Carros

Jeep, Dodge, RAM, SRT? Nenhum: carro mais legal da FCA é um... Fiat

André Deliberato

Do UOL, em Ann Arbor (Estados Unidos)

25/08/2016 10h00

A experiência de poder guiar todos os carros do Grupo FCA em um só dia, no evento anual organizado pela empresa chamado de "What's New", é ótima para poder comparar, em "tempo real", a diferença entre carros com plataforma e estrutura idênticos, mas vendidos sob emblemas diferentes -- como os "irmãos" Dodge Charger e Chrysler 300 ou Dart e 200, por exemplo.

UOL Carros experimentou quase todos os modelos que o grupo tem a oferecer, com foco naqueles que podem ser aproveitados no Brasil, como a minivan Pacifica, mas também aproveitou para dar uma volta na lenda esportiva da Dodge, o Viper, e nos muscle cars 300 S, Charger e Challenger.

O rival do Miata

Mas nenhum desses, acredite, consegue ser mais divertido que um modelo da... Fiat. Trata-se do 124 Spider, roadster lançado há alguns meses pela marca (apareceu pela primeira vez no Salão de Los Angeles do ano passado).

Lucy Nicholson/Reuters
Mostrado no Salão de Los Angeles de 2015, Fiat 124 Spider é baseado em roadster de mesmo nome, produzido entre 1966 e 1985, que vendeu cerca de 200 mil unidades Imagem: Lucy Nicholson/Reuters

Criado para rivalizar com o (também divertido) Mazda MX-5 Miata nos Estados Unidos, o esportivo tem capacidade dinâmica surpreendente, principalmente quando comparada à dos tradicionais pony cars da Chrysler, que na verdade são grandes devoradores de retas, mas não reais apreciadores de curvas. 

São várias configurações mecânicas, mas a mais cara, que tem o selo de preparação da Abarth, usa o motor 1.4 MultiAir (turbinado, uma evolução do antigo T-Jet), de 166 cavalos (162 hp) e 25,4 kgfm de torque, aliado a uma caixa de transmissão de seis marchas (que pode ser manual ou automática) e, claro, tração traseira.

Só que o tempero dessa já deliciosa receita está no baixo peso (cerca de 1.050 kg) e na distribuição dessa massa entre os eixos de 50%/50%.

O resultado é um carrinho divertido, compacto e empolgante, principalmente pelo som do espirro da turbina, bem mais alto que no 500 Abarth vendido no Brasil.

Vem para o Brasil?

A Fiat, por enquanto, não se manifesta oficialmente em relação ao 124, mas já estuda alguma maneira de vendê-lo por aqui, desde que seja importado, como uma espécie de show car -- quase como ocorre com o 500 Abarth.

Só que o preço chegaria facilmente a valores acima de R$ 150 mil, conforme relatam os parceiros da Car and Driver.

As vendas do conversível na Europa começam em setembro, logo após a apresentação no Salão de Paris. Se vier ao Brasil, a importação oficial deve começar somente em 2017.

ID: {{comments.info.id}}
URL: {{comments.info.url}}

Ocorreu um erro ao carregar os comentários.

Por favor, tente novamente mais tarde.

{{comments.title}}

{{comments.total}} Comentário

{{comments.total}} Comentários

Seja o primeiro a comentar

{{subtitle}}

Essa discussão está encerrada

Não é possivel enviar novos comentários.

{{ user.alternativeText }}
Avaliar:
 

* Ao comentar você concorda com os termos de uso. Os comentários não representam a opinião do portal, a responsabilidade é do autor da mensagem. Leia os termos de uso

Escolha do editor

{{ user.alternativeText }}
Escolha do editor

Topo