Carros

Audi A3 Sedan nacional, 1.4 flex, chega em outubro por R$ 99.990

Divulgação
Audi A3 1.4 TSI nacional será flex e terá 150 cv; atual modelo, húngaro, produz 122 cv Imagem: Divulgação

Eugênio Augusto Brito

Do UOL, em Frankfurt (Alemanha)

15/09/2015 15h03

A Audi confirmou nesta terça-feira (15) que o A3 Sedan brasileiro -- produzido na fábrica da marca em São José dos Pinhas (Paraná), coligada à da Volkswagen -- será lançado em outubro, com previsão de chegada às lojas no início de novembro. Estas informações foram antecipadas por UOL Carros em janeiro.

A meta da empresa, de acordo com o presidente Jörg Hofmann, é manter o preço atual (R$ 99.990), mesmo com o acréscimo de equipamentos que o modelo deve receber. O motor será o 1.4 TSI (o mesmo que o Golf 7 nacional irá utilizar), reprogramado para beber gasolina e etanol e render até 150 cv. O câmbio será o mesmo S-tronic, de sete marchas e dupla embreagem.

Ainda de acordo com o executivo, a Audi quer emplacar cerca de 1.000 unidades de carros feitos no Brasil ainda em 2015 (em apenas dois meses, portanto).

Audi TT estreia i-cockpit, que deve se espalhar por toda linha Audi

Q3 fica para 2016

Já o Q3, outro modelo da empresa que será feito no Brasil, começa ser feito no primeiro semestre, possivelmente com o mesmo motor 1.4. Porém, para os dois, a Audi deverá implementar uma versão menos nervosa, de 220 cavalos, do propulsor 2.0 TFSI, que hoje é utilizado pelo TT (no cupê/roadster, são 230 cv).

Dessa maneira, o A3 Sedan 1.8, que atualmente ocupa o topo da gama da linha A3 (sem contar os carros da linha S3), passa a ser o intermediário.

Eugênio Augusto Brito/UOL
Jörg Hofmann, presidente da Audi no Brasil, confirma A3 nacional, RS3 e Q7 no país ainda em 2015; em 2016 chegam Q3, A4 e R8 Imagem: Eugênio Augusto Brito/UOL

Em 2016 a marca planeja vender 10 mil unidades dos dois carros feitos no Brasil, que somadas às cerca de 16 mil unidades importadas e vendidas anualmente pela empresa, faz a fabricante sonhar em chegar próximo dos 30 mil carros emplacados/ano no Brasil, número estipulado como meta há alguns anos. A Audi quer se manter na liderança do segmento premium no Brasil, inclusive dentro de cada segmento (A3 Sedan, Q3 e TT).

Segundo fontes ligadas à marca, um possível "Q1", crossover que seria ainda menor que o Q3 e feito sobre a base do A1 (modelo que ainda não saiu da fase de estudos), também foi cogitado para ser feito no Paraná, mas hoje o plano é considerado "descartado".

Outras novidades

Conforme antecipado por UOL Carros em março, no Salão de Genebra, a marca começa a importar ainda este ano a versão superapimentada do A3, o RS3 (de 367 cv e 47,4 kgfm de torque, para competir com o nervoso Mercedes A 45 AMG), o A1 2016 (com leves retoques visuais) e a nova geração do SUV grande Q7. O S1, miniesportivo feito sobre o A1, subiu no telhado.

Em meados do ano que vem chega a nova geração do A4, que será recheada de tecnologia, incluindo o i-cockpit que estreou no TT, e a nova geração do superesportivo R8 -- este ainda sem data definida pela empresa.

Eugênio Augusto Brito/UOL
Novo Audi R8 deve chegar ao Brasil em 2016, mas ainda não há data definida Imagem: Eugênio Augusto Brito/UOL

ID: {{comments.info.id}}
URL: {{comments.info.url}}

Ocorreu um erro ao carregar os comentários.

Por favor, tente novamente mais tarde.

{{comments.total}} Comentário

{{comments.total}} Comentários

Seja o primeiro a comentar

{{subtitle}}

Essa discussão está encerrada

Não é possivel enviar novos comentários.

{{ user.alternativeText }}
Avaliar:
 

* Ao comentar você concorda com os termos de uso. Os comentários não representam a opinião do portal, a responsabilidade é do autor da mensagem. Leia os termos de uso

Escolha do editor

{{ user.alternativeText }}
Escolha do editor

Mais Carros

Topo