Salão de Buenos Aires

Chevrolet Equinox chega com motor 2.0 turbo para desbancar Jeep Compass

Murilo Góes/UOL
Chevrolet Equinox foi revelado para a América do Sul na noite desta quinta-feira (8), em evento fechado em Buenos Aires Imagem: Murilo Góes/UOL

André Deliberato

Do UOL, em Buenos Aires (Argentina)

09/06/2017 02h20

Maior, SUV médio engravatado quer fazer barulho no reinado do Jeep

UOL Carros adiantou já no Salão de Detroit, e a General Motors confirmou agora, no Salão de Buenos Aires, a chegada do SUV médio Equinox ao Brasil no final do ano, provavelmente em novembro. 

Será difícil ser líder

De acordo com o vice-presidente da Chevrolet para o Mercosul, Marcos Munhoz, o SUV começa a ser importado do México a partir do último trimestre e sua meta será substituir o Captiva e lutar por uma posição de destaque no disputado e cada vez mais aquecido segmento de SUVs médios.

O líder atual é o Jeep Compass, feito em Goiana (Pernambuco), ao lado do Renegade e da picape Fiat Toro. E o Compass está vendendo tanto que nos últimos dois meses foi o segundo SUV mais vendido no geral -- atrás apenas do Honda HR-V, mesmo custando (na média) mais que a maioria dos modelos pequenos.

Será uma parada árdua para a Chevrolet e seu modelo mexicano -- lembre-se, há uma quota de importação que, em algum momento, cria gargalo nas entregas. Ainda assim, a marca confia no sucesso, conforme vemos pela frase do executivo, em Buenos Aires:

"Este será o ano dos SUVs para a Chevrolet e o Equinox representa nossa nova cara".

O que ele tem

O Equinox tem 4,65 metros de comprimento, 2,73 m de entre-eixos, 1,66 m de altura e 1,84 m de largura -- são números maiores que o de um Captiva, tornando-o um rival direto do próprio Compass e de Hyundai New Tucson, Toyota RAV4 e Honda CR-V, além de outros.

Na Argentina, ele poderá ser equipado com motore a gasolina de 1,5 e 2,0 litros e uma opção turbodiesel. Já no Brasil, o carro chegará somente com a opção do 2.0 turbo Ecotec de 262 cv de potência e até 35,9 kgfm de torque. É o mesmo motor do Camaro de entrada nos EUA.

Estes números são capazes de levar o SUV de 0 a 100 km/h em apenas 7,2 segundos -- ótimo rendimento para um utilitário deste porte.

Entre seus principais equipamentos estão o sistema de frenagem automática em caso de emergência; alerta de colisão frontal e de ponto cego; assistente de permanência na faixa (como no Cruze, que corrige o traçado do carro em eventuais desvios de trajetória); faróis de LED de alta intensidade e inteligentes e banco do motorista com regulagem elétrica e memorizador.

Além disso, entre os itens de conforto e conveniência, o carro deverá oferecer sistema multimídia MyLink com câmera de ré e função 360º; serviço OnStar de concierge e monitoramento; porta-malas acionável por sensor (ele pode abrir ou fechar apenas pelo movimento do pé por debaixo do para-choque traseiro); sistema de som com alto-falantes da Bose; rodas aro 19 e teto solar panorâmico, entre outros.

*Viagem a convite da Chevrolet.

ID: {{comments.info.id}}
URL: {{comments.info.url}}

Ocorreu um erro ao carregar os comentários.

Por favor, tente novamente mais tarde.

{{comments.total}} Comentário

{{comments.total}} Comentários

Seja o primeiro a comentar

{{subtitle}}

Essa discussão está encerrada

Não é possivel enviar novos comentários.

{{ user.alternativeText }}
Avaliar:
 

* Ao comentar você concorda com os termos de uso. Os comentários não representam a opinião do portal, a responsabilidade é do autor da mensagem. Leia os termos de uso

Escolha do editor

{{ user.alternativeText }}
Escolha do editor

Mais Salão de Buenos Aires

Topo