Mobilidade

Nissan Leaf passa "com ressalvas" em teste semiautônomo no Reino Unido

Do UOL, em São Paulo (SP)

14/04/2017 08h00

Demonstração feita em público, em Londres, teve algumas intervenções por parte do motorista, mas foi realizada com sucesso; assista

Pioneira quando o assunto são carros 100% elétricos desde o lançamento do Leaf, há sete anos, a Nissan é outra importante montadora envolvida no desenvolvimento da tecnologia de condução autônoma.

A fabricante iniciou há alguns meses testes com unidades adaptadas do Leaf no Japão, seu país de origem, e também em Londres, no Reino Unido. E em uma demonstração realizada ao "The Guardian", a marca mostrou que ainda tem um longo caminho a percorrer... mas que está no rumo certo.

A apresentação foi feita simplesmente por Tetsuya Iijima, chefe global de desenvolvimento de automóveis autônomos da Nissan. Durante o teste, feito por ruas e avenidas congestionadas da capital inglesa, o executivo teve de assumir a direção em diversas vezes, frente a algumas hesitações do Leaf.

Iijima fez questão de deixar claro que se tratava de um protótipo em desenvolvimento e que a marca terá um carro totalmente autônomo somente de 2020.

O executivo também previu que os carros robotizados se tornarão figura fácil na paisagem das grandes metrópoles somente por volta de 2025. Mas, antes disso, estarão mais presentes em táxis e frotas de transporte individual e compartilhamento antes de serem adquiridos pelo consumidor final.

O Leaf semiautônomo utilizado nos testes utilizou 12 câmeras, quatro radares e quatro lasers para "visualizar" seu entorno e evitar colisões. Enquanto isso,  uma central eletrônica comandava o processo -- que, a exemplo de outros protótipos, requer que um motorista fique sempre atento para intervir em caso de necessidade.

ID: {{comments.info.id}}
URL: {{comments.info.url}}

Ocorreu um erro ao carregar os comentários.

Por favor, tente novamente mais tarde.

{{comments.total}} Comentário

{{comments.total}} Comentários

Seja o primeiro a comentar

{{subtitle}}

Essa discussão está encerrada

Não é possivel enviar novos comentários.

{{ user.alternativeText }}
Avaliar:
 

* Ao comentar você concorda com os termos de uso. Os comentários não representam a opinião do portal, a responsabilidade é do autor da mensagem. Leia os termos de uso

Escolha do editor

{{ user.alternativeText }}
Escolha do editor

Mais Mobilidade

Topo