Carros

PSA chinesa mostra caminho para C4 Lounge e 3008 no Brasil

Leonardo Felix/UOL
Rival de Toyota Corolla, Citroën C4 Lounge completará três anos de vida no Brasil em junho; momento é mais do que propício para uma arejada no produto Imagem: Leonardo Felix/UOL

Leonardo Felix

Do UOL, em Pequim (China)

29/04/2016 18h18

Atualmente controlado por uma montadora chinesa, a Dongfeng, o grupo PSA Peugeot Citroën aparece com força no Salão de Pequim 2016. Ao todo, foram quatro estandes, somando os das duas marcas mais famosas com o da recém-emancipada DS e o da própria Dongfeng.

Lançamentos específicos para o mercado local não faltam. Entre eles, o ressuscitado sedã grande C6, feito sob medida para o público das grandes metrópoles chinesas, e o hatch premium DS 4S são os principais.

Duas novidades mais modestas, porém, chamaram a atenção de UOL Carros: Citroën C4 Lounge, sedã médio que briga contra Toyota Corolla e Honda Civic; e Peugeot 3008, crossover com jeitão de minivan. Ambos foram reestilizados.

Isso indica provável renovação dos modelos também no Brasil, especialmente porque ambos chegam ao nosso país via importação.

Leonardo Felix/UOL
Se com o sedã PSA foi conservadora até demais, 3008 ousou um pouco mais ao optar por grade cheia de filetes que conferem aspecto "texturizado" à peça Imagem: Leonardo Felix/UOL

O que muda

No caso do C4 Lounge, as modificações estão totalmente concentradas em traços dianteiros: grade mais larga, rearranjos nos vincos do para-choque, tomada de ar inferior e nichos das luzes de neblina renovados.

Já o 3008 dá adeus aos faróis com base seccionada e ganha grade texturizada por pequenos filetes verticais no miolo, além de faróis de neblina munidos de projetor e acompanhados por guia de posição em LED.

UOL Carros aposta que pelo menos o sedã deve aparecer com o facelift no Salão de São Paulo 2016 -- o produto completa três anos de ciclo no mês de junho, bom momento para uma ligeira mudada, já que os próprios rivais Civic, Corolla e Cruze também estão em fase de mudança.

Atualização em lista de equipamentos e central multimídia seria bem-vinda, mas o motor 1.6 turboflex de 173 cv (etanol) e a caixa AT6 (automática convencional de seis velocidades) continuam a ser uma das referências no segmento e, por isso, não demandam de ajustes imediatos.

ID: {{comments.info.id}}
URL: {{comments.info.url}}

Ocorreu um erro ao carregar os comentários.

Por favor, tente novamente mais tarde.

{{comments.total}} Comentário

{{comments.total}} Comentários

Seja o primeiro a comentar

{{subtitle}}

Essa discussão está encerrada

Não é possivel enviar novos comentários.

{{ user.alternativeText }}
Avaliar:
 

* Ao comentar você concorda com os termos de uso. Os comentários não representam a opinião do portal, a responsabilidade é do autor da mensagem. Leia os termos de uso

Escolha do editor

{{ user.alternativeText }}
Escolha do editor

Mais Carros

Topo