Carros

Carro do século 21 acaba com sofrimento da baliza; assista

Leonardo Felix

Do UOL, em São Paulo (SP)

02/09/2015 11h41

No início deste ano, UOL Carros mostrou que a baliza é o procedimento que mais causa reprovações entre quem tenta tirar a CNH (Carteira Nacional de Habilitação) no Brasil. Não são apenas os novatos que sofrem: boa parte dos motoristas do país sente dificuldades na hora de estacionar seu automóvel.

Outra reportagem, mais recente, apontou quatro dicas para estacionar seu carro sem passar tanta dor de cabeça. Elas ajudam, mas ainda exigem atenção e certa precisão do condutor. Para alguns motoristas, isso não basta.

Muitos gostariam que seu veículo se colocasse em uma vaga sozinho, sem interferência humana. Alguns modelos à venda no Brasil já oferecem essa comodidade, pelo menos de maneira parcial. A tecnologia, tornada viável aos automóveis de rua no fim da década passada, é uma espécie de embrião dos futuros carros autônomos, e já começa a ficar disponíveis em modelos menores e não tão absurdamente caros em nosso mercado.

Murilo Góes/UOL
Ford Focus é o primeiro modelo à venda no Brasil a oferecer assistente de estacionamento, para vagas paralelas e perpendiculares, abaixo de R$ 100 mil Imagem: Murilo Góes/UOL
Mais acessível

Hoje em dia, não é mais preciso apelar a um SUV de luxo como o Range Rover Evoque (R$ 222.500 na versão Prestige, a mais básica a contar com o auxílio) para ter acesso ao assistente de estacionamento. O Audi Q3 2016, por exemplo, oferece o item a partir da versão Ambiente 2.0 TFSI, de R$ 165.190. A Volkswagen agrega a assistência de série no Tiguan (R$ 129.720), e como opcional na versão intermediária Highline do Golf (cerca de R$ 110 mil contando o pacote que traz o item).

Já a Ford inseriu o park assist na versão de topo do Focus hatch, a Titanium Plus 2.0 (R$ 95.900). Trata-se do primeiro modelo abaixo de R$ 100 mil a contar com o equipamento.

No vídeo que abre esta matéria, realizado com um Q3 Ambition 2015 (ainda não reestilizado), mostramos como funciona o sistema na prática. Por meio de um módulo que comanda vários sensores eletrônicos, o carro identifica a vaga e manobra sozinho até ela, entrando em vagas paralelas e, em alguns casos (como o do Q3), perpendiculares. Para o motorista, as únicas demandas são selecionar a marcha correta na manopla de câmbio e controlar a velocidade no pedal do freio. Não é preciso nem tocar no volante. Assista.

ID: {{comments.info.id}}
URL: {{comments.info.url}}

Ocorreu um erro ao carregar os comentários.

Por favor, tente novamente mais tarde.

{{comments.total}} Comentário

{{comments.total}} Comentários

Seja o primeiro a comentar

{{subtitle}}

Essa discussão está encerrada

Não é possivel enviar novos comentários.

{{ user.alternativeText }}
Avaliar:
 

* Ao comentar você concorda com os termos de uso. Os comentários não representam a opinião do portal, a responsabilidade é do autor da mensagem. Leia os termos de uso

Escolha do editor

{{ user.alternativeText }}
Escolha do editor

Mais Carros

Topo