Segredos automotivos

Com aposta em SUVs, Peugeot desiste oficialmente de ter novo 308 no Brasil

Elder Barreira/UOL
Algumas unidades do 308 europeu foram trazidas pela marca ao Brasil para teste e homologação; nenhuma será vendida Imagem: Elder Barreira/UOL

André Deliberato

Do UOL, em São Paulo (SP)

18/04/2017 10h00

Marca confirma a UOL Carros que não vai mais importar o hatch

UOL Carros antecipou na semana passada que os próximos planos da PSA no Brasil focam em SUVs e caixa de câmbio de seis marchas (finalmente), começando pelo Peugeot 2008 e chegando ao futuro Citroën C4 Cactus, que estreia ainda este ano.

SUVs e bons trens-de-força: este movimento é certeiro, mas o grupo tomou a decisão com atraso e, com isso, há sempre alguma perda. Neste caso, quem perde são os planos antigos da marca, elaborados em outro cenário econômico e também de vontades do consumidor.

Quem perde é o 308 europeu e todo mundo que sonhou em ver o carro no Brasil. O leitor Elder Barreira flagrou uma unidade do hatch médio, com placas verdes e logotipos da marca escondidos sob adesivo, rodando nos arredores do aeroporto Santos Dumont, no Rio (RJ). Seria uma volta à vida? Os planos originais davam conta de trazer configurações de topo do 308 para brigar com modelos como Golf GTI, Audi A3 e similares. Nada disso.

UOL Carros entrou em contato com a PSA, que viu as imagens e reconheceu se tratar de uma unidade do modelo fabricado no Velho Continente.

Elder Barreira/UOL
Peugeot confirmou a UOL Carros que não vai mais importar o hatch; plano da PSA é priorizar SUVs Imagem: Elder Barreira/UOL

Fontes ligadas à empresa afirmam que o departamento de engenharia chegou a trazer algumas unidades do modelo para teste e homologação no Brasil e alguns desses veículos ainda rodam com diretores e executivos. Porém, nenhum 308 europeu será vendido.

Com a mudança de orientação da companhia, o 308 europeu perdeu sentido comercial e não será mais importado para o Brasil.

Por quê?

O lançamento do carro no Brasil subiu no telhado por conta da atual "inviabilidade" para nosso mercado. Vendê-lo como carro de nicho parecia interessante em 2012, quando o Brasil vendia 4 milhões de unidades por ano, mas não em um mercado afetado pela crise.

O hatch na Europa usa a plataforma totalmente inédita da marca (EMP2), variável e com componentes de alumínio, motores 1.2 ou 1.6 THP, ambos turbo, e câmbio manual ou automático de seis marchas. Por aqui, atualmente, a marca vende um "clone" do carro vendido lá fora, feito na Argentina sobre a mesma plataforma do modelo anterior, que custa estranhos R$ 90.590 com motor 1.6 THP e câmbio automático de seis velocidades.

Mande flagras por e-mail ou no nosso novo WhatsApp

Se você fotografar ou filmar um carro diferente e/ou camuflado, envie para UOL Carros, com seu nome completo, RG e/ou CPF, telefone, cidade de residência e local do flagra. A critério da Redação, elas podem ser publicadas, sempre com o devido crédito ao autor. Não há remuneração.

UOL Carros também usa o WhatsApp como forma de receber suas imagens, agora com um novo número: basta adicionar o +55 11 9-7670-4028. Segue válida a forma anterior, pelo e-mail uolcarros@uol.com.br.

ID: {{comments.info.id}}
URL: {{comments.info.url}}

Ocorreu um erro ao carregar os comentários.

Por favor, tente novamente mais tarde.

{{comments.total}} Comentário

{{comments.total}} Comentários

Seja o primeiro a comentar

{{subtitle}}

Essa discussão está encerrada

Não é possivel enviar novos comentários.

{{ user.alternativeText }}
Avaliar:
 

* Ao comentar você concorda com os termos de uso. Os comentários não representam a opinião do portal, a responsabilidade é do autor da mensagem. Leia os termos de uso

Escolha do editor

{{ user.alternativeText }}
Escolha do editor

Mais Segredos automotivos

Topo