Testes e lançamentos

Fiat promete: "Argo desbanca Onix e HB20 e será líder ainda este ano"

Karina Craveiro/UOL
Fiat Argo chega para ser líder do segmento de compactos... e, de quebra, do mercado. Vamos aguardar Imagem: Karina Craveiro/UOL

Karina Craveiro

Colaboração para o UOL, em São Paulo (SP)

30/05/2017 20h55

Executivo da Fiat descarta Citroën C3, Ford Fiesta e compactos premium como reais rivais

A Fiat não esconde de ninguém: tem planos audaciosos para o Argo, novo hatch da marca que chega às lojas de todo o Brasil no próximo dia 1 de junho. A ideia é ser líder de segmento -- ou seja, líder geral de vendas -- ainda este ano, mesmo com um semestre de desvantagem para os rivais. 

"Passo 1" nessa estratégia é justamente se desligar do segmento de compactos premium e colar forte no de entrada, que tem Chevrolet Onix e Hyundai HB20 como expoentes. Nessa área, a Fiat competia até então com Mobi e Uno, sem sucesso. O "andar de cima", onde Fiesta, C3 e outros dão as cartas, ficou de lado.

Calma, a faixa de preços -- algo essencial para saber se a estratégia funciona e a promessa pode ser cumprida -- só serão revelados na quarta-feira, pela manhã.

Fiat Argo será líder de vendas este ano? Sim ou não

Enquete encerrada

Total de 9502 votos
36,00%
35,00%
30,00%
Total de 9502 votos

Valide seu voto

captcha

Caso não consiga ler, ouça o que está escrito.

Foi Adriano Resende, diretor de marketing do grupo FCA, quem nos garantiu a liderança. E foi nesta noite de terça-feira, antes da apresentação oficial do carro à imprensa. "Vemos todos os hatches à venda como concorrentes dele, mas se for para eleger dois principais rivais, esses são Hyundai HB20 e Chevrolet Onix", conta Resende, referindo-se ao líder e ao vice-líder de vendas no Brasil, modelos compactos.

Só para lembrar: até agora, Onix vendeu mais de 53 mil carros, segundo a Fenabrave. Vice, o HB20 emplacou quase 32.500 unidades de janeiro ao final de abril. Em terceiro, Ford Ka fez 27.500 vendas. A Fiat só conseguiu entregar 13.761 unidades do seu Mobi, menos até do que fez com a Toro (mais de 14 mil unidades).

A vantagem dos rivais é enorme! Dizer que será líder é algo realmente possível ou apenas bravata? 

Como fazer?

De acordo com o executivo, a receita para desbancar os queridinhos do Brasil passa também pelo "Passo 2": estudá-los para vencê-los. "Tudo o que fizemos foi buscar em pesquisas de mercado quais eram os pontos fracos ou falhos destes carros e oferece ao consumidor o melhor", garantiu.

Segundo a Fiat, motorização, potência e consumo são as principais queixas com os rivais. 

Também vimos que hoje o que decide a compra não é mais o preço. Antigamente era. Hoje o comprador quer saber sobre economia de combustível, quer ter ideia de quanto vai gastar por mês para bancar o carro."

Karina Craveiro/UOL
Essa bundinha remete ao HB20 não à toa: Argo sai colado nele e no Onix... e tentará passá-los logo Imagem: Karina Craveiro/UOL

Motores confirmados

Resende também cravou o uso de motores 1.0 (72/77 cv de potência e 10,4/10,9 kgfm de torque, com gasolina/etanol), 1.3 (4-cilindros, com 101/109 cv e 13,7/14,2 kgfm, também com gasolina/etanol), ambos da família Firefly e existentes nas linhas de Mobi e Uno, bem como um 1.8 (que podemos apontar ser o velho e conhecido E-torq, agora com 139 cv com etanol) com o Argo. Eles fariam do projeto da Fiat uma opção com "vasta gama de motorizações". 

"Em pesquisas internas, o consumidor apontava o Argo como o carro mais bonito. Mas sabemos da força do design do HB20. Ele é muito atual. Quanto à motorização, temos o 1.0 com o melhor torque da categoria. Não é o mais potente, mas a curva de torque é a melhor, com 95% de torque disponível aos 2 mil rpm. Motores 1.3 e 1.8 também são os melhores e torque e potência", discorre.

Outro ataque à concorrência, segundo Resende, está vinculado à lista de equipamentos. "O Argo terá sistema start/stop em todas as versões. Temos uma carga tecnológica fantástica. Outro ponto de excelência é o isolamento acústico somado a um som de alta qualidade", completa.

Órfãos de Bravo

Para a festa de lançamento do Argo, que acontece na noite desta terça-feira, em São Paulo, a Fiat convidou alguns apaixonados da marca e donos de Palio, Punto e Bravo. UOL Carros já mostrou que são clientes fiéis e que alguns ficaram chateados com a aposentadoria dos modelos. Resende, porém, desvia outra vez do segmento superior ao afirmar que o Bravo não tem no Argo um substituto -- mas o fato é que este modelo também foi aposentado. 

"Queremos mostrar o carro para esses clientes. Para nós é claríssima que substituímos Punto e pegamos um nicho de Palio também. Mas ele não é substituto de Bravo. Ficaremos felizes se o cliente de Bravo identificar um Argo 1.8 como um carro interessante", completa.

ID: {{comments.info.id}}
URL: {{comments.info.url}}

Ocorreu um erro ao carregar os comentários.

Por favor, tente novamente mais tarde.

{{comments.total}} Comentário

{{comments.total}} Comentários

Seja o primeiro a comentar

{{subtitle}}

Essa discussão está encerrada

Não é possivel enviar novos comentários.

{{ user.alternativeText }}
Avaliar:
 

* Ao comentar você concorda com os termos de uso. Os comentários não representam a opinião do portal, a responsabilidade é do autor da mensagem. Leia os termos de uso

Escolha do editor

{{ user.alternativeText }}
Escolha do editor

Mais Testes e lançamentos

Topo