Testes e lançamentos

Fiat Argo usa base de Punto, equipamento de Toro e parte de R$ 46.800

Karina Craveiro
André Deliberato
Leonardo Felix

Do UOL, em São Paulo (SP) e Betim (MG)

31/05/2017 09h45Atualizada em 31/05/2017 11h45

Hatch substitui Punto e Bravo e Fiat fala em brigar com Onix e HB20; versão mais cara passa de R$ 75 mil

Foram três anos de trabalho até este momento: a Fiat apresenta na noite desta terça (30) em São Paulo (SP) o Argo, substituto de Punto, Bravo e -- de certa forma -- até de versões mais caras do Palio, que deixam de ser vendidas com a chegada do modelo.

Vendas e distribuição do hatch para as lojas acontece nas próximas semanas. Confirme antecipado por UOL Carros enquanto o modelo se escondia sob camuflagens, serão três opções de motor e de câmbio. Conheça os preços e as versões:

+ Fiat Argo 1.0 Drive manual (5 marchas): R$ 46.800
Motor 1.0 é o Firefly flex, de três cilindros que estreou no ano passado com a reestilização do Uno. São 77 cv e 10,9 kgfm de torque com etanol. Traz de série: chave canivete; direção elétrica progressiva; start-stop; ar-condicionado manual; volante com regulagem de altura; quadro de instrumentos com computador de bordo digital; banco do motorista com ajuste de altura; encostos de cabeça e cintos de segurança de três pontos para todos os ocupantes; ganchos Isofix para cadeirinhas infantis; travas elétricas; e vidros dianteiros elétricos.

+ Fiat Argo 1.3 Drive manual (5 marchas): R$ R$ 53.900
O 1.3 também é da família Firefly, mas tem quatro cilindros e rende 109 cv e 14,2 kgfm com o combustível vegetal. Acrescenta: monitoramento da pressão dos pneus; central multimídia de sete polegadas com tela tátil e projeção de celulares via Apple CarPlay ou Android Auto; volante com comandos do rádio e telefone; e segunda porta USB para o passageiro traseiro.

+ Fiat Argo 1.3 Drive GSR automatizado (5 marchas): R$ 58.900
Traz o motor 1.3 acoplado à transmissão automatizada GSR, evolução do antigo Dualogic que estreou recentemente no Mobi e traz modo "Sport" e aletas para trocas manuais de marchas atrás do voante. Inclui ainda: controles de estabilidade e tração; assistente de partida em rampas; filetes de iluminação interna; controle de velocidade de cruzeiro; apoia-braço para o motorista; vidro elétrico traseiro; e retrovisores externos elétricos com função tilt down e repetidores laterais de seta.

+ Fiat Argo 1.8 Precision manual (5 marchas): R$ R$ 61.800
Versões mais caras do Argo usam o mesmo conjunto das versões de entrada de Toro e Renegade, com o conhecidíssimo (e recalibrado por diversas vezes) 1.8 E-torq, que agora tem 139 cv e 19,3 kgfm com etanol. Acrescenta ao pacote da versão anterior: alarme; faróis com luz de posição a LED; faróis de neblina; rodas de liga leve aro 15; e banco traseiro bipartido em 60:40.

+ Fiat Argo 1.8 Precision automático (6 marchas): R$ 67.800
Configuração 1.8 acoplada à transmissão automática de seis velocidades da Aisin, também usada por Toro e Renegade flex. Traz de série, além dos itens da versão Precision manual: volante revestido em couro; controle de velocidade de cruzeiro; apoia-braço para o motorista; e pacote de iluminação interna.

+ Fiat Argo 1.8 HGT manual (5 marchas): R$ R$ 64.600
Oferece como itens exclusivos: grade dianteira inferior com filete vermelho; saias nos para-choques; moldura preta nas caixas de roda; escapamentp com ponteira trapezoidal cromada; rodas de liga leve aro 16; suspensões e controle de estabilidade com calibrações mais esportivas; quadro de instrumentos com display multicolorido de 7 polegadas; e revestimento vermelho na parte central do painel.

+ Fiat Argo 1.8 HGT automático (6 marchas): R$ 70.600
Mesmo pacote da versão HGT manual, mais câmbio automático e: controle de velocidade de cruzeiro; apoia-braço para o motorista; e pacote de iluminação interna.

+Fiat Argo 1.8 HGT automático (6 marchas) Opening Edition: R$ 75.200
Limitada a 1.000 unidades, é baseada na versão de topo e incrementada com acessórios da Mopar, como: teto e capas dos retrovisores em preto; spoiler traseiro em preto; rodas escurecidas; kit de alto-falantes mais potente; protetor de soleira das portas; tapetes de borracha e carpete; adesivo da Mopar nas colunas traseiras; pacote de proteção com as três primeiras revisões incluídas. Disponível somente na cor azul Portofino.

Paleta de cores terá, além do azul, as cores vermelha (duas opções), branca, preta, prata e cinza. UOL Carros já testou o Argo 1.8 HGT AT6 "vermelhão". Confira nossa avaliação.

Murilo Góes/UOL
Plataforma não é exatamente a mesma, mas o carro é montado sobre derivação de equipamentos do Punto Imagem: Murilo Góes/UOL

Quebra-cabeças

A plataforma não é exatamente a mesma, mas o carro é montado sobre uma derivação de equipamentos do Punto -- de certa forma, essa é a receita do grupo Fiat-Chrysler para seus principais lançamentos nas últimas duas temporadas: Jeep Renegade e Fiat Toro também usam uma base que evoluiu a partir daquela usada pelo antigo hatch compacto premium vendido pela marca.

Assim, o hatch traz elementos já vistos na Toro e traços que também podem ser vistos no Mobi e no Tipo europeu. Vale lembrar que sua versão sedã, chamada internamente de projeto "X6S", deverá ser produzida na Argentina e pode ficar ainda mais próxima à picape em termos de equipamentos e sofisticação.

São exatamente 4 metros de comprimento, 2,52 m de entre-eixos e 1,75 m de largura. Para se ter uma ideia de seu tamanho, peguemos para efeito de comparação as dimensões de Renault Sandero, que tem 4,06 m de comprimento, 2,59 m de entre-eixos e 1,76 de largura; Chevrolet Onix, de 3,93 m, 2,53 m e 1,71 m, respectivamente; e Ford Fiesta, com 3,97 m, 2,49 m e 1,73 m. O porta-malas do Argo terá 300 litros.

Recheio variado, muitos opcionais

Haverá ampla gama de configurações, justamente pela responsabilidade do Argo em substituir três perfis de clientes (quem comprava Palio, Punto e Bravo) de uma só vez. Além das versões Drive e Precision, volta a sigla HGT, que ganhou fama com a dupla Brava/Bravo e chegou ao Punto -- ela "substitui" a cansada "Sporting".

"Mesmo feito para ser um carro que ultrapassa nossos horizontes [ele também será vendido em outros mercados da Fiat na América Latina], o Argo foi pensado e construído para o cliente brasileiro com base em seis 'pilares': conforto, beleza, tecnologia, segurança, desempenho e economia", garante Carlos Eugênio Dutra, diretor de Planejamento e Estratégia de Produto da Fiat. 

"Todos os Argo, desde o 1.0 de entrada, terão direção elétrica progressiva e start-stop de série", ressalta Claudio Demaria, diretor de Engenharia de Produto. O mote do carro é justamente esse, como confirma seu slogan "o mais completo hatch premium do mercado". Por conta disso, espera-se que seu grande rival seja o futuro Volkswagen Polo, que chega no final do ano -- embora a Fiat tenha o comparado a Chevrolet Onix e Hyundai HB20 em sua apresentação.

Murilo Góes/UOL
Assim como a maioria dos carros hoje em dia, o Argo terá uma série de opcionais. Mas desde a versão de entrada o modelo mostra evoluções em termos de refino no interior, principalmente quando comparado a Onix e HB20, os mais vendidos, que trazem muito plástico duro na cabine Imagem: Murilo Góes/UOL

Assim como a maioria dos carros hoje em dia, o Argo terá uma série de opcionais. A versão Drive 1.0 terá quatro pacotes: Kit "Parking" (sensor de estacionamento com câmera de ré); Kit "Convenience" (retrovisores e vidros traseiros elétricos); Kit "Multimídia" (central multimídia com tela sensível ao toque de sete polegadas e volante multifuncional) e uma opção mais em conta do sistema de áudio chamada "Rádio Connect" (que virá sem a tela tátil, mas com volante multifuncioinal).

Já o Argo 1.3 com câmbio manual terá três opções: os Kits "Parking" e "Convenience" e um terceiro Kit chamado "Stile", que agrega ao carro faróis de neblina e rodas de liga leve aro 15. 

A configuração Precision terá quatro kits: o "Parking", o "Stile" (neste, com rodas de liga leve de 16 polegadas e bancos de couro), o "Side bags" (que adiciona airbags laterais) e um último chamado Tech (incorpora chave presencial, ar-condicionado digital, sensores de chuva e crepuscular, e retrovisor antiofuscante). No topo da gama, o Argo HGT vai oferecer os mesmos opcionais, mas nele o pacote "Stile" terá rodas aro 17.

O único preço de opcional divulgado foi o kit Multimídia da versão Drive 1.0: R$ 2.190. Os demais não tiveram valores divulgados.

ID: {{comments.info.id}}
URL: {{comments.info.url}}

Ocorreu um erro ao carregar os comentários.

Por favor, tente novamente mais tarde.

{{comments.total}} Comentário

{{comments.total}} Comentários

Seja o primeiro a comentar

{{subtitle}}

Essa discussão está encerrada

Não é possivel enviar novos comentários.

{{ user.alternativeText }}
Avaliar:
 

* Ao comentar você concorda com os termos de uso. Os comentários não representam a opinião do portal, a responsabilidade é do autor da mensagem. Leia os termos de uso

Escolha do editor

{{ user.alternativeText }}
Escolha do editor

Mais Testes e lançamentos

Topo