Carros

Subaru faz acordo para vender carros em hotel de luxo em SP

Divulgação
WTC em SP: complexo muda de nome e passa a se chamar Subaru Trade Center Imagem: Divulgação

Eugênio Augusto Brito

Do UOL, em São Paulo (SP)

19/01/2016 11h28

Não é estádio: um centro de negócios é o alvo da mais nova parceria de naming rights em São Paulo. A fabricante japonesa Subaru anunciou acordo nesta terça-feira (19) para dar nome ao WTC-SP (World Trade Center). A marca também espera vender carros no local, onde funciona o hotel de luxo Sheraton.

Eugênio Augusto Brito/UOL
Subaru tem "loja avançada" dentro do hotel Sheraton, no WTC, em São Paulo Imagem: Eugênio Augusto Brito/UOL

Por três meses iniciais, o centro de negócios na Zona Sul da capital paulista será chamado de "Subaru Trade Center". Atualmente o complexo abriga área de eventos, o hotel e um shopping-center (D&D) na região de escritórios da avenida Berrini e da Marginal Pinheiros. Os valores não foram divulgados.

Além da mudança temporária de nome, a parceria prevê o uso de áreas do centro de negócios como "central avançado de vendas" para a marca: desde a segunda-feira há uma espécie de mini-concessionária da Subaru no lobby do hotel Sheraton, bem como uma "vitrine aberta" com veículos expostos no shopping D&D. Uma equipe de três pessoas estará no complexo diariamente: dois vendedores (que a marca chama de "especialistas") e um gerente de negócios. As vendas poderão ser iniciadas no local, mas a formalização (e emissão da nota fiscal) será feita em outras lojas.

Aproveitar o fluxo

"Com este acordo inédito, o WTC se transforma em hub de vendas e experiências da Subaru", afirma Flavio Padovan, diretor-geral da marca no Brasil. Test-drives e até lavagens a seco gratuitas para hóspedes estão incluídas na ação. O objetivo é aproveitar o fluxo de 450 mil visitantes/mês, 900 eventos/ano e movimentação de R$ 800 milhões (dados de 2015), segundo a administração do próprio WTC-SP. "Tenho certeza de que esta ação vai continuar, é só uma formalização por este período", complementa o executivo.

"Esta aliança é a primeira atitude inovadora para vender serviço e automóveis em um só local. Não há outro espaço na América Latina com esta experiência", aponta Luciano Montenegro de Menezes, presidente-executivo do WTC-SP.

Ainda que o mercado de carros tenha caído cerca de 26% em 2015, o segmento de modelos premium ampliou sua participação e volume de vendas, movimento assimilado pela Subaru. No último ano, a marca registrou alta de 46% em suas vendas e emplacou 1.639 unidades. Para 2016, a expectativa é lançar dois novos modelos e abrir mais quatro concessionárias (São Paulo, Belo Horizonte e mais duas praças ainda não definidas), chegando a 15 lojas no país.

ID: {{comments.info.id}}
URL: {{comments.info.url}}

Ocorreu um erro ao carregar os comentários.

Por favor, tente novamente mais tarde.

{{comments.total}} Comentário

{{comments.total}} Comentários

Seja o primeiro a comentar

{{subtitle}}

Essa discussão está encerrada

Não é possivel enviar novos comentários.

{{ user.alternativeText }}
Avaliar:
 

* Ao comentar você concorda com os termos de uso. Os comentários não representam a opinião do portal, a responsabilidade é do autor da mensagem. Leia os termos de uso

Escolha do editor

{{ user.alternativeText }}
Escolha do editor

Mais Carros

Topo