Segredos automotivos

Renault Captur brasileiro surge em São Paulo perto de aparição no Salão

Eugênio Augusto Brito

Do UOL, em São Paulo (SP)

05/11/2016 23h44

Flagra duplo: crossover que estreia em janeiro usa novas placas do Mercosul

Este é o Renault Captur brasileiro, crossover que já está sendo fabricado em São José dos Pinhais (PR), sobre a base do Duster, e que UOL Carros flagrou na noite deste sábado (5) gravando comercial na Marginal Pinheiros, Zona Oeste de São Paulo.

Ele será uma das atrações da marca no Salão do Automóvel, que abre suas portas ao público no próximo dia 10. A Renault terá um estande bem interessante para quem curte SUVs: além do Captur, haverá os inéditos Kwid (na verdade, um hatch altinho, que a marca quer vender como "micro-SUV") e o grandalhão e luxuoso Koleos.

Já o Captur era ainda uma incógnita, mas que resolveu pular a fila para estrear antes da hora, como UOL Carros já havia antecipado. Como mostra o flagrante, já está tudo pronto. E pronto até demais!

Fez flagra? Mande e-mail, WhatsApp ou Instagram

Se você fotografar ou filmar um carro diferente e/ou camuflado, compartilhe com UOL Carros:

Mande e-mail (uolcarros@uol.com.br) ou WhatsApp (basta adicionar o número +55 11 9-9955-8532) com seu nome completo, RG e/ou CPF, telefone, cidade de residência e local do flagra. A critério da Redação, elas podem ser publicadas, sempre com o devido crédito ao autor. Não há remuneração.

Vale também postar no seu Instagram e: 1. adicionar a hashtag #segredoautomotivo; 2. marcar @UOLCarros na imagem.

Que placa é essa?

É possível notar que o carro carrega placas no novíssimo padrão, nas cores branca com faixas azuis e esquema alfanumérico (no caso, duas letras, seguidas por três números e mais duas letras): como será vendido no começo de 2017, ele já aparece com as novas placas do Mercosul.

Vestido para aparecer

Mistura de Captur europeu, Duster e Nissan Kicks, o modelo nacional será alongado (o mesmo entre-eixos de Duster, com 2,67 metros), mas ainda assim transportará cinco passageiros. O esquema quase saia e blusa de pintura se vale de teto e faixa que acompanha a base da carroceria em cores contrastantes à da carroceria.

LEDs diurnos sublinham as laterais do para-choque dianteiro e as lanternas traseiras, deixando o modelo mais seguro e com impressão de ser maior. 

Motorização seguirá o padrão da Aliança Renault-Nissan: espera-se o 1.6 recalibrado, com câmbios manual e automático (CVT, como no Kicks). Seria bom, de toda forma, contar com opção mais forte.

ID: {{comments.info.id}}
URL: {{comments.info.url}}

Ocorreu um erro ao carregar os comentários.

Por favor, tente novamente mais tarde.

{{comments.total}} Comentário

{{comments.total}} Comentários

Seja o primeiro a comentar

{{subtitle}}

Essa discussão está encerrada

Não é possivel enviar novos comentários.

{{ user.alternativeText }}
Avaliar:
 

* Ao comentar você concorda com os termos de uso. Os comentários não representam a opinião do portal, a responsabilidade é do autor da mensagem. Leia os termos de uso

Escolha do editor

{{ user.alternativeText }}
Escolha do editor

Mais Segredos automotivos

Topo