Cultura do carro

Quer montar seu próprio supercarro? Honda cobra R$ 8 mil pela experiência

Divulgação
Além do cosplay de operário na fábrica da Honda/Acura, é possível acelerar o carrão na pista Imagem: Divulgação

Do UOL, em São Paulo (SP)

23/02/2017 04h00

Imagine comprar um carro e, além do cheque no valor do modelo, pagar ainda mais para fabricá-lo você mesmo na fábrica. Imaginou? Estranho, né? Pois é o que a Honda está oferecendo endinheirados interessados no supercarro NSX, que nos Estados Unidos usa o logotipo da Acura, divisão de luxo da marca nos EUA.

Quanto morre o "faça você mesmo" de luxo? Pelo menos US$ 2.700 mil (R$ 8.300 mil na conversão direta), sem contar o valor cobrado pelo carrão: de US$ 156 mil a US$ 205 mil (entre R$ 480 mil e R$ 630 mil limpos).

+ Quer saber como o novo NSX anda? Clique aqui

Na verdade, trata-se de turismo automotivo: a Honda percebeu que existem clientes dispostos a pagar pela experiência de "exclusividade". Ninguém vai pegar no pesado na fábrica de Marysville, em Ohio, de fato; no geral, o que acontece é acompanhar o processo artesanal de montagem do NSX, que leva até 14 horas, acompanhando as explicações de engenheiros, apertando um parafuso ou outro e, enfim, chegando ao clímax: aplicar os emblemas do veículo assim que a montagem for concluída.

São seis "pacotes" diferentes, oferecendo um ou dois dias de visitação à fábrica, incluindo transporte, refeições, hospedagem e outras amenidades -- tudo com a possibilidade de levar um acompanhante... mediante um custo extra.

Além da visita à fábrica e de fazer cosplay de operário, o cliente tem a chance de acelerar seu Acura NSX recém-construído na pista ao lado da fábrica.

A máquina 

Historicamente, o NSX nasceu no começo da década de 1990 e contou com a ajuda de Ayrton Senna, na época piloto da McLaren-Honda, em seu desenvolvimento.

Esta nova geração é um esportivo híbrido com chassi e carroceria de fibra de carbono, motor V6 3.5 biturbo e três motores elétricos para render 581 cv e 65 kgfm, acelerar de zero a 100 km/h em menos de 3 segundos e atingir a máxima de 307 km/h. A transmissão é automatizada de dupla embreagem e nove marchas e a tração, integral.

ID: {{comments.info.id}}
URL: {{comments.info.url}}

Ocorreu um erro ao carregar os comentários.

Por favor, tente novamente mais tarde.

{{comments.total}} Comentário

{{comments.total}} Comentários

Seja o primeiro a comentar

{{subtitle}}

Essa discussão está encerrada

Não é possivel enviar novos comentários.

{{ user.alternativeText }}
Avaliar:
 

* Ao comentar você concorda com os termos de uso. Os comentários não representam a opinião do portal, a responsabilidade é do autor da mensagem. Leia os termos de uso

Escolha do editor

{{ user.alternativeText }}
Escolha do editor

Mais Cultura do carro

Topo