Seu Automóvel

Novato, Renault Captur sofre com velho pesadelo do furto de estepe

Leonardo Felix/UOL
Cadê o estepe que estava aqui? Levaram, e a gaiola só não está pendurada porque foi presa com arame Imagem: Leonardo Felix/UOL

Leonardo Felix, Eugênio Augusto Brito, André Deliberato

Do UOL, em São Paulo (SP)

20/03/2017 08h00

Solução é improvisar proteção ou arcar com até R$ 1.500 de prejuízo

Terça-feira de Carnaval, parte da tarde. Foram apenas 40 minutos para o Renault Captur vermelho Fogo com teto preto (modelo recém-lançado, que custa R$ 91.390 na configuração Intense, com motor 2.0, 140 cv e câmbio automático de quatro marchas), que UOL Carros avaliava, ficar sem estepe.

Este foi o tempo em que o carro ficou estacionado rente à calçada em uma rua da Vila Prudente, Zona Leste de São Paulo (SP). Foi o suficiente para um tipo de furto também rápido e que tem se mostrado comum, já há algum tempo, na Grande São Paulo (veja aqui reportagem do final de 2016 do SBT Online).  

Quem levou o estepe teve de se abaixar atrás do carro e arrebentar a bandeja que normalmente sustenta o pneu reserva. Daí, sem qualquer dificuldade extra, levar o conjunto de roda de liga leve aro 17 e pneu Pirelli Scorpion 215/60.

Além do prejuízo material, restou a avaria: logo após registrar o B.O. eletrônico e para não ficar andando com um pedaço de metal arrastando pelo chão, apelamos à "gambiarra" de amarrar a gaiola com arame, ação feita gentilmente por um mecânico de esquina, antes de achar uma concessionária na segunda-feira -- quando testamos os carros, seguimos o mesmo procedimento de qualquer dono de automóvel.

Na assistência técnica, uma das lojas chamadas "Renault Minuto", nova surpresa para nós: o atendente (cujo nome manteremos em sigilo) informou que sequer existia estepe extra à venda, nem mesmo tabela de preços para peças de reposição, uma vez que o Captur era um modelo "muito novo". Sem surpresa para ele, porém:  

"O que eu posso dizer é que o reparo da bandeja e mais a inclusão de um estepe novo e mão de obra não sai por menos de R$ 1.500", calculou informalmente. "A gente vive fazendo esse serviço para donos de Sandero e custa uns R$ 1.200. Como a roda do Captur é maior e mais cara...". 

Socorro, meu estepe sumiu!

O ocorrido com nossa reportagem explicita um problema com o qual os donos de muitos veículos nacionais convivem há anos. Como apontou o funcionário, é um perigo recorrente para modelos da Renault -- Duster, Duster Oroch, Sandero e Logan --, mas também um mal que acomete carros de outras marcas, como gerações anteriores de Ford Fiesta e Ka, bem como do Ecosport, que não usa bandeja, mas tem o estepe exposto. 

No geral, basta ter o pneu reserva suspenso em bandeja na parte externa do assoalho para virar alvo de criminosos. Essa, geralmente, é uma solução mecânica utilizada em carros pequenos: assim, livra-se espaço no interior do diminuto porta-malas, ao passo em que o dono pode operar a troca de pneu sem ter de esvaziar um eventual bagageiro cheio.

Não são isolados, porém, os casos que mostram que os contras também são variados. 

Acervo pessoal
Márcio Lima encontrou gaiola do estepe de seu Renault Duster assim: arrebentada no chão Imagem: Acervo pessoal
"Em 31 de dezembro de 2015, deixei meu carro perto do serviço, no mesmo lugar de sempre. Quando voltei, coloquei a mão para constatar se o estepe estava lá, como sempre faço, e não estava. Fiquei furioso, pois além de roubarem eles entortaram o suporte", relatou o encarregado de departamento pessoal Rodrigo Alves, de Osasco (SP), dono de um Sandero, encontrado por UOL Carros contando sua história no Facebook.

"No meu caso, [os ladrões] removeram a presilha da gaiola e cortaram a corrente que prendia a roda", acrescentou Márcio Lima, empresário de São Paulo e proprietário de um Duster.

Conforme apurado por UOL Carros, a troca de geração de Sandero e Logan em 2014 reposicionou o estepe em um fundo falso do porta-malas -- praxe na maioria dos carros vendidos aqui. A picape Oroch, por sua vez, conta com uma trava que dificulta a retirada da roda da bandeja, mas que infelizmente só é utilizada nos modelos mais caros.

O problema persiste no Duster e, curiosamente, no Captur: é um projeto novíssimo, mas que compartilha peças e equipamentos com o SUV mais antigo. 

Gambiarras

Para evitar as dores de cabeça de roubos e furtos, proprietários de carros da Renault apelam à criatividade. "No dia em que comprei o meu [Sandero] já prendi a roda ao eixo com um cabo de aço", disse Danilo Dall'Ovo Kalaf, profissional de marketing de São Paulo.

Acervo pessoal
Estepe do Sandero de Danilo Dall'Ovo Kalaf é preso com cabo de aço para evitar roubo Imagem: Acervo pessoal
"Agora coloquei um cabo de 1/8 que vai para dentro do porta-malas, e também comprei um estepe bem velho", completou Márcio Lima.

Tais correntes são as mesmas usadas para evitar furtos de motocicletas, compradas em lojas de artigos para motos a preços que variam de R$ 25 a R$ 50, dependendo de comprimento, espessura e material utilizado. Outra opção é pesquisar por travas. Em sites de vendas online, como o Mercado Livre, o item é oferecido ao preço médio de R$ 150.

O risco das soluções "caseiras" mencionadas é que podem deixar o o estepe irregular. De acordo com a legislação, o pneu reserva precisa estar dentro das condições de uso específicas, nem sempre atendidas.

Procurada, a Renault do Brasil informou que "no passado houve reclamações quanto a furtos de estepe do Duster", o que levou a marca a "reforçar o sistema. Completou que "atualmente, não há número significativo de reclamações de seus clientes em relação ao tema", e que o "projeto com estepe externo privilegia o espaço no porta-malas e seu acesso". Na falta de segurança nas ruas, fica a dica de reforço também no projeto do Captur.

ID: {{comments.info.id}}
URL: {{comments.info.url}}

Ocorreu um erro ao carregar os comentários.

Por favor, tente novamente mais tarde.

{{comments.total}} Comentário

{{comments.total}} Comentários

Seja o primeiro a comentar

{{subtitle}}

Essa discussão está encerrada

Não é possivel enviar novos comentários.

{{ user.alternativeText }}
Avaliar:
 

* Ao comentar você concorda com os termos de uso. Os comentários não representam a opinião do portal, a responsabilidade é do autor da mensagem. Leia os termos de uso

Escolha do editor

{{ user.alternativeText }}
Escolha do editor

Mais Seu Automóvel

Topo