Carros

Mercedes supera vendas da Audi e encosta na BMW entre luxuosas

Elisabeth Behrmann

Da Bloomberg, em Munique (Alemanha)

10/09/2015 17h52

A Mercedes-Benz superou a Audi em vendas no acumulado de janeiro a agosto e se tornou a segunda maior fabricante de carros de luxo do mundo, atrás da BMW, em um momento em que as rivais têm dificuldades para igualar o crescimento das vendas da marca na China.

A Mercedes entregou 1,19 milhão de veículos no período, 10.880 carros acima da Audi, que ainda assim teve seu melhor mês de agosto na história, com 128.650 carros entregues, totalizando 1,18 milhão no ano. A BMW é líder com alta de 5,5% nas vendas, para 1,21 milhão de unidades desde janeiro. 

Além do recorde mensal, as vendas da Audi subiram 2,7%, para 128.650 veículos. De toda forma, a Mercedes teve um salto de 18%,para 139.802 carros. Em agosto, a BMW entregou 135.735 carros, incremento de 7,6%, após vender um volume maior do compacto Série 1 e dos SUVs X4 e X6. 

A última vez em que a Mercedes vendeu mais que a Audi em uma base anual foi em 2010. A marca tirou proveito do aumento nas vendas do sedã Classe C e de seus SUVs e também dos resultados obtidos na China, onde a empresa foi a única das três principais fabricantes de luxo a registrar crescimento nas vendas em agosto.

"Estimamos que a Mercedes ultrapassará a Audi neste ano e permanecerá à frente nos próximos dois anos", disse Marc-René Tonn, analista da Warburg Research em Hamburgo. "Na China, a Mercedes está se beneficiando com o fato de ter dois modelos que estão indo bem, a versão longa do Classe C e o GLA. O efeito positivo de ambos por enquanto deverá permanecer".

A combinação de queda no mercado de ações da China e esfriamento do crescimento econômico do país deixam os clientes cautelosos em relação à compra de carros novos. As vendas de veículos de passageiros no maior mercado automotivo do mundo atingiram em julho o nível mais baixo em 17 meses, antes de subirem 0,6% em agosto devido a descontos e incentivos, como o seguro subsidiado.

Audi esperançosa

Ainda assim, a Audi disse que vê "luz no fim do túnel" no mercado e que os novos modelos ajudarão a empresa a crescer no país novamente.

"Mesmo enfrentando alta volatilidade em mercados importantes, a Audi aumentou suas vendas globais em agosto. Ao mesmo tempo estamos nos preparando para acelerar o ritmo com nossa ampla iniciativa em lançar novos modelos e tecnologias", disse Luca de Meo, diretor de vendas da Audi, em um comunicado nesta quinta-feira (10). A marca aposta em modelos com as novas gerações do cupê TT e do médio A4, que será lançado no Salão de Frankfurt.

Tanto a Audi quanto a Mercedes querem desbancar a BMW até o fim da década. A empresa de Munique mantém o primeiro lugar em vendas globais desde 2005. (Com Redação de UOL Carros, em São Paulo)

ID: {{comments.info.id}}
URL: {{comments.info.url}}

Ocorreu um erro ao carregar os comentários.

Por favor, tente novamente mais tarde.

{{comments.title}}

{{comments.total}} Comentário

{{comments.total}} Comentários

Seja o primeiro a comentar

{{subtitle}}

Essa discussão está encerrada

Não é possivel enviar novos comentários.

{{ user.alternativeText }}
Avaliar:
 

* Ao comentar você concorda com os termos de uso. Os comentários não representam a opinião do portal, a responsabilidade é do autor da mensagem. Leia os termos de uso

Escolha do editor

{{ user.alternativeText }}
Escolha do editor

Topo