Carros

Com airbags da Takata, Mazda faz recall de 850.000 carros na China

Da EFE

Em Pequim (China)

29/07/2016 13h28

A montadora japonesa Mazda fará o recall de 845.761 de seus veículos na China devido a falhas nos dispositivos de airbag, segundo anunciou nesta sexta-feira (29) a Administração Geral de Supervisão e Inspeção de Qualidade e Quarentena do país. 

Devido a um problema do fornecedor, segundo comunicado publicado pela agência oficial "Xinhua", os airbag frontais poderiam se romper quando acionados e ferir os motoristas.

A Mazda é mais uma empresa envolvida no problema gigantesco causado por componentes da japonesa Takata, que afetam inclusive carros no Brasil -- embora a Mazda não opere no país, diversas marcas têm convocado clientes, sendo a mais recente delas a Subaru.

Entre os veículos afetados estão incluídos 822.560 carros de seis passageiros da empresa japonesa fabricados durante uma década, entre 2006 e março de 2016; 22.740 Mazda CX-7, no mercado desde abril de 2010 e abril de 2016; e 461 esportivos Mazda RX-8 manufaturados entre janeiro de 2004 e novembro de 2008.

A montadora assegurou que vai substituir gratuitamente as peças defeituosas a partir do próximo dia 23 de setembro.

 

ID: {{comments.info.id}}
URL: {{comments.info.url}}

Ocorreu um erro ao carregar os comentários.

Por favor, tente novamente mais tarde.

{{comments.total}} Comentário

{{comments.total}} Comentários

Seja o primeiro a comentar

{{subtitle}}

Essa discussão está encerrada

Não é possivel enviar novos comentários.

{{ user.alternativeText }}
Avaliar:
 

* Ao comentar você concorda com os termos de uso. Os comentários não representam a opinião do portal, a responsabilidade é do autor da mensagem. Leia os termos de uso

Escolha do editor

{{ user.alternativeText }}
Escolha do editor

Mais Carros

Topo