Carros

up! é o compacto com manutenção mais barata do Brasil; veja o top 10

Fernando Miragaya

Colaboração para o UOL

09/09/2016 08h00Atualizada em 09/09/2016 15h40

Aquele carro que cheira a novo é sonho de consumo para muita gente. Mas é sempre bom lembrar que, assim que o zero km sai da concessionária, uma lista de obrigações e despesas pega carona com ele: além de seguro obrigatório e do IPVA, é preciso fazer revisões para não perder a garantia, e isso implica em usar peças originais no caso de alguma avaria.

UOL Carros fez o levantamento do custo médio de manutenção dos hatches compactos vendidos no mercado. Elaboramos uma cesta de peças com 13 itens* e colocamos na conta o valor das revisões obrigatórias até 60.000 km (média de 3 anos de uso) para você ter uma ideia do quanto gastará com o sonhado carro novo.

Na pesquisa, ficaram de fora carros da Chevrolet -- ironicamente, a marca que tem o carro mais vendido do país (Onix) não revela os preços de suas peças (talvez seja hora de mudar essa filosofia, não?). Também não computamos dados de Chery e JAC, que não informaram os preços dos componentes até o fim da apuração.

*A cesta de peças inclui filtro de combustível; filtro de óleo; jogo de amortecedores (dois dianteiros e dois traseiros); pastilhas dos freios dianteiros; para-choque dianteiro; para-choque traseiro; jogo de velas; filtro de ar do motor; correia dentada ou corrente; kit do retrovisor externo; conjunto do farol; conjunto da lanterna e conjunto do limpador do para-brisa.

**Importante: a Ford deixou de informar o preço fixo das revisões de 40 mil a 60 mil km alegando que cada concessionária cobra um valor. Os preços da reportagem foram obtidos por meio de pesquisas em revendas de SP e RJ.

Murilo Góes/UOL
Imagem: Murilo Góes/UOL
1º - Volkswagen up!

O subcompacto esbanja modernidade na plataforma e na mecânica e por isso garantiu o ouro. Nada assusta muito no pós-venda do carrinho: revisões até 60.000 km ficam abaixo de R$ 2.600 e as peças têm preços justos. Um jogo de amortecedores, por exemplo, sai por R$ 577,56. Só as pastilhas de freio dianteiras (R$ 343,40) e o para-choque frontal (R$ 745) fogem um pouco do tom. A melhor notícia é que o up! TSI cobra só R$ 470 a mais neste custo total de peças e revisões, mas entrega muito mais diversão.

up! 1.0 MPI
+ Cesta de peças: R$ 3.825,04
+ Revisões até 60 mil: 2.596,14
Total: R$ 6.421,18

up! 1.0 TSI
+ Peças: R$ 4.196,50
+ Revisões: R$ 2.694,98
Total: R$ 6.891,48 

Murilo Góes/UOL
Imagem: Murilo Góes/UOL
2º - Nissan March

O compacto da Nissan é conhecido por ter as revisões mais baratas e só não abocanhou a liderança do up! pela diferença de um café expresso: R$ 4. As revisões da versão 1.0 com motor três-cilindros somam R$ 2.214 e as peças, principalmente da carroceria, são em conta. O para-choque traseiro, por exemplo, tem preço de R$ 469. O que joga contra são os amortecedores (R$ 1.156) e o kit de velas (R$ 416) -- este, pelo menos, só tem troca sugerida aos 100 mil km. Outra boa notícia aqui é que a versão 1.6, bem mais disposta, não assusta: as peças custam o mesmo que as da configuração 1.0 e as visitas obrigatórias à oficina saem apenas R$ 130 mais caro.

March 1.0
+ Peças: R$ 4.211,49
+ Revisões: 2.214
Total: R$ 6.425,49

March 1.6
+ Peças: R$ 4.210,49
+ Revisões: R$ 2.344
Total: R$ 6.554,49

Murilo Góes/UOL
Imagem: Murilo Góes/UOL
3º - Volkswagen Gol

Com o mesmo motor de três cilindros do up!, o Gol goza de componentes em conta: os quatro amortecedores saem por R$ 508,41, enquanto as pastilhas de freio (R$ 263,17) e o conjunto do retrovisor externos (R$ 268,35) são mais baratos que os do up! aspirado. As revisões até 60 mil km têm quase o mesmo valor, só que peças como para-choques (R$ 838,56 e R$ 873,63) e farol (R$ 505,94) são mais caras. O Gol 1.6 fica atrás justamente pelas revisões, que custam R$ 2.752. As peças saem basicamente pelo mesmo valor, com exceção do filtro de ar, vendido por R$ 40,58, contra R$ 23,79 do 1.0; e da correia dentada (R$ 89,69), quase a metade.

Gol 1.0
+ Peças: R$ 4.060
+ Revisões: 2.591,58
Total: R$ 6.651,48

Gol 1.6
+ Peças: R$ 3.966,20
+ Revisões: 2.752,00
Total: R$ 6.718,20

Divulgação
Imagem: Divulgação
4º - Toyota Etios

Tem gente que não gosta do desenho e/ou do acabamento. Mas a mecânica sempre foi a parte mais elogiada do Etios. E no pós-venda essa virtude se mantém: as peças têm preços competitivos e algumas custam até abaixo da média dos compactos, principalmente as externas, tanto na versão 1.3 como na 1.5. O para-choque traseiro, por exemplo, custa R$ 575; o dianteiro, R$ 614,97; enquanto o kit do retrovisor sai por R$ 195. Com os R$ 2.598 das revisões programadas até os 60 mil km, o carrinho da Toyota fica em quarto.

Etios 1.3 e 1.5
+ Peças: R$ 4.315,05
+ Revisões: R$ 2.598,42
Total: R$ 6.913,47

Divulgação
Imagem: Divulgação
5º Hyundai HB20***

O custo de peças entre os modelos é basicamente o mesmo, inclusive o apavorante valor do para-choque traseiro (R$ 1.309). Mas o que pesa a favor do HB20 de motor 1.0 aspirado é a corrente de comando, que custa R$ 348,73 -- no 1.6, sai por R$ 591,38. Curioso também é que a cesta de peças dos dois é salgada, uma vez que o preço das revisões até os 60.000 km fica abaixo dos R$ 3 mil.

HB20 1.0 aspirado
+Peças: R$ 4.705,58
+Revisões: R$ 2.639,00
Total: R$ 7.344,58

HB20 1.6
+Peças: R$ 4.828,18
+Revisões: R$ 2.880,00
Total: R$ 7.708,18

***Informações incorretas passadas pela Hyundai provocaram uma distorção na lista original. O modelo HB20 apareceu como décimo colocado porque, segundo a marca, o custo mais baixo somando cesta de peças e revisão até 60.000 quilômetros seria o da configuração 1.6 aspirada: R$ 7.851,41. Entretanto, o valor mais baixo na verdade é o da configuração 1.0 aspirada: R$ 7.344,58. Com isso o HB20 foi realocado para a quinta posição na lista.

Carsale
Imagem: Carsale
6º - Volkswagen Fox

O Fox com motor tricilíndrico só não é mais barato de manter do que os outros VW já citados por conta de detalhes... espantosos: o maior vilão é o para-choque traseiro, que custa R$ 1.163,03. O jogo de amortecedores também é mais caro que os dos companheiros de vitrine: R$ 661,56. O 1.6 carrega componentes que custam praticamente o mesmo que os das versões 1.0 (a correia dentada, porém, é 50% mais barata). Contudo, as revisões programadas saem por quase R$ 220 a mais. Já as do CrossFox com o eficiente 1.6 16V MSI de 120 cv ficam só R$ 120 mais salgadas que as do 1.6 de 104 cv.

Fox 1.0
+ Peças: R$ 4.766,86
+ Revisões: 2.591,58
Total: R$ 7.358,44

Fox 1.6
+ Peças: R$ 4.671,80
+ Revisões: 2.806,26
Total: R$ 7.478,06

CrossFox 1.6 16V
+ Peças: R$ 4.869,98
+ Revisões: R$ 2.906,72
Total: R$ 7.776,70

Murilo Góes/UOL
Imagem: Murilo Góes/UOL
7º - Fiat Uno

O primeiro Fiat a figurar na lista chama a atenção por alguns itens com preços bastante justos: o jogo de velas sai por R$ 59,76, enquanto a correia dentada custa R$ 71,28. Peças externas, porém, não são tão em conta, como o para-choque dianteiro, de R$ 835,58. As visitas com preço fixo à oficina totalizam mais de R$ 3.300. No 1.4, a manutenção é a mesma, só que as peças salgam discretamente a conta em quase R$ 50.

Uno 1.0
+ Peças: R$ 4.287,27
+ Revisões: R$ 3.340
Total: R$ 7.627,27

Uno 1.4
+ Peças: R$ 4.334,41
+ Revisões: R$ 3.340
Total: R$ 7.674,41

Murilo Góes/UOL
Imagem: Murilo Góes/UOL
8º - Renault Sandero

O apelo popular do hatch da Renault ganha reforço em alguns itens mecânicos, como a correia dentada a preço justo (R$ 334,58 na versão 1.0) e o jogo de velas por R$ 76. O que estraga a festa é o kit de amortecedores de R$ 952,60 na versão mais básica, sem falar que uma pancada no para-choque traseiro pode gerar uma conta de R$ 859,90. As revisões do 1.0 somam R$ 2.770, mas esse preço é para os modelos sem ar-condicionado -- com o item, saltam para R$ 3.254, número próximo ao da configuração 1.6, que tem custo de peças mais caro. A versão RS, com motor 2.0, cobra pela esportividade: são mais de R$ 5.700 no pacote de componentes e quase R$ 4 mil em sete revisões (a cada 8.000 km).

Sandero 1.0
+ Peças: R$ 4.840,96
+ Revisões: R$ 2.770
Total: R$ 7.610,96

Sandero 1.6
+ Peças: R$ 5.162,20
+ Revisões: R$ 3.341
Total: R$ 8.503,20 

Murilo Góes/UOL
Imagem: Murilo Góes/UOL
9º - Ford Ka

O compacto da Ford figura na lista com algumas peças com preços competitivos -- tirando o kit de amortecedores, de R$ 1 mil. A marca manda bem ao acabar com a primeira revisão de 5.000 km em sua linha, mas com seis revisões até 60 mil km, não se sabe o preço fixo das três últimas - lamentavelmente, a fabricante só estabelece valor fixo até a visita dos 30 mil. O jeito foi ligar para concessionárias diferentes de São Paulo e Rio de Janeiro e pesquisar. Coincidência ou não, a revisão de 40 mil km é uma pancada que custa mais de R$ 1.100, tanto para o 1.0 quanto para o 1.5.

Ka 1.0
+ Peças: R$ 3.995,44
+ Revisões: R$ 3.663**
Total: R$ 7.658,44

Ka 1.5
+ Peças: R$ 4.272,60
+ Revisões: R$ 3.684**
Total: R$ 7.956,60

Divulgação
Imagem: Divulgação
10º - Fiat Palio

As versões 1.0 e 1.4 do compacto são quase gêmeas: preço das revisões é o mesmo e o custo de peças é exatamente igual, com valores aceitáveis para a maioria dos componentes. Mas quem precisa trocar o amortecedor terá que gastar R$ 1.039,77. Achou caro? Pois saiba que na configuração 1.6 de 16V o preço é de R$ 1.225,17. A configuração topo de linha acaba gerando um custo quase R$ 1 mil que as demais.

Palio 1.0 e 1.4
+ Peças: R$ 4.407,85
+ Revisões: R$ 3.340
Total: R$ 7.747,85

Palio 1.6
+ Peças: R$ 4.731,16
+ Revisões: R$ 3.880
Total: R$ 8.611,16

 

ID: {{comments.info.id}}
URL: {{comments.info.url}}

Ocorreu um erro ao carregar os comentários.

Por favor, tente novamente mais tarde.

{{comments.total}} Comentário

{{comments.total}} Comentários

Seja o primeiro a comentar

{{subtitle}}

Essa discussão está encerrada

Não é possivel enviar novos comentários.

{{ user.alternativeText }}
Avaliar:
 

* Ao comentar você concorda com os termos de uso. Os comentários não representam a opinião do portal, a responsabilidade é do autor da mensagem. Leia os termos de uso

Escolha do editor

{{ user.alternativeText }}
Escolha do editor

Mais Carros

Topo