Carros

O que muda no Evoque brasileiro? UOL Carros testou e conta

André Deliberato

Do UOL, em Mostardas (RS)

As primeiras unidades de Range Rover Evoque e Discovery Sport produzidos no Brasil já estão sendo distribuídas aos concessionários -- preços variam de R$ 199.900 (SE) a R$ 273.800 (HSE Dynamic) -- e algumas já podem até ser vistas nas ruas. Difícil é distinguir as nacionais das importadas. Está igual, piorou ou melhorou? Respondemos isso nesta vídeo-avaliação. E ela também pode ser vista no aqui canal de UOL Carros no YouTube.

UOL Carros nota que a Land Rover não fez muita divulgação a respeito. Por quê?

Talvez ser "made in Brazil" pese contra a imagem dos SUVs perante seus clientes, que se orgulham de dizer que possuem carros ingleses, ampliando a sensação de maior qualidade. Nenhum representante da montadora, porém, ousou dizer o motivo da discrição. Fato é que a Land Rover sempre deixou claro que o objetivo de fabricar carros localmente não deveria impedir, em momento algum, a busca pela qualidade total de seus produtos.

400 km

Há algumas semanas, UOL Carros teve a oportunidade de rodar cerca de 400 quilômetros com o novo Evoque no litoral do Rio Grande do Sul, justamente em uma das poucas formas de divulgação escolhidas pela fabricante para a leva de modelos nacionais: chamada de "Filhos deste solo" (em alusão ao Hino Nacional), esta expedição vai virar série de TV e também será propagada em redes sociais.

Com isso, conseguimos responder na prática como é o Evoque brasileiro. E como ele é? Praticamente idêntico ao "gringo", difícil de diferenciar mesmo para quem já conhecia o carro.

Com algum apuro, notamos que o isolamento acústico da cabine está ligeiramente menos caprichado, o que não significa que ela seja ruim -- lembre-se, falamos de um SUV compacto premium de mais de R$ 200 mil.

Aos novos clientes, as mudanças são imperceptíveis, o que justifica o estilo discreto de divulgação adotado pela empresa.

Motor, câmbio, sistema de tração e preços são os mesmos que no carro feito na Europa. O Evoque usa um motor 2.0 turbo de 240 cv e 34,7 kgfm de torque (a gasolina), câmbio automático de nove marchas e sistema de tração 4x4 Terrain Response com cinco opções de piso.
 
Isso significa ser ligeiro e até esportivo no asfalto, dependendo do comportamento do motorista, com respostas rápidas do ótimo casamento entre motor e câmbio. Além disso, há excelente comportamento off-road, quando exigido.
 
Apenas as configurações a gasolina são feitas no Brasil. As versões a diesel (motor 2.2, 190 cv e 42,8 kgfm), por enquanto, devem manter o programa de importação.

ID: {{comments.info.id}}
URL: {{comments.info.url}}

Ocorreu um erro ao carregar os comentários.

Por favor, tente novamente mais tarde.

{{comments.title}}

{{comments.total}} Comentário

{{comments.total}} Comentários

Seja o primeiro a comentar

{{subtitle}}

Essa discussão está encerrada

Não é possivel enviar novos comentários.

{{ user.alternativeText }}
Avaliar:
 

* Ao comentar você concorda com os termos de uso. Os comentários não representam a opinião do portal, a responsabilidade é do autor da mensagem. Leia os termos de uso

Escolha do editor

{{ user.alternativeText }}
Escolha do editor

Topo