Carros

Acidente pode ser fatal para cãozinho; saiba levá-lo no carro

Do UOL, em São Paulo (SP)

13/01/2016 18h27

Muita gente ainda viaja com animais de estimação no carro de forma incorreta: solto sobre os bancos dianteiro ou traseiro, no colo de alguém, sem qualquer aparato de proteção, ou mesmo cercado por tela simples. Um crash test feito na Alemanha pelo Centro de Tecnologia da Seguradora Allianz ilustra a gravidade da situação em caso de acidente.

No teste de colisão foram usados dois bonecos de porte e peso similares aos de animais reais, ambos sobre o banco traseiro -- um sem qualquer proteção e outro com uma coleira comum presa ao cinto traseiro. A simulação de impacto foi realizada com uma minivan Ford C-Max colidindo contra parede após alcançar a velocidade de 40 km/h, compatível com um trajeto urbano.

No impacto, o corpo do "pet" solto dentro do carro pode ser acelerado e se chocar contra bancos, painel, para-brisa e até contra outros ocupantes do carro com peso 40 vezes maior que o de sua massa. No exemplo, um pastor alemão de 35 quilos assume o peso de 1.400 quilos no impacto.

Em nenhum dos casos, houve segurança para os animais: tanto o cão solto (que se chocou contra o painel), quanto o animalzinho preso pela coleira ao cinto (que voou em direção ao encosto do banco dianteiro) sofreriam danos com o impacto. Haveria, portanto, risco para a vida dos próprios animais e também dos demais passageiros.

Também é possível que, após a colisão, o animal que viaja solto escape do carro e fique circulando pelo pista, correndo risco de ser atingido por outros carros.

Além disso, o transporte incorreto é proibido pelo Código de Trânsito e pode render multa e cinco pontos na carteira, por ser considerado infração grave. 

Como transportar o pet

UOL Carros já tratou do assunto e usa a consultoria do site parceiro Carsale:

- Para animais de menor porte: cadeirinha especial ou cinto de segurança específico para a espécie e o porte do seu bicho.

- Se o animal for de grande porte: o transporte deve ser feito em caixa de transporte acomodada e ancorada, de preferência, no porta-malas quando o modelo permitir.

- Em qualquer caso, converse com seu veterinário de confiança para saber de maiores cuidados para manter o animalzinho tranquilo durante a viagem.

 

ID: {{comments.info.id}}
URL: {{comments.info.url}}

Ocorreu um erro ao carregar os comentários.

Por favor, tente novamente mais tarde.

{{comments.total}} Comentário

{{comments.total}} Comentários

Seja o primeiro a comentar

{{subtitle}}

Essa discussão está encerrada

Não é possivel enviar novos comentários.

{{ user.alternativeText }}
Avaliar:
 

* Ao comentar você concorda com os termos de uso. Os comentários não representam a opinião do portal, a responsabilidade é do autor da mensagem. Leia os termos de uso

Escolha do editor

{{ user.alternativeText }}
Escolha do editor

Mais Carros

Topo