Testes e lançamentos

Enquanto mundo ganha Toyota C-HR, Brasil vai de tapinha no Corolla

Divulgação
Toyota C-HR se inspira no Honda HR-V até na sopa de letrinhas do nome... a briga será grande Imagem: Divulgação

Leonardo Felix

Do UOL, em São Paulo (SP)

Suvinho anti-Honda HR-V enfim vai às lojas; tudo começa na Austrália

A Austrália é o primeiro país no mundo a anunciar lista de preços, versões e equipamentos do Toyota C-HR. Mostrado em versão de produção pela primeira vez no Salão de Paris 2016, o extravagante SUV compacto vai ganhar as ruas do país da Oceania custando entre 26.990 e 35.290 dólares australianos, o equivalente a R$ 64 mil e R$ 84 mil, respectivamente.

Depois, seu destino é o mundo: Europa, Estados Unidos, Japão e outros países de América do Norte e Ásia já confirmaram a presença do jipinho -- que está mais para um crossover com jeito acupezado e traços bastante arrojados.


E o Brasil? Bem... Por aqui, a presença do C-HR ainda é incerta, embora esteja claro que o modelo cairia como uma luva para colocar a Toyota na briga do único segmento em alta em nosso fragilizado mercado.

Quer ver como é o Toyota C-HR? UOL Carros mostra

Tecnológico até demais

O que pesa contra sua nacionalização -- porque um carro desses só faria sentido se produzido localmente -- é, acredite, o excesso de modernidade: o C-HR usa a novíssima plataforma TNGA, compartilhada com o Prius e que dará origem à próxima geração do Corolla.

Com isso isso, ele utiliza motorização turbo (1.2 de 115 cv), transmissão manual ou CVT e suspensões com braços tipo duplo-A no eixo traseiro; tem sistemas semi-autônomos, tais quais alerta anticolisão, controle de cruzeiro adaptativo, frenagem automática emergencial e assistente de manutenção de faixa; e completa o pacote com sete airbags, faróis em LED, chave inteligente, controles de estabilidade e tração, sensores de pontos cegos e alerta de tráfego cruzado à traseira.

Acabamento interior também surpreende pelo uso de muitas materiais suaves ao toque, texturas criativas e até ar-condicionado com sistema de purificação por nano partículas.

Como controlar os custos de um modelo que demandaria tantos investimentos para ser feito e comercializado aqui sem ser "capado"? É o que os executivos da marca estão quebrando a cabeça para descobrir. 

Enquanto isso, vamos de Corolla

Se o C-HR brasileiro ainda não possui data marcada para nascer, o facelift de meia-vida do Corolla 11 já tem apresentação confirmada para o dia 15 de março. UOL Carros antecipou a chegada da linha renovada, em primeira mão, há quase um ano.

Um pouco adiantada em relação aos prognósticos iniciais, a reestilização dará nova cara ao sedã médio e tentará reduzir o abismo tecnológico aberto pelos rivais Honda Civic e Chevrolet Cruze. Para isso, uma das grandes novidades será a tão aguardada aplicação do controle de estabilidade. 

ID: {{comments.info.id}}
URL: {{comments.info.url}}

Ocorreu um erro ao carregar os comentários.

Por favor, tente novamente mais tarde.

{{comments.title}}

{{comments.total}} Comentário

{{comments.total}} Comentários

Seja o primeiro a comentar

{{subtitle}}

Essa discussão está encerrada

Não é possivel enviar novos comentários.

{{ user.alternativeText }}
Avaliar:
 

* Ao comentar você concorda com os termos de uso. Os comentários não representam a opinião do portal, a responsabilidade é do autor da mensagem. Leia os termos de uso

Escolha do editor

{{ user.alternativeText }}
Escolha do editor

Topo