Seu Automóvel

HR-V é usado que menos perde valor; prêmio foi dado no Salão

Eugênio Augusto Brito
Leonardo Felix

Do UOL, em São Paulo (SP)

16/11/2016 18h31Atualizada em 25/11/2016 20h44

SUV encerra reinado de hatches compactos no ranking da AutoInforme

Mais uma prova da importância dada ao carro usado neste momento de crise está na entrega de um selo de certificação de preço pago por veículos com um ano de uso durante o Salão do Automóvel. A premiação teve 17 categorias e, surpreendentemente, foi vencida por um SUV: o Honda HR-V foi o carro brasileiro que menos desvalorizou após um ano de uso, em 2016.

Segundo o jornalista Joel Leite, colunista de UOL Carros e autor do selo, "o estudo de depreciação é análise bastante objetiva, certificação sobre valor do veículo".

" O estudo é feito desde 2001 para dar consumidor uma orientação mais precisa sobre o valor efetivo pago pelo carro nas revendas. Ele sabe quanto vai perder na hora de revender seu carro usado", afirmou Joel Leite durante o anúncio dos índices.

Estudo de perda de valor do carro era pedido de empresas para melhor entender a visão sobre seus produtos pelo mercado.

O HR-V foi o vencedor no geral e também no segmento de SUVs compactos, com índice de 4,5% de depreciação após 12 meses de uso. Segundo Leite, este é o menor percentual registrado desde que o selo foi criado, em 2001.

Para ter ideia do quanto os utilitários-esporte compactos estão em voga, mesmo o segundo colocado, Jeep Renegade, possui média de desvalorização (6,3%) inferior aos vencedores de qualquer outra categoria.O Chevrolet Onix, apontado como o hatch compacto de menor depreciação ao longo do ano, apareceu com percentual de 8,3%, quase o dobro. 

Com isso o HR-V quebrou uma hegemonia histórica dos hatches compactos, que apareceram como os carros que menos desvalorizam em 14 das 15 edições anteriores. A única exceção havia sido a da Fiat Strada, ganhadora em 2013.

A Honda se tornou a terceira marca a conquistar o selo geral, antes revezado entre GM e Fiat. Confira no álbum quais foram os vencedores de cada categoria.

Como é feita a medição

A pesquisa para se chegar ao Selo de Maior Valor de Revenda é feita durante um período de 12 meses e leva em conta, além de Tabela Fipe valores reais informados nas transações, situações como falhas no tratamento de empresas ao segmento de usados e pós-venda, atendimento ao cliente e venda de peças.

"Esse estudo era pedido de empresas para melhor entender a visão sobre os produtos de um mercado que movimenta 15 milhões de carros usados por ano. Por meio dele o consumidor sabe quanto vai perder na hora de revender seu veículo", afirma Joel Leite.

Na história do estudo o Chevrolet Celta foi o carro com o maior número de vitórias, sete. Fiat Palio (três), Chevrolet Onix (duas), Fiat Uno (duas)  e a já mencionada Strada (uma) foram os demais vencedores.

ID: {{comments.info.id}}
URL: {{comments.info.url}}

Ocorreu um erro ao carregar os comentários.

Por favor, tente novamente mais tarde.

{{comments.total}} Comentário

{{comments.total}} Comentários

Seja o primeiro a comentar

{{subtitle}}

Essa discussão está encerrada

Não é possivel enviar novos comentários.

{{ user.alternativeText }}
Avaliar:
 

* Ao comentar você concorda com os termos de uso. Os comentários não representam a opinião do portal, a responsabilidade é do autor da mensagem. Leia os termos de uso

Escolha do editor

{{ user.alternativeText }}
Escolha do editor

Mais Seu Automóvel

Topo