Topo

Testes e lançamentos

Nissan March CVT é esperto no trânsito e fraco no acabamento; assista

Leonardo Felix

Do UOL, em São Paulo (SP)

12/06/2017 04h00

Hatch usa solução diferente para dispensar pedal da embreagem; vale os R$ 60 mil?

Nem tudo é motivo para se reclamar na indústria automotiva brasileira. Veja o mercado de compactos, por exemplo: há não muito tempo atrás os modelos eram praticamente todos manuais, e quem preferisse a comodidade de não cambiar por conta deveria ter paciência para encarar os trancos dos automatizados comuns.

Agora o leque se abriu: há os automatizados de dupla embreagem, caso do Ford Fiesta, os automáticos convencionais, como Chevrolet Onix, Hyundai HB20, Citroën C3, Peugeot 208 (esses todos com seis marchas) e Toyota Etios (com apenas quatro). E os que usam transmissão tipo CVT.

Por R$ 59.990, a versão SL 1.6 promete entregar condução confortável e sem trancos, já que a caixa é a mesma que equipa o suvinho Kicks.

Modelo também tem agilidade -- motor é o conhecido 1.6 4-cilindros flex de 111 cv com qualquer combustível -- e revisões com preço igual ao da configuração manual (R$ 2.565 até 60 mil quilômetros).

Parte chata é que o consumo não é ponto forte -- 5,1 km/l é um dado péssimo para um compacto, mesmo se abastecido com etanol. Espaço também é apertado e faltam equipamentos de segurança como cintos de três pontos e encostos de cabeça em todas as posições. Qual sua preferência? Acelere e deixe sua opinião nos comentários!

Mais Testes e lançamentos