Topo

Carros

Citröen e VW exploram redes sociais e VR para vender carro

Do Auto+

26/09/2016 13h29

Se todo está mundo cada vez mais conectado, então é natural que cada vez mais fabricantes aproveitem novas tecnologias para interagir com o público e aumentar o potencial de vendas de um carro novo.

Citroën e Volkswagen são duas empresas que apostam, por exemplo, em técnicas de realidade virtual (VR na sigla em inglês que se difunde por conta do nome de óculos e equipamentos importados) e interação com as redes sociais aqui no Brasil.

Vídeo do Auto+, com narração de Benê Gome e reportagem de Maísa Saimi, mostra o exemplo da Citroën, que utiliza recursos de VR e integração com playlists de música do Spotify e compartilhamento de imagens do Instagram para destacar as novidades do aventureiro Aircross.

Para ter 1 minuto de filme interativo, a equipe da marca francesa precisou fazer 80 horas de filmagem e edição com equipamentos especiais.

Reprodução
Volkswagen mostra detalhes de modelos mais recentes em vídeo com VR no YouTube Imagem: Reprodução

Já a Volkswagen trabalha desde junho com a "Virtual Experience", espécie de concessionária virtual também baseada em VR e vídeos do YouTube e que usa celular, tablet ou óculos especiais para mostrar detalhes dos modelos up TSI, Gol, Fox, Golf e Jetta.

Não é de hoje

Há um ano, a Mini também apontou que pode usar VR e o recurso de realidade aumentada (colocar elementos gráficos sobre imagens reais) para auxiliar motoristas com a ajuda de óculos especiais. UOL Carros chegou a usar um protótipo no Salão de Xangai para testar sete novidades (relembre aqui) prometidas pela marca inglesa, mas o equipamento ainda precisava de ajustes. 

De uma forma ou de outra, são novidades cada vez mais presentes no mercado de carro e que, em breve, podem ajudar a escolher melhor e até a dirigir melhor. (Com Redação de UOL Carros)

Mais Carros