Carros

Assim como Brasil, China se rende a conforto e ostentação do SUV

Leonardo Felix

Em Chongqing e Pequim (China)

25/04/2016 10h00

Um em cada quatro veículos vendidos na China hoje é um SUV.

Em 2015, dos 24,6 milhões de automóveis de passeio e comerciais emplacados no atual maior mercado automotivo do planeta, 6,3 milhões foram do tipo utilitário-esporte. Os dados são do site chinês Gasgoo.

Leonardo Felix/UOL
Haval H6 e VW Tiguan são os SUVs mais vendidos da China; juntos eles emplacaram mais de 600 mil unidades em 2015, 1/4 do volume total do mercado brasileiro Imagem: Leonardo Felix/UOL

Estamos falando de uma impressionante fatia de 25,6%. Para se ter ideia, no Brasil, outro país que vive a febre, os SUVs representaram "só" 14,82% do total de carros comercializados no ano passado.

A evolução dos números já pode ser sentida nas ruas do gigante asiático.

Em visita ao Salão de Pequim 2016, UOL Carros constatou a presença maciça desse tipo de veículo. Em duas metrópoles visitadas pela reportagem, Pequim e Chongqing, é impossível olhar para uma esquina ou semáforo sem enxergar ao menos um utilitário.

Razões para tamanho crescimento não diferem muito daquelas que ajudaram a alavancar o segmento no Brasil: enquanto porte e robustez conferem status, as dimensões e a posição elevada do motorista aumentam a sensação de conforto.

Leonardo Felix/UOL
Toyota RAV4, Hummer H3, Hyundai Santa Fe e Chevrolet Captiva lideram quatro de seis fileiras de carros em avenida de Pequim Imagem: Leonardo Felix/UOL

Mais filhos, maior o carro

Mas há um fator extra, conforme explicado a UOL Carros por Mu Gang, presidente global da Lifan Motors: as famílias precisam de mais espaço a bordo.

"No fim do ano passado a política de restrição de filhos mudou de uma para duas crianças por casal. E famílias maiores precisam de veículos maiores", observou.

De fato, a evolução mensal das vendas de SUVs na China em 2015 demonstra o salto: o índice saltou de 489 mil unidades em janeiro para 809 mil em dezembro.

Como consequência, de 2014 para 2015 o mercado de utilitários esportivos cresceu absurdos 52,7%, contra 9,6% de alta geral do setor.

Para 2016, a expectativa do chefão da Lifan é que a alta supere novamente os 40%.

Leonardo Felix/UOL
HR-V e EcoSport também estão na China; repare como, por lá, jipinho da Honda tem guia em LED e até teto solar, itens inexistentes no Brasil Imagem: Leonardo Felix/UOL

Tamanho é documento

Diferentemente do Brasil, em que o segmento exponencial é o de SUVs compactos, os chineses gostam mesmo é de modelos maiores. Embora a procura por suvinhos tenha crescido 104% em 2015, as segmentações média e grande somaram juntas 4,5 milhões de unidades, o equivalente a 71,6%.

Nas ruas é possível perceber a preferência. No caso de dois grandes centros financeiros visitados pela reportagem, a ostentação é ainda maior: há uma quantidade enorme de modelos das alemãs Audi, BMW, Mercedes-Benz e até Porsche (principalmente o Cayenne).

Crossovers e jipões da Land Rover, em especial os Range Rover Evoque e Vogue, também aparecem com frequência, assim como SUVs coreanos de Hyundai e Kia, e japoneses de Toyota, Honda e Nissan.

Isso não significa que não haja representantes genuinamente chineses rodando em terra natal.

Segundo o Gasgoo, a marca que mais comercializa utilitários no país é a Great Wall, com a linha Haval. Changan e JAC -- com S3 e S5, os nossos T5 e T6 -- também possuem presença relativamente forte.

Leonardo Felix/UOL
No Brasil não é tão fácil achar três suvões alemães rivais, Audi Q7, BMW X5 e Mercedes-Benz ML, exibindo-se juntinhos Imagem: Leonardo Felix/UOL

Caras conhecidas

Tanto em Chongqing quanto em Pequim conseguimos flagrar alguns suvinhos menores e que já estão manjados no Brasil, como Ford EcoSport e Honda HR-V. Uma prova de que há espaço para todos os tipos e gostos num mercado tão grande e diverso.

Viagem a convite da Lifan Motors do Brasil

ID: {{comments.info.id}}
URL: {{comments.info.url}}

Ocorreu um erro ao carregar os comentários.

Por favor, tente novamente mais tarde.

{{comments.total}} Comentário

{{comments.total}} Comentários

Seja o primeiro a comentar

{{subtitle}}

Essa discussão está encerrada

Não é possivel enviar novos comentários.

{{ user.alternativeText }}
Avaliar:
 

* Ao comentar você concorda com os termos de uso. Os comentários não representam a opinião do portal, a responsabilidade é do autor da mensagem. Leia os termos de uso

Escolha do editor

{{ user.alternativeText }}
Escolha do editor

Mais Carros

Topo