Testes e lançamentos

Audi aposta tudo em SUVs, e Q4 pode até ser feito no Brasil

Martial Trezzini/Keystone/AP
Audi Q8, aqui ainda um conceito no Salão de Genebra, chega às lojas no começo de 2017 Imagem: Martial Trezzini/Keystone/AP

Do UOL, em São Paulo (SP)

19/04/2017 04h00

Audi confirmou nomes e cronograma de lançamento de dois novos SUVs. A ideia, claro, é surfar a onda dos utilitários que domina o mercado automotivo global, sobretudo em mercados como Estados Unidos, Rússia e China. Mas pode haver chances de novidades feitas no Brasil.

Conhecido desde os salões de Detroit e Genebra, o Q8 começa a ser fabricado no começo de 2017 em Bratislava (Eslováquia) e terá a missão de ser o modelo mais sofisticado e caro da Audi, com preço inicial estimado acima de US$ 100 mil (cerca de R$ 313 mil na conversão direta). Já o Q4, que pode ser revelado agora no Salão de Xangai, chega ao mercado cerca de um ano depois, montado na fábrica de Gyor (Hungria), mas com chances de expansão para outros mercados.

Murilo Góes/UOL
Q4 será versão de produção do concrito TT Off-road, mostrado em Pequim, em 2014 Imagem: Murilo Góes/UOL

Nova geração de SUVs

A montadora também revelou detalhes técnicos sobre o Q8, dando pistas de como será a versão de produção. O protótipo exibido em Detroit traz propulsão híbrida e-Tron, combinando motor V6 3.0 turbo com propulsor elétrico para render 444 cv de potência e 71,4 kgfm de torque. A transmissão é automática de oito marchas e a tração, integral Quattro. Esse conjunto, bastante cotado para aparecer na versão final do SUV-cupê, permite ao Q8 acelerar o 0-100 km/h em 5,4 segundos, com velocidade máxima limitada a 250 km/h.

O Q4, por sua vez, vai ser uma opção intermediária entre o Q3 e o Q5. Quando chegar ao mercado, será um rival do futuro BMW X2. Haverá muitas semelhanças com o TT Offroad Concept, que a Audi mostrou no Salão de Pequim de 2014 e, inclusive, será fabricado na mesma planta que monta o TT na Hungria.

Espera-se que tenha versões elétrica e híbrida -- a impressão foi reforçada com a notícia que a Samsung vai instalar em 2018 uma fábrica de baterias com capacidade para produzir unidades para equipar 50 mil veículos elétricos por ano, em Budapeste, a cerca de 90 minutos de carro da linha de montagem da Audi.

O Q4 vai usar a plataforma MQB global o que permite fabricá-lo em outros pontos do planeta, inclusive no Brasil. Além de opções híbridas, deverá contar com o novo motor 1.5 TSI a gasolina que estreou no Golf no exterior, além do motor 2.0 turbodiesel.

ID: {{comments.info.id}}
URL: {{comments.info.url}}

Ocorreu um erro ao carregar os comentários.

Por favor, tente novamente mais tarde.

{{comments.title}}

{{comments.total}} Comentário

{{comments.total}} Comentários

Seja o primeiro a comentar

{{subtitle}}

Essa discussão está encerrada

Não é possivel enviar novos comentários.

{{ user.alternativeText }}
Avaliar:
 

* Ao comentar você concorda com os termos de uso. Os comentários não representam a opinião do portal, a responsabilidade é do autor da mensagem. Leia os termos de uso

Escolha do editor

{{ user.alternativeText }}
Escolha do editor

Topo