição de algum integrante da nova família do Polo (o próprio hatch, o sedã Virtus ou o SUV T-Cross), ainda que conceitualmente, a Volkswagen utilizou seu espaço no Salão de Buenos Aires 2017 para destacar a primeira remodelação do Golf 7.

Detalhe: nem era uma versão padrão, mas sim o poderosíssimo Golf R, com motor 2.0 turbo chegando a insanos 300 cavalos, com tração integral. 

Segundo executivos locais, este modelo entrega a nova cara da linha Golf, que está confirmada para os mercados argentino e brasileiro até o final deste ano.

"[O Golf reestilizado] Chega no último trimestre do ano, com produção nacional, mantendo praticamente as mesmas configurações mecânicas", garantiu uma fonte.

Atualmente, o Golf é produzido em São José dos Pinhais, no Paraná, com motorizações 1.0 e 1.4 turbo, 1.6 aspirado, câmbios manual ou automático de seis marchas, além, é claro, do 2.0 GTI (turbinado, com câmbio DSG7 e configuração esportiva). Os preços neste momento vão de R$ 77.247 a R$ 132.250 (2.0 GTI).

Newspress
Quer ter uma ideia do novo interior do Golf? Painel digital e discreta alteração de acabamento Imagem: Newspress

O que muda?

Na Europa, a maior novidade de sua primeira grande mudança foi a adoção do novo motor TSI de 1,5 litro e 150 cavalos -- que pode até funcionar com apenas dois cilindros, dependendo do modo de condução, para poupar combustível.

Visualmente, porém, as alterações são muito discretas: formato do para-choques; faróis e lanternas com mudança de posição de LEDs e, por dentro, um painel de instrumentos totalmente digital, a exemplo de Passat, novo Tiguan e de modelos da Audi.

São alterações globais e que até fazem sentido para o Golf, ícone da Volkswagen. Agora, UOL Carros acredita que a motorização deveria ser atualizada também para o Brasil, até mesmo para diferenciar mais o carro da futura família Polo. E você, o que diz?

Murilo Góes/UOL
300 cavalos! Tração integral! Legal, né? Mas não é para o Brasil... Imagem: Murilo Góes/UOL

Invejinha

Ah, e o Golf R? Esqueça, o carro estava exposto no Salão de Buenos como chamariz para algum argentino endinheirado. Por lá, a importação direta é uma possibilidade, enquanto para cá não há planos. Uma pena!

ID: {{comments.info.id}}
URL: {{comments.info.url}}

Ocorreu um erro ao carregar os comentários.

Por favor, tente novamente mais tarde.

{{comments.total}} Comentário

{{comments.total}} Comentários

Seja o primeiro a comentar

{{subtitle}}

Essa discussão está encerrada

Não é possivel enviar novos comentários.

{{ user.alternativeText }}
Avaliar:
 

* Ao comentar você concorda com os termos de uso. Os comentários não representam a opinião do portal, a responsabilidade é do autor da mensagem. Leia os termos de uso

Escolha do editor

{{ user.alternativeText }}
Escolha do editor

Mais Salão de Buenos Aires

Topo