Carros

C4 Lounge responde Civic e Cruze com versão turbo a R$ 69.990

André Deliberato

Do UOL, em São Paulo (SP)

23/08/2016 10h11

Depois da intensa batalha entre as fabricantes pelos clientes do segmento de SUVs compactos -- sem dúvida a categoria mais disputada de 2015, apesar da crise que o mercado automobilístico enfrenta --, este ano parece ser a vez dos sedãs médios.

Depois de a Chevrolet mostrar o máximo que pode oferecer em termos de tecnologia com o lançamento da nova geração do Cruze e a Honda prometer requinte de categoria superior com o Civic 10, ambos equipados com motor turbo, a Citroën contra-ataca com ousadia e revela a linha 2017 do C4 Lounge, que deixa de oferecer o motor 2.0 aspirado e agora é inteira equipada com motor 1.6 THP Flex, com turbocompressor e injeção direta, de 173 cavalos (166 cv com gasolina) e 24,5 kgfm de torque, disponíveis entre 1.400 e 4.000 rpm.

Dessa forma, as configurações Origine 2.0 com câmbio automático e Tendance 2.0, com transmissão manual ou automática, deixam de ser vendidas oficialmente.

Divulgação
Além de novidades no recheio, sedã agora oferece informações por meio de um app Imagem: Divulgação

Veja os preços:

+ C4 Lounge Origine 1.6 THP Flex M/T -- R$ 69.990
+ C4 Lounge Origine 1.6 THP Flex A/T -- R$ 77.590
+ C4 Lounge Tendance 1.6 THP Flex A/T -- R$ 81.590
+ C4 Lounge Exclusive 1.6 THP Flex A/T -- R$ 91.590

As principais mudanças estão na lista de equipamentos, câmbio, calibração de suspensão e no plano de serviços pós-venda. As novidades visuais do sedã se limitam a um novo conjunto ótico dianteiro. A diferença de equipamentos entre uma configuração e outra já pode ser encontrada no configurador do site da marca.

Mecanicamente, vale destacar a introdução de uma nova caixa de câmbio manual de seis marchas (a mesma do compacto esportivo DS3, mas com relações diferentes visando mais eficiência) e melhoras feitas na caixa automática AT6, que recebeu alterações com o intuito de diminuir o consumo. As mudanças, segundo a Citroën, permitem ao novo C4 ser até 17% mais econômico que o modelo da linha 2016 -- conforme novos dados do Inmetro, agora todas as versões do sedã recebem etiqueta A (no anterior, algumas eram nota C).

Além disso, de acordo com a Citroën, há a calibragem da suspensão dianteira foi revista e há novos amortecedores com foco em respostas mais ágeis.

Conteúdo

Entre os itens de segurança o modelo passa a adotar, em todas as versões, controle de tração e estabilidade (ESP) e o confortável sistema eletrônico de aclives (Hill Assist), que mantém o carro parado por alguns segundos em subidas ou descidas, mesmo que o motorista tire o pé do pedal de freio.

Por dentro, importante destacar a estreia de uma nova central multimídia, com tela tátil de sete polegadas e sistema de navegação por GPS, rádio AM/FM, leitor de CD, conexão via Bluetooth (com áudio streaming), entradas auxiliar e USB (que oferece, assim como na família C4 Picasso, opção de exibição de fotos pessoais na capa do sistema), calculadora e calendário, além de tecnologia de espelhamento, por cabo, via Apple CarPlay e MirrorLink -- sem Google AndroidAuto, portanto.

Outro conteúdo inédito é o aplicativo "Link MyCitroën", que proporciona aos usuários do C4 a opção de conferir informações sobre o veículo por smartphone ou tablet, via Bluetooth. É possível, por exemplo, checar consumo e nível de combustível, localização do carro, os percursos que foram realizados, bem como os quilômetros que foram percorridos, e ainda verificar dados sobre a próxima revisão.

Este, aliás, é outro ponto reforçado pela marca francesa. Agora há um plano de manutenção chamado de "R$ 1 por dia" que oferece as revisões de 10 mil, 20 mil e 30 mil km a preços fixos de R$ 365 e terá seus valores afixados em locais visíveis nas concessionárias, para amplo conhecimento público.

São cinco opções de cores, "Gris Aluminium" (prata), "Gris Moondust" (cinza escuro), "Noir Perla Nera" (preto metálico), "Blanc Nacré" (banco perolizado) e "Blanc Banquise" (branco sólido), três anos de garantia total e seis de garantia anticorrosão perfurativa.

ID: {{comments.info.id}}
URL: {{comments.info.url}}

Ocorreu um erro ao carregar os comentários.

Por favor, tente novamente mais tarde.

{{comments.total}} Comentário

{{comments.total}} Comentários

Seja o primeiro a comentar

{{subtitle}}

Essa discussão está encerrada

Não é possivel enviar novos comentários.

{{ user.alternativeText }}
Avaliar:
 

* Ao comentar você concorda com os termos de uso. Os comentários não representam a opinião do portal, a responsabilidade é do autor da mensagem. Leia os termos de uso

Escolha do editor

{{ user.alternativeText }}
Escolha do editor

Mais Carros

Topo