Carros

Fofo ou estranho? Toyota lança robô para motoristas solitários

Kim Kyung-Hoon/Reuters
Kirobo Mini, feito pela Toyota, cabe na palma da mão ou sobre o painel do carro Imagem: Kim Kyung-Hoon/Reuters

Do UOL, em São Paulo (SP)

04/10/2016 19h30

UOL Carros teve o primeiro contato com esse pequeno robô durante o Salão de Tóquio de 2015, quando era apenas um conceitozinho. Pois ele ganhou vida no Japão esta semana e ainda não sabemos se é uma ideia muito fofa ou muito estranha: o Kirobo Mini é um "autômato" de 10 centímetros, que cabe na palma da mão (sua posição habitual é sentado, para ser colocado sobre o painel do carro) e serve como companheiro para motoristas solitários.

Este brinquedo-robô vai custar 39.800 ienes (R$ 1.260 limpos), com o extra de 300 ienes (quase R$ 10) da assinatura mensal do aplicativo, e poderá ser comprado nas lojas da Toyota de Tóquio e de Aichi a partir dos últimos meses do ano. Ainda não há previsão de vendas fora do Japão.

Mas o que ele faz de tão interessante? Conversa com o motorista e reage aos seus gestos e expressões faciais. Equipado com processador dotado de inteligência artificial, câmera e sintetizador de voz, pode "adaptar seus gestos e tom de voz à conversação e ainda deixar a comunicação mais interessante ao piscar e olhar para a pessoa com quem está falando", segundo a própria Toyota.

Kim Kyung-Hoon/Reuters
Kirobo Mini usa câmera para reconhecer expressões e gestos e responde com voz, piscar de olhos e pequenos gestos, dá sugestões de música, de trajetos e fala palavras de alento ao condutor preso no trânsito Imagem: Kim Kyung-Hoon/Reuters

Prévia de carros autônomos

Conexão Bluetooth permite que o Kirobo se ligue ao smartphone do motorista e à central multimídia do carro para melhorar a qualidade de reconhecimento da voz do motorista, bem como da resposta do robô. Além disso, o app do Kirobo grava rotas preferidas, hábitos do condutor e com isso permite ao robô fazer sugestões.

Como também pode ser conectado à rede de casa, o Kirobo é até capaz de dizer se o motorista está longe de chegar (por estar preso no trânsito, por exemplo) e dizer palavras de alento ou escolher músicas mais relaxantes.

Pode até parecer bobagem para alguns, sobretudo no Ocidente, mas este tipo de interação homem-máquina é mais bem aceito no Japão e pode facilitar o caminho para o uso de carros autônomos. Há projeto para que Tóquio tenha uma ampla frota de carros autônomos circulando já durante as Olimpíadas, em 2020.

Kibo Robot Project/AFP
Kirobo maior, de 34 cm, já esteve no espaço com astronautas do Japão Imagem: Kibo Robot Project/AFP

De onde vem

Kirobo Mini é a versão "pessoal" do robô-astronauta Kirobo, desenvolvido em 2013 pela Toyota, Centro de Pesquisa para Ciências e Tecnologias Avançadas da Universidade de Tóquio, a empresa Roubo Garage e pela Jaxa (Agência Aeroespacial Japonesa).

Seu nome vem de "Kibo Robot Project", que pode ser traduzido como "Projeto do Robô da Esperança".

Com 34 centímetros de altura, o Kirobo original se prestou à mesma função do Kirobo Mini, mas no espaço: durante 18 meses, a partir de agosto de 2013, auxiliou astronautas japoneses durante a estadia na Estação Internacional Espacial -- lá, conversou pela primeira vez com o astronauta Koichi Wakata.

ID: {{comments.info.id}}
URL: {{comments.info.url}}

Ocorreu um erro ao carregar os comentários.

Por favor, tente novamente mais tarde.

{{comments.title}}

{{comments.total}} Comentário

{{comments.total}} Comentários

Seja o primeiro a comentar

{{subtitle}}

Essa discussão está encerrada

Não é possivel enviar novos comentários.

{{ user.alternativeText }}
Avaliar:
 

* Ao comentar você concorda com os termos de uso. Os comentários não representam a opinião do portal, a responsabilidade é do autor da mensagem. Leia os termos de uso

Escolha do editor

{{ user.alternativeText }}
Escolha do editor

Topo