Carros

Ford reage à onda de SUVs com EcoSport 1.6 Powershift; conheça

André Deliberato

Do UOL, em São Bernardo do Campo (SP)

28/09/2015 08h00

A Ford sabia que a chegada de concorrentes como Honda HR-V, Jeep Renegade e Peugeot 2008 iriam abalar o segmento cujo EcoSport era líder desde seu lançamento, em 2003. Questionada na última sexta-feira, a empresa admite a força dos concorrentes, mas também afirma que estava preparada para isso.

"A Honda veio com uma proposta extremamente acertada, a Jeep tem toda sua tradição no segmento de SUVs. E a Peugeot e a Renault têm carros com ótimo custo-benefício. Já sabíamos que a os rivais seriam fortes, mas agora é nossa vez de contra-atacar", afirma Oswaldo Ramos, Diretor de Marketing da Ford do Brasil.

"Em todo o mercado de carros e comerciais leves no Brasil, o segmento de SUVs compactos e crossovers cresceu de pouco mais de 3% para quase 10%, ficando atrás somente do de hatches e sedãs compactos. Ainda assim, o EcoSport conseguiu manter a média de 1,4% de share dentro desta categoria, o que para nós é uma vitória", revela o executivo.

Divulgação
Até a linha 2015 o câmbio automatizado Powershift só era opção para o EcoSport 2.0 Imagem: Divulgação

Resposta

Para a Ford, o "boom" de lançamentos também influencia na hora da compra, já que o perfil deste tipo de cliente é andar de carro novo, o que significa que muitos clientes de HR-V, Renegade, Duster e 2008, entre outros, vão voltar a olhar melhor para o EcoSport assim que o fator "novidade" for diminuindo. A empresa afirma que também trabalha forte em planos de fidelização do atual dono de EcoSport para que ele não saia da marca na hora de trocar de carro.

"Por conta disso, tivemos a sacada de passar a oferecer o EcoSport com câmbio automático nas versões com motor 1.6, algo inédito na gama do modelo, na faixa de preço onde os concorrentes só oferecem transmissão manual", completa Ramos.

Divulgação
Câmbio Powershift é automatizado, de dupla embreagem e seis marchas, mas não "automático", como afirma a marca Imagem: Divulgação

Aqui vale ponderar duas coisas: o câmbio Powershift da Ford é automatizado sequencial, de dupla embreagem e seis marchas, mas não "automático", como diz a marca; e a Ford não considera concorrentes chineses ao afirmar que o EcoSport 1.6 Powershift é o SUV compacto com câmbio sem pedal de embreagem mais barato do mercado.

Como é o carro

Posto isso, a marca revelou os detalhes da linha 2016 do Eco 1.6 com a caixa de transmissão Powershift, já conhecida de modelos como New Fiesta, Focus e do próprio EcoSport 2.0. O motor 1.6 é o mesmo Sigma TiVCT Flex, de 126/131 cv e 15,4/16,1 kgfm de torque (gasolina/etanol), capaz de oferecer consumo nota A no Conpet, programa de etiquetagem veicular do Inmetro. A marca fez questão de enaltecer que os preços das revisões do EcoSport 1.6 Powershift serão os mesmos que os das versões com câmbio manual. A garantia é sempre de três anos. Conheça as novas versões:

  • EcoSport 1.6 SE Direct Powershift -- R$ 68.690

Trata-se da versão destinada às vendas diretas, para deficientes (por isso custa menos de R$ 70 mil), empresas, taxistas ou até mesmo para pessoas físicas, desde que por encomenda. Traz de série ar-condicionado; direção elétrica; vidros elétricos dianteiros; farol de neblina; controle de tração e estabilidade com assitente de partida em rampas (pacote chamado AdvanceTrac); controlador de velocidade (piloto automático); computador de bordo com o sistema SYNC com Applink (reprodutor de CD e MP3 com conexões Bluetooth e via cabo USB) e comandos de voz; chave inteligente My Key (do tipo canivete); controle de áudio e telefone no volante e o sistema de emergência que liga para o SAMU em caso de acidentes (estreado pelo novo Focus no Brasil), além dos obrigatórios -- por lei -- freios com ABS (antitravamento), com EBD (distribuidor da força de frenagem), e airbag duplo. Traz, porém, rodas de aço aro 15 com calotas.

  • EcoSport 1.6 SE Powershift -- R$ 71.900

Esta é a configuração que a marca acredita que passará a ser a mais vendida da gama EcoSport, superando até mesmo a Freestyle, que vem logo depois. A única diferença entre ela e a versão Direct são as rodas, que passam a ser de liga leve (também de 15 polegadas).

  • EcoSport 1.6 Freestyle Powershift -- R$ 76.900

Traz todos os itens já mencionados acima, mas agrega vidros elétricos nas quatro portas com fechamento pela chave (pressionando o botão por alguns segundos); rodas de liga leve aro 16; retrovisores externos com pisca integrado; sensor de estacionamento traseiro; e os itens de aparência externos exclusivos da versão mais aventureira, como grade, capa dos retrovisores e rodas pintados de cinza.

  • EcoSport 1.6 Freestyle Plus Powershift -- R$ 80.300

Agrega ao pacote mais quatro airbags (totalizando seis) e bancos de couro.

Os valores das versões com câmbio manual, bem como o das configurações com motor de 2 litros, serão revelados em um evento dedicado à imprensa no decorrer desta semana. Na oportunidade, UOL Carros também participará de um test-drive com o novo EcoSport 1.6 Powershift e publica suas impressões oportunamente.

ID: {{comments.info.id}}
URL: {{comments.info.url}}

Ocorreu um erro ao carregar os comentários.

Por favor, tente novamente mais tarde.

{{comments.title}}

{{comments.total}} Comentário

{{comments.total}} Comentários

Seja o primeiro a comentar

{{subtitle}}

Essa discussão está encerrada

Não é possivel enviar novos comentários.

{{ user.alternativeText }}
Avaliar:
 

* Ao comentar você concorda com os termos de uso. Os comentários não representam a opinião do portal, a responsabilidade é do autor da mensagem. Leia os termos de uso

Escolha do editor

{{ user.alternativeText }}
Escolha do editor

Mais Carros

Topo