Carros

Peugeot 308 vira clone do europeu no Brasil e parte de R$ 70 mil

André Deliberato

Do UOL, no Guarujá (SP)

29/10/2015 19h39

Apresentado pela primeira vez no Salão de Buenos Aires deste ano, o Peugeot 308 fabricado na Argentina e vendido no mercado brasileiro recebeu uma atualização visual na linha 2016, que começa a ser vendida nas próximas semanas.

Embora a Peugeot prefira dizer que o novo desenho é inspirado nos protótipos Onyx e Exalt, apresentado em salões internacionais nos últimos anos, o 308 que chega agora ao Brasil é claramente uma tentativa barata de aproximar visualmente o modelo ao 308 europeu, mais moderno por ser feito sobre uma nova plataforma.

O carro feito na França, aliás, segue na mira da Peugeot do Brasil e pode chegar no primeiro semestre do ano que vem, com sobrenome diferente, para encarar as versões mais apimentadas da categoria, como Golf GTI, Citroën DS4 e até hatches premium como BMW Série 1, Audi A3 e Mercedes-Benz Classe A. O sedã 408 repaginado, com a mesma cara do hatch, chega ainda este ano.

Murilo Góes/UOL
Peugeot 308 europeu (à esquerda) é mais bonito, moderno e invocado que o modelo recém-chegado ao Brasil; marca afirma que ambos foram inspirados nos protótipos conceituais Onyx e Exalt e não afirma que o argentino se baseou no desenho do francês, embora isso seja altamente imaginável quando se vê um ao lado do outro Imagem: Murilo Góes/UOL
Por enquanto, a marca acredita que a atual geração do 308 "é capaz de se manter competiviva no segmento", oferendo "a melhor lista de equipamentos do mercado por preços menores que o dos concorrentes". Conheça as três configurações:

  • Allure 1.6 M/T -- R$ 69.990

Equipada com motor 1.6 Flexstart (sem tanquinho para partidas a frio) de 122 cv e 16,4 kgfm de torque com etanol (115 cv e 15,5 kgfm com gasolina) e câmbio manual de cinco marchas, a versão de entrada traz de série itens como ar-condicionado digital de duas zonas com função automática; vidros e travas elétricas; direção eletro-hidráulica; computador de bordo com central multimídia, tela tátil, sistema de espelhamento de celular (Mirrorlink, para Android, e CarPlay, para iPhone), entradas USB e para iPod/MP3 e conexão Bluetooth; coluna de direção com ajuste de altura e profundidade; faróis e lanternas com assinatura em LED, filete diurno (DRL) e função automática; sensor de chuva (limpador de para-brisa automático); faróis e lanterna de neblina; controlador automático de velocidade (regulador e limitador); porta-luvas refrigerado; retrovisor interno eletrocrômico; retrovisores externos com ajuste elétrico; desembaçador do vidro traseiro; bancos de couro com partes em tecido; seis airbags, sistema de fixação Isofix nos bancos traseiros para cadeirinhas infantis; sensor de estacionamento traseiro; chave canivete com comandos para travamento das portas, porta-malas e fechamento dos vidros; teto panorâmico de vidro; freios ABS (antitravamento) com EBD (distribuidor da força de frenagem, chamado pela Peugeot de AFU) e rodas de liga leve aro 17. Deve ser responsável por cerca de 50% das vendas do modelo.

  • Allure 2.0 A/T -- R$ 75.990

Tem o mesmo sobrenome da versão de entrada e praticamente os mesmos itens de série, mas utiliza um motor maior -- 2.0 aspirado de 151/143 cavalos e 22/20 kgfm de torque (etanol/gasolina) -- e câmbio automático de seis marchas. Agrega à lista de equipamentos o controle eletrônico de estabilidade (ESP).

  • Griffe 1.6 THP A/T -- R$ 82.990

Versão de topo utiliza o moderno motor 1.6 THP Flex (turbo com injeção direta de combustível), capaz de render 173 cv e 24 kgfm de torque com etanol (166 cv e 24 kgfm com gasolina) aliado a uma transmissão automática ainda mais rápida que a do 308 2.0, recalibrada pela Aisin (fornecedora de câmbios da Peugeot), chamada de EAT6. Possui tudo que já foi mencionado nas outras versões e adiciona ao pacote função "Eco" (segundo a Peugeot, o conjunto é capaz de oferecer um modo de condução até 7,5% mais econômico que o normal); sensor de estacionamento dianteiro; câmera de ré; retrovisores externos rebatíveis; volante com detalhes cromados; espelhos iluminados nos para-sóis; revestimento dos bancos totalmente em couro, rodas diamantadas (as mesmas aro 17 das outras versões) e GPS.

Para todos a marca oferece três anos de garantia, planos de revisões com preços fixos e cinco cores diferentes: vermelho (sólida), cinza, (metálica) preto (metálica) e dois tipos de branco (um especial e um perolizado). Clique aqui para baixar a ficha técnica e o catálogo completo de equipamentos do modelo.

Auto+: 308 muda o suficiente para manter vendas

Como anda

UOL Carros teve a oportunidade de rodar cerca de 120 quilômetros com uma unidade da configuração 1.6 Flex manual, que deve representar cerca de 50% das vendas do carro. Apesar de não haver alteração no motor ou no câmbio, o carro se mostrou mais gostoso e leve do que antes.

Segundo a marca, um acerto na suspensão no modelo 2016 e recalibrações constantes no sistema de transmissão, feitas ao longo dos últimos anos, são os responsáveis pela melhora. Na prática, dinamicamente, o carro está mais esperto e aponta direitinho em saídas de curva. Essa melhora na destreza não o faz ser tão bom de dirigir como os rivais Volkswagen Golf e Ford Focus, por exemplo, mas ele não é mais aquele carro molengão de outra época. 

Murilo Góes/UOL
Peugeot 308 é praticamente o mesmo por trás; lanternas têm novo conjunto óptico Imagem: Murilo Góes/UOL

A versão THP com câmbio sequencial, bem mais esperta que o 1.6 aspirado, seria ainda mais divertida com câmbio manual, algo que por enquanto não é cogitado pela marca. Esta, sim, encara Golf, Focus e Cruze com mais habilidade.

Há, porém, de se registrar que o consumo de combustível das configurações Allure, sem turbo, continua sendo o mesmo (ruim) de sempre: quase meio tanque para rodar os 120 quilômetros do teste, ou seja, cerca de 250 km de autonomia total, em percurso predominantemente rodoviário. Em um tanque de combustível com 60 litros de etanol, isso significa aproximadamente 4,5 km/litro.

ID: {{comments.info.id}}
URL: {{comments.info.url}}

Ocorreu um erro ao carregar os comentários.

Por favor, tente novamente mais tarde.

{{comments.total}} Comentário

{{comments.total}} Comentários

Seja o primeiro a comentar

{{subtitle}}

Essa discussão está encerrada

Não é possivel enviar novos comentários.

{{ user.alternativeText }}
Avaliar:
 

* Ao comentar você concorda com os termos de uso. Os comentários não representam a opinião do portal, a responsabilidade é do autor da mensagem. Leia os termos de uso

Escolha do editor

{{ user.alternativeText }}
Escolha do editor

Mais Carros

Topo