Segredos automotivos

Compactos da Peugeot-Citroën vão ganhar câmbio automático mais moderno

Murilo Góes/UOL
Troca vai permitir ao suvinho enfim oferecer versão sem pedal de embreagem na configuração 1.6 turboflex Imagem: Murilo Góes/UOL

Fernando Calmon

Colaboração para o UOL

12/04/2017 11h46

2008 será primeiro a trocar caixa de quatro pela de seis marchas, em junho; irmãos de plataforma seguirão caminho logo depois

Mais de dois anos depois de ter lançado o suvinho 2008 no Brasil, a Peugeot enfim vai corrigir aquele que se tornou seu grande calcanhar-de-Aquiles: o câmbio automático.

De acordo com fontes ligadas à fabricante, a marca prepara para junho deste ano a substituição da antiga caixa automática de origem francesa AL4, de quatro velocidades, pela moderna Aisin de seis marchas que já equipa os modelos médios do grupo PSA (caso de Peugeot 308, Citroën C4 Lounge e DS 3).

Todos os compactos da Peugeot-Citroën produzidos no Brasil -- Peugeot 208 e 2008, e Citroën C3 e Aircross -- equipados com o motor 1.6 4-cilindros aspirado bicombustível, e que contavam com a opção automática, terão a caixa de câmbio substituída, provavelmente como ano-modelo 2018.

Auto+: 2008 Crossway é série "provocadora"

2008 puxa a fila

O 2008 será o primeiro da fila, porque é o que tem mais premência em se modernizar: o modelo precisa urgentemente oferecer em sua configuração mais forte, a Griffe 1.6 THP turboflex, uma versão que dispensa o pedal da embreagem.

A ausência dessa versão foi o principal motivo para atravancar as vendas do SUV, visto que a demanda por carros automáticos na faixa de R$ 90 mil é cada vez maior. Vale lembrar que a versão turbo com câmbio manual de seis marchas do 2008 custa atualmente R$ 87.990.

Ao renovar a oferta de caixas de câmbio, a Peugeot espera finalmente superar a meta de 1.000 unidades emplacadas ao mês do suvinho, aproveitando o embalo da ainda tímida retomada de crescimento do mercado automotivo brasileiro.

Segundo apurado junto a fontes da fabricante, a entrega das primeiras unidades do 2008 6 A/T às concessionárias ocorrerá em maio, com lançamento oficial programado para o mês seguinte.

Aircross, 208 e C3 seguirão o caminho em cronograma praticamente simultâneo, porém com provável espaçamento dos respectivos lançamentos.

Por que não trocou antes?

A explicação oficial da PSA para usar o velho câmbio de quatro marchas no 2008 foi de que a plataforma para modelos compactos do grupo só permitiria incluir uma caixa maior se fossem realizadas adaptações. Entretanto, havia forte expectativa de que o modelo recebesse a transmissão 6 A/T em meados do ano passado.

Por que atrasou? Questões de estoque, conforme apurado por Calmon. Com a forte queda de participação da PSA nos últimos anos, mais a retração geral do setor de automóveis no país, a montadora demorou muito mais do que o esperado para "desovar" as unidades adquiridas junto ao fornecedor.

Mande flagras por e-mail ou no nosso novo WhatsApp

Se você fotografar ou filmar um carro diferente e/ou camuflado, envie para UOL Carros, com seu nome completo, RG e/ou CPF, telefone, cidade de residência e local do flagra. A critério da Redação, elas podem ser publicadas, sempre com o devido crédito ao autor. Não há remuneração.

UOL Carros também usa o WhatsApp como forma de receber suas imagens, agora com um novo número: basta adicionar o +55 11 9-7670-4028. Segue válida a forma anterior, pelo e-mail uolcarros@uol.com.br.

ID: {{comments.info.id}}
URL: {{comments.info.url}}

Ocorreu um erro ao carregar os comentários.

Por favor, tente novamente mais tarde.

{{comments.total}} Comentário

{{comments.total}} Comentários

Seja o primeiro a comentar

{{subtitle}}

Essa discussão está encerrada

Não é possivel enviar novos comentários.

{{ user.alternativeText }}
Avaliar:
 

* Ao comentar você concorda com os termos de uso. Os comentários não representam a opinião do portal, a responsabilidade é do autor da mensagem. Leia os termos de uso

Escolha do editor

{{ user.alternativeText }}
Escolha do editor

Mais Segredos automotivos

Topo