Carros

Empresa vende kit para carro rodar "no cheiro"; especialista contesta

Do UOL, em São Paulo (SP)

19/10/2016 08h00

Fique atento a um tipo de vídeo que vem sendo compartilhado na internet, como este do canal de Cleber Ornelas no Youtube, que você vê acima. Ele afirma que carros podem rodar de 30% a 50% a mais apenas com o "vapor da gasolina", o tradicional "cheiro", desde que alguns métodos sejam aplicados.

Existem até empresas vendendo produtos oficiais destinados para tal fim.

É importante destacar que especialistas não recomendam tal solução. Para o especialista Felipe Hoffmann, do Best Cars Web Site, parceiro de UOL Carros, trata-se de uma "enganação", já que o motor se utiliza do vapor de gasolina proveniente de um reservatório separado juntamente com o que será introduzido pelos injetores originais -- ideia que, de certo modo, já é empregada em todos os veículos, mas de modo responsável e com precauções devidas relacionadas a emissões de poluentes.

Na prática, de acordo com o técnico, estes kits que utilizam o vapor forçam a utilização apenas das moléculas de fácil evaporação da gasolina, deixando no reservatório aquelas com maior dificuldade de queima, resultando em uma gasolina "envelhecida". Em alguns casos, há até sistemas que eliminam a injeção original, desativando bomba de combustível e injetores, usando apenas os vapores provenientes deste reservatório auxiliar -- que, no fim das contas, acaba funcionando como um "carburador piorado", pois não tem o controle preciso do sistema eletrônico.

Clique aqui para conhecer a explicação em detalhes.

 

ID: {{comments.info.id}}
URL: {{comments.info.url}}

Ocorreu um erro ao carregar os comentários.

Por favor, tente novamente mais tarde.

{{comments.total}} Comentário

{{comments.total}} Comentários

Seja o primeiro a comentar

{{subtitle}}

Essa discussão está encerrada

Não é possivel enviar novos comentários.

{{ user.alternativeText }}
Avaliar:
 

* Ao comentar você concorda com os termos de uso. Os comentários não representam a opinião do portal, a responsabilidade é do autor da mensagem. Leia os termos de uso

Escolha do editor

{{ user.alternativeText }}
Escolha do editor

Mais Carros

Topo